Notícias, Esporte, Pernambuco, Política, Tecnologia, Vídeos, Fotos, Mundo, Divirta-se

Diario de Pernambuco Assine o Diario Central de assinantes
Pernambuco.com

Recife, 19/OUT/2017

Exposições

1817 REVOLUÇÃO REPUBLICANA
Mostra apresenta os ideais revolucionários em várias partes do mundo, como a Revolução Francesa, Independência dos Estados Unidos e ações libertárias na América e Haiti. Quando: 13 de março de 2017 a 13 de março de 2018. De terça a domingo, das 9h às 17h. Onde: Forte das Cinco Pontas (Praça das Cinco Pontas, s/n, São José). Quanto: Gratuito. Informações: 3355-9558.
ARTE EM METAL - FOGO, CINZEL E MARTELO
O artista plástico pernambucano Jorge Guendler expõe suas obras em mostra inédita, que traz peças originais com abordagem inovadora do uso da técnica de moldar o metal para dar formas aos temas escolhidos e usar o envelhecimento, bem como a pintura, para unir o antigo ao contemporâneo. Quando: A partir de 18 de outubro, às 18h30. Segunda à sexta, das 9h às 17h e domingo, das 14h30 às 18h. Onde: Sinagoga Kahal Zur Israel (Rua do Bom Jesus, 197, Recife Antigo). Quanto: R$ 6, R$ 3 (meia). Informações: 3224-2128.
AS BANDEIRAS DA REVOLUÇÃO - PERNAMBUCO 1817/2017
A mostra propõe novas leituras sobre a atualidade da Revolução de 1817 a partir de três núcleos distintos: documentos históricos sobre a bandeira do levante republicano,obras de 12 artistas visuais contemporâneos e bandeiras de movimentos sociais. Quando: 8 de outubro a 3 de dezembro de 2017. De terça a sexta, das 8h30 às 17h; sábados, domingos e feriados, das 13h às 17h. Onde: Galeria Massangana (Fundação Joaquim Nabuco - Avenida Dezessete de Agosto, 2187, Casa Forte). Quanto: Gratuito. Informações: 3073-6772 e 3073-6682.
AS MENINAS DO QUARTO 28
Mostra relata através de desenhos o cotidiano de cerca de 50 meninas que viveram por dois anos em um campo de concentração na República Tcheca. A exposição ainda conta com uma réplica de 18m² do quarto em que as meninas judias ficaram aprisionadas. Das mais de 15 mil crianças presas, de 1942 a 1944, apenas 93 sobreviveram, 15 delas eram do Quarto 28. Quando: 11 de agosto a 29 de outubro. De quarta à sexta, das 12h às 20h, sábados, das 14h às 20h e domingos, das 15h às 19h. Onde: Galeria Janete Costa (Parque Dona Lindu, Avenida Boa Viagem). Quanto: Gratuito. Informações: 3355-9825.
CAIS DO SERTÃO
Espaço reúne obras que representam a vida no sertão e abordam a vida do Rei do Baião, Luiz Gonzaga. Quando: Permanente. Terça a sexta-feira, das 9h às 17h; sábado e domingo, das 13h às 17h. Onde: Museu Cais do Sertão (Avenida Alfredo Lisboa, s/n, Recife Antigo). Quanto: R$ 10 e R$ 5 (meia); quinta-feira a entrada é gratuita. Informações: 4042-0484.
CARIMBOS
Reunião inédita de quase 100 trabalhos realizados pelo pintor, desenhista, gravador, escultor, crítico de arte e escritor José Cláudio. A mostra retrata a fase mais experimental da trajetória do artista, entre 1968 e 1972. Quando: 31 de agosto a 29 de outubro. Terça à sexta, das 12h às 18h, sábados e domingos, das 13h às 17h. Onde: Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães - Mamam (Rua da Aurora, 265, Boa Vista). Quanto: Gratuito. Informações: 3355-6871.
CASA DO CARNAVAL
Espaço reúne um acervo sobre as diversas manifestações da cultura popular, incluindo além do Carnaval, as festas de São João e Natal. Entre as obras estão livros, fotografias, partituras, catálogos e notas de jornais. Quando: Permanente. Segunda a sexta-feira, das 9h30 às 16h30. Onde: Casa do Carnaval (Pátio de São Pedro, 38, São José).Quanto: Gratuito. Informações: 3355-4311, 3355-3302 e 3355-3303.
CASA DOS BONECOS GIGANTES
O artista olindense Silvio Botelho expõe, pela terceira vez, seus bonecos gigantes por meio de Projeto da Estação Quatro Cantos em parceria com Pousada dos Quatro Cantos. Quando: Permanente. Segunda e domingo, das 11h às 19h; terça a sábado, das 11h às 18h. Onde: Estação Quatro Cantos Galeria & Café (Rua Prudente de Moraes, 440, Sítio Histórico de Olinda). Quanto: R$ 5 (inteira) e R$ 2,50 (crianças até 10 anos). Informações: 3429-7575.
CHEGADA E PARTIDA: A MEMÓRIA DO TREM EM PERNAMBUCO
Exposição reúne mais de 623 peças que remontam à memória ferroviária pernambucana. No acervo, bilheterias, carimbadores, sinalizadores, apitos, relógios, fotografias, trilhos e ferramentas utilizadas nas oficinas. Quando: Permanente. Terça a sexta, das 9h às 17h, e sábados e domingos, das 10h às 17h. Onde:Museu do Trem (Estação Central Capiba, Rua Floriano Peixoto, s/n, São José, Recife). Quanto: Gratuito.
COR E CORPO
Forma, matéria e cor nunca foram pensadas pela artista plástica Tomie Ohtake de modo dissociado. Em mais de 60 anos de produção contínua, a artista deixou um vasto acervo. 40 gravuras, cinco pinturas e três esculturas assinadas pela japonesa serão expostos. Quando: 22 de setembro a 12 de novembro de 2017. De terça a sábado, das 10h às 20h. Domingos, das 10h às 17h. Onde: Caixa Cultural Recife (Avenida Alfredo Lisboa, 505, Bairro do Recife). Quanto: Gratuito. Informações: 3425-1915.
DA NOSSA ESSÊNCIA DE VIDRO
Da artista plástica Maria do Carmo Nino, os trabalhos são inspirados no escritor inglês William Shakespeare, que mostra a pele sensível assombrada por temores e fragilidades. Quando: 22 de agosto a 20 de outubro de 2017. De terça a sexta, das 13h às 19h. Aos sábados, das 16h às 20h. Onde: Arte Plural Galeria (Rua da Moeda, 140, Bairro do Recife). Quanto: Gratuito. Informações: 3424-4431.
EM PRETO E BRANCO
Exposição fotográfica reúne fotos originais de fotografos italianos, retratando o cotidiano da Itália e de seus conterrâneos. Quando: 1º de março de 2016 até 30 de dezembro de 2018. Terça a sexta-feira, das 9h às 21h, e sábado, das 9h às 13h. Onde: Instituto de Cultura Brasil - Itália (Rua Marques Amorim, 46 - Boa Vista).Quanto: Gratuito. Informações: 3221-4112.
FREVO EXPERIMENTAL: ENTRE TRÂNSITOS E EXPERIÊNCIAS CRIATIVAS
Mostra explora o ritmos do Frevo com videoinstalações e salas interativas, onde o visitante pode compor as próprias músicas. Quando: Permanente. Terça a sexta, das 9h às 17; sábados e domingos, das 14h às 18h. Onde: Paço do Frevo (Praça do Arsenal, s/n, Bairro do Recife). Quanto: R$ 8 e R$ 4 (meia). Informações: 3355-9500.
IMIGRAÇÃO ITALIANA NO BRASIL
Mostra apresenta reproduções de documentos e imagens dos italianos no Brasil, além de exaltar a contribuição do povo italiano no contexto nacional, através de livros, revistas, jornais e filmes sobre o tema. Quando: Permanente. Terça a sexta-feira, das 9h às 21h, e sábado, das 9h às13h. Onde: Instituto de Cultura Brasil - Itália (Rua Marques Amorim, 46 - Boa Vista). Quanto: Gratuito. Informações: 3221-4112.
ÍNDIOS DO BRASIL
Exposição composta de gráficas e objetos do mundo indígena do Brasil. Quando: Até 30 de dezembro de 2018. Terça a sexta-feira, das 9h às 21h, e sábado, das 9h às 13h. Onde: Instituto de Cultura Brasil Itália (Rua Marques Amorim, 46, Boa Vista). Quanto: Gratuito. Informações: 3221-4112.
INSTITUTO RICARDO BRENNAND
Local reúne as exposições O Julgamento de Fouquet e Frans Post e o Brasil holandês. As peças compõem o maior acervo de pinturas da época do Brasil-Colônia. Entre os pintores estão Nicolao Antônio Facchinetti, Giovanni Battista Castagneto e Benedito Calixto de Jesus. Quando: Permanente. Terça a domingo, das 13h às 17h. Onde: Instituto Ricardo Brennand (Engenho São João, s/n, Várzea). Quanto: R$ 25 e R$ 12 (meia). Informações: 2121-0352.
MARÍLIA DIDIER
A artista plástica Marília Didier aposta em pinturas que lidam com as fronteiras entre o abstrato e o figurativo. Obras de grandes dimensões, com técnica mista e usando como base tinta acrílica. Todos os quadros estão à venda. Quando: A partir de 17 de outubro de 2017. Onde: Pousada dos Quatro Cantos (Rua Prudente de Morais, 441, Olinda). Quanto: Gratuito. Informações: 3429-0220.
MEMORIAL CHICO SCIENCE
Local conta a história de Chico Science. Entre as obras estão livros, material audiovisual feito por Chico enquanto ainda vivo, reportagens, imagens de shows e clipes. Quando: Permanente. Segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. Onde: Memorial Chico Science (Pátio de São Pedro, 21, São José, Recife). Quanto: Gratuito. Informações: 3355-3158 e 3355-3159.
NA TRILHA DAS MUSAS
As obras do artista Quihoma Isaac passeiam pelo espaço intemporal do feminino, um convite para conhecer, revisitar e ressignificar pela arte libertária mulheres que marcaram a cena artística pela irreverência, talento, atitude e expressão. Quando: 17 de agosto a 20 de outubro de 2017. Das 11h às 17h, de terça a domingo. Onde: Centro Cultural dos Correios (Avenida Marquês de Olinda, 262, Recife Antigo). Quanto: Gratuito. Informações: 3224-5739.
OBSERVATÓRIO ASTRONÔMICO
Visitação em grupos de, no máximo, 20 pessoas, para fazer observação da lua e constelação de estrelas. Quando: Todos os domingos. É necessário agendar as visitas, que têm duração de meia hora.Os horários disponíveis são: 16h, 16h30, 17h, 17h30, 18h, 18h30, 19h e 19h30. Onde: Torre Malakoff (Praça do Arsenal, s/n, Recife Antigo). Quanto: Gratuito. Informações: 3184-3180.
O CASARÃO E A CIDADE: USOS E COSTUMES VISITAÇÃO
Mostra apresenta a história do Palacete do Museu do Estado, como se desenvolveu seu entorno e os usos e costumes da sociedade pernambucana no século XIX. Quando: Permanente. Terça a sexta, das 9h às 17h, sábado e domingo, das 14h às 17h. Onde: Museu do Estado de Pernambuco (Av. Rui Barbosa, 960, Graças). Quanto R$ 6 e R$ 3 (meia). Informações: 3184-3170 e 3184-3178.
OS ARROMBADOS
O projeto Ocupe Chris expõe obras produzidas por oito artistas ao longo de 12 meses de vivência no ateliê de Christina Machado. A mostra apresenta peças em cerâmica, argila e porcelana. Quando: 23 de setembro (abertura às 16h20) a 17 de dezembro de 2017. Quartas das 9h as 17h; Sábados e domingos das 16h às 20h. Onde: Atelier das Águas Belas de Christina Machado (Rua Águas Belas, 53, Torre). Quanto: Gratuito.
O TEMPO DA TORRE
A exposição conta a história da Torre Malakoff dentro do contexto histórico do Recife Antigo. Composta por fotografias cedidas por várias instituições e por estudantes da rede estadual de ensino. Quando: Permanente. Terça a sexta, das 10h às 17h; sábados, das 15h às 18h; e domingos,das 15 às 19h. Onde: Torre Malakoff (Praça do Arsenal, s/n, Recife Antigo). Quanto: Gratuito. Informações: 3184-3180.
PAÇO DO FREVO
Centro de referência de ações, projetos e atividades de documentação, transmissão, salvaguarda e valorização de uma das principais tradições culturais brasileiras, reconhecida como Patrimônio Imaterial da Humanidade pela Unesco: o frevo. Quando: Permanente. Terças, quartas e sextas, das 9h às 18h; sábados e domingos, das 12h às 19h. Onde: Praça do Aresenal. Quanto: R$ 6. Informações: 3355-9500.
PERNAMBUCO: TERRITÓRIO E PATRIMÔNIO DE UM POVO
Uma viagem no tempo, um relato da história de Pernambuco, desde os primórdios, passando pela arqueologia, povos tradicionais, a vinda dos Europeus em busca do pau-brasil, o ciclo do açúcar e a cultura afro, finalizando com o patrimônio cultural de todas as influências. Quando: a partir de 10 de agosto (abertura às 19h). Terça à sexta-feira, das 10h às 17h; sábados e domingos, das 14h às 17h. Onde: Museu do Estado de Pernambuco (Avenida Rui Barbosa, 960, Graças, Recife). Quanto: R$ 6, R$ 3 (meia). Informações: 3184-3174.
PINTURAS DE LEONARDO DA VINCI
Exposição é composta de reproduções das pinturas do famoso artista italiano Leonardo da Vinci. Durante a mostra é possível assistir documentário sobre o artista, além de consultar livros e outras publicações de Leonardo. Quando: de 1º de março de 2016 até 30 de dezembro de 2018. Terça a sexta-feira, das 9h às 21h e sábado, das 9h às13h. Onde: Instituto de Cultura Brasil - Itália (Rua Marques Amorim, 46, Boa Vista). Quanto: Gratuito. Informações: 3221-4112.
POTEIRO, O COLORISTA DO BRASIL
Exposição inédita do pintor, ceramista e escultor português Antônio Poteiro. O artista mistura cenas religiosas do cristianismo com elementos dos mitos indígenas e figuras do folclore, sempre abusando das cores. Quando: 4 de outubro a 3 de dezembro de 2017. Terça a sábado, das 10h às 20h. Domingos, das 10h às 17h. Onde: Caixa Cultural Recife (Avenida Alfredo Lisboa, 505, Bairro do Recife). Quanto: Gratuito. Informações: 3425-1915.
RETRATOS
Jackson Santana é autista e Retratos é a sua segunda exposição. Na mostra, o artista homenageia ícones da cultura pernambucana com os seus desenhos. Entre eles, Ariano Suassuna, Chico Science e Luiz Gonzaga. Quando: 7 de outubro, a partir das 17h. Onde: Espaço Cultura Nordestina (Rua Luiz Guimarães, 555, Poço da Panela). Quanto: Gratuito.
ROMA
Exposição composta de imagens da cidade italiana, com monumentos e outros itens de cultural italiana. Quando: 1º de março de 2016 até 30 de dezembro de 2018. Terça a sexta-feira, das 9h às 21h, e sábado, das 9h às 13h. Onde: Instituto de Cultura Brasil - Itália (Rua Marques Amorim, 46, Boa Vista). Quanto: Gratuito. Informações: 3221-4112.
SANTOS DUMONT: HEROI BRASILEIRO
A exposição contempla toda a vida do inventor. Estarão à mostra para o público o berço de Alberto Santos Dumont, o motor original criado por ele para seus primeiros balões, o chapéu e o colarinho originais, uma réplica em tamanho original do seu último avião, entre outras peças. Quando: de segunda a sexta, de 14h às 22h; aos sábados, de 9h às 22h; domingos e feriados, de 12h às 21h. Onde: RioMar Shopping (Avenida República do Líbano, 251, Pina, Recife). Quanto: R$ 30, R$ 15 (meia). Informações: 98614-4183.
TELLURIS
Adriano Mendes é médico cardiologista e também fotógrafo. Telluris, em latim, significa terra. A exposição traz fotografias coloridas e em preto e branco de paisagens como aurora boreal, relevos e deserto do Atacama. Quando: 3 de outubro a 7 de novembro de 2017. Segunda a sábado, das 12h às 15h e a partir das 18h30. Domingos, das 12h às 16h. Onde: Villa Bistrô (Rua da Hora, 330, Espinheiro). Quanto: Gratuito.
TIRIRICA DOS CRIOULOS: PESSOAS FORTES NA LUTA
Resultado de uma busca pelos bens patrimoniais do quilombo-indígena situado sertão pernambucano. Relatos de momentos importantes para os tiririqueiros e objetos significativos compõem a mostra. O trabalho contou com a colaboração da própria comunidade e dos seus pesquisadores locais. Quando: 5 de agosto a 30 de outubro de 2017. Segunda à sexta-feira, das 9h às 17h; sábados, das 13h às 17h. Onde: Museu da Abolição (Rua Benfica, 1150, Madalena, Recife). Quanto: Gratuito. Informações: 3228-3248.
UMA CAPA É UMA CAPA É UMA CAPA É UMA CAPA
Em comemoração aos dez anos do suplemento literário Pernambuco, a mostra reúne 30 capas memoráveis da publicação. Quando: 31 de agosto a 19 de novembro. Terça à sexta, das 12h às 18h, sábados e domingos, das 13h às 17h. Onde: Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães %u2013 Mamam (Rua da Aurora, 265, Boa Vista). Quanto: Gratuito. Informações: 3355-6871.

  • Desafios da acessibilidade cultural

  • Produções locais para TV

  • Os ícones do feminejo

  • Machismo na indústria gamer

  • A invisibilidade dos escritores negros

Quem experimenta as delícias da culinária regional pernambucana geralmente pede mais. Da macaxeira com charque ao bolo de rolo, a cozinha por aqui é lugar sagrado e o estado está cheio de opções de bares e restaurantes para você experimentar!

Pernambuco tem nada menos do que 187 km de praias. O sol brilha no estado praticamente durante todo o ano e a agenda cultural tem opções para todos os gostos







SIGA

Facebook

Google+

Twitter

Rss

[X Fechar]