Notícias, Esporte, Pernambuco, Política, Tecnologia, Vídeos, Fotos, Mundo, Divirta-se

Diario de Pernambuco Assine o Diario Central de assinantes
Pernambuco.com

Recife, 20/FEV/2017
 
cheia

Exposições

A NATUREZA - ACERVO EDUCATIVO DO MAC-PE
A mostra apresenta um dos mais importantes acervos de arte moderna do Estado, a Coleção Assis Chateaubriand, com mais de 300 obras, por meio do viés da arte educação. Quando: A partir de 20 de outubro. Terça a sexta, das 9h às 13h. Onde: Rua 13 de Maio, 149, Carmo, Olinda. Informações: 3184-3153.
BELA AURORA
Exposição do artista plástico recifense Wilton de Souza. Conta com 80 trabalhos, entre gravuras, pinturas, capas de discos e livros resultantes da oficina Arte expográfica: expografia, produção e montagem de exposições. Quando: Até fevereiro de 2017. Segunda a quinta, das 9h às 17h; sábados, com agendamento. Onde: Galeria Corbiniano Lins (Sesc Santo Amaro, Rua 13 de maio, 455, Santo Amaro). Quanto: Gratuito. Informações: 3216-1616.
CAIS DO SERTÃO
Espaço reúne obras que representam a vida no sertão e abordam a vida do Rei do Baião, Luiz Gonzaga. Quando: Permanente. Terça a sexta-feira, das 9h às 17h; sábado e domingo, das 13h às 17h. Onde: Museu Cais do Sertão (Avenida Alfredo Lisboa, s/n, Recife Antigo). Quanto: R$ 10 e R$ 5 (meia); quinta-feira a entrada é gratuita. Informações: 4042-0484.
CASA DOS BONECOS GIGANTES
O artista olindense Silvio Botelho expõe, pela terceira vez, seus bonecos gigantes por meio de Projeto da Estação Quatro Cantos em parceria com Pousada dos Quatro Cantos. Quando: Permanente. Segunda e domingo, das 11h às 19h; terça a sábado, das 11h às 18h. Onde: Estação Quatro Cantos Galeria & Café (Rua Prudente de Moraes, 440, Sítio Histórico de Olinda). Quanto: R$ 5 (inteira) e R$ 2,50 (crianças até 10 anos). Informações: 3429-7575.
CASA DO CARNAVAL
Espaço reúne um acervo sobre as diversas manifestações da cultura popular, incluindo além do Carnaval, as festas de São João e Natal. Entre as obras estão livros, fotografias, partituras, catálogos e notas de jornais. Quando: Permanente. Segunda a sexta-feira, das 9h30 às 16h30. Onde: Casa do Carnaval (Pátio de São Pedro, 38, São José).Quanto: Gratuito. Informações: 3355-4311, 3355-3302 e 3355-3303.
CHEGADA E PARTIDA: A MEMÓRIA DO TREM EM PERNAMBUCO
Exposição reúne mais de 623 peças que remontam à memória ferroviária pernambucana. No acervo, bilheterias, carimbadores, sinalizadores, apitos, relógios, fotografias, trilhos e ferramentas utilizadas nas oficinas. Quando: Permanente. Terça a sexta, das 9h às 17h, e sábados e domingos, das 10h às 17h. Onde:Museu do Trem (Estação Central Capiba, Rua Floriano Peixoto, s/n, São José, Recife). Quanto: Gratuito.
DOC(E) RECIFE
Exposição conta trajetória da cidade do Recife a partir da produção e da influência do açúcar. Quando: 19 de março de 2016 até 16 de março de 2017. Terça a domingo, das 9h às 17h. Onde:Museu do Trem (Estação Central Capiba, Rua Floriano Peixoto, s/n, São José, Recife). Quanto: Gratuito.
EM PRETO E BRANCO
Exposição fotográfica reúne fotos originais de fotografos italianos, retratando o cotidiano da Itália e de seus conterrâneos. Quando: 1º de março de 2016 até 30 de dezembro de 2018. Terça a sexta-feira, das 9h às 21h, e sábado, das 9h às13h. Onde:: Instituto de Cultura Brasil - Itália (Rua Marques Amorim, 46 - Boa Vista).Quanto: Gratuito. Informações: 3221-4112.
FREVO EXPERIMENTAL: ENTRE TRÂNSITOS E EXPERIÊNCIAS CRIATIVAS
Mostra explora o ritmos do Frevo com videoinstalações e salas interativas, onde o visitante pode compor as próprias músicas. Quando: Permanente. Terça a sexta, das 9h às 17; sábados e domingos, das 14h às 18h. Onde: Paço do Frevo (Praça do Arsenal, s/n, Bairro do Recife). Quanto: R$ 8 e R$ 4 (meia). Informações: 3355-9500.
ÍNDIOS DO BRASIL
Exposição composta de gráficas e objetos do mundo indígena do Brasil. Quando: Até 30 de dezembro de 2018. Terça a sexta-feira, das 9h às 21h, e sábado, das 9h às 13h. Onde: Instituto de Cultura Brasil Itália (Rua Marques Amorim, 46, Boa Vista). Quanto: Gratuito. Informações: 3221-4112.
IMIGRAÇÃO ITALIANA NO BRASIL
Mostra apresenta reproduções de documentos e imagens dos italianos no Brasil, além de exaltar a contribuição do povo italiano no contexto nacional, através de livros, revistas, jornais e filmes sobre o tema. Quando: Permanente. Terça a sexta-feira, das 9h às 21h, e sábado, das 9h às13h. Onde: Instituto de Cultura Brasil - Itália (Rua Marques Amorim, 46 - Boa Vista). Quanto: Gratuito. Informações: 3221-4112.
INSTITUTO RICARDO BRENNAND
Local reúne três exposições: Paisagens Brasileiras do Século XIX, O Julgamento de Fouquet e Frans Post e o Brasil holandês. As peças compõem o maior acervo de pinturas da época do Brasil-Colônia. Entre os pintores estão Nicolao Antônio Facchinetti, Giovanni Battista Castagneto e Benedito Calixto de Jesus. Quando: Permanente. Terça a domingo, das 13h às 17h. Onde: Instituto Ricardo Brennand (Engenho São João, s/n, Várzea). Quanto: R$ 25 e R$ 12 (meia). Informações: 2121-0352.
LIRAMARTES
O colecionador Carlos Augusto Lira levou ao Shopping RioMar parte de sua coleção de arte popular nordestina e colocou as obras em diálogo com ícones da arte mundial. Quando: Por tempo indeterminado. Segunda a sábado, das 9h às 22h; domingos, das 12h às 20h. Onde: Shopping RioMar (Avenida República do Líbano, 251, Pina). Quanto: Gratuito. Informações: 3878-0000.
MEMORIAL CHICO SCIENCE
Local conta a história de Chico Science. Entre as obras estão livros, material audiovisual feito por Chico enquanto ainda vivo, reportagens, imagens de shows e clipes. Quando: Permanente. Segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. Onde: Memorial Chico Science (Pátio de São Pedro, 21, São José). Quanto: Gratuito. Informações: 3355-3158 e 3355-3159.
MEU CANTO NA CIDADE
Trinta fotografias que retratam o olhar de pessoas comuns sobre o local onde moram. As imagens foram selecionadas por meio da campanha #MeuCantoNaCidade, realizada pelo INCITI, em parceria com o projeto Dajaneladomeuonibus. Quando: 8 a 23 de fevereiro e de 2 a 10 de março, das 14h30 às 20h. Onde: INCITI/UFPE (Rua do Bom Jesus, 191, Recife Antigo). Quanto: Gratuito. Informações: 3037-6689.
MUSEU DA PARTEIRA
A iniciativa integra um trabalho mais amplo de documentação, valorização e salvaguarda do ofício das parteiras, que teve início com a realização de dois inventários sobre saberes e práticas de parteiras tradicionais e indígenas. Quando: a partir de 26 de novembro. Por tempo indeterminado. Terça a sexta, das 8h30 às 17h; sábado, domingo e feriados: das 14h às 18h. Onde: Museu do Homem do Nordeste (Avenida Dezessete de Agosto, 2187, Casa Forte). Quanto: Gratuito. Informações: 3073-6331 e 3073-6340.
OBSERVATÓRIO ASTRONÔMICO
Visitação em grupos de, no máximo, 20 pessoas, para fazer observação da lua e constelação de estrelas. Quando: Todos os domingos. É necessário agendar as visitas, que têm duração de meia hora.Os horários disponíveis são: 16h, 16h30, 17h, 17h30, 18h, 18h30, 19h e 19h30. Onde: Torre Malakoff (Praça do Arsenal, s/n, Recife Antigo). Quanto: Gratuito. Informações: 3184-3180.
O CASARÃO E A CIDADE: USOS E COSTUMES VISITAÇÃO
Mostra apresenta a história do Palacete do Museu do Estado, como se desenvolveu seu entorno e os usos e costumes da sociedade pernambucana no século XIX. Quando: Permanente. Terça a sexta, das 9h às 17h, sábado e domingo, das 14h às 17h. Onde: Museu do Estado de Pernambuco (Av. Rui Barbosa, 960, Graças). Quanto R$ 6 e R$ 3 (meia). Informações: 3184-3170 e 3184-3178.
O INVISÍVEL NOTÁVEL: 20 ANOS DEPOIS
Exposição do pernambucano Galo de Souza traz obras inéditas do artista. O público pode conferir painéis, quadros e um mural de 6X20m. Quando: 16 de dezembro de 2016 a 5 de março de 2017. Quarta a sexta-feira, das 12h às 20h; sábado e domingo, das 14h às 20h. Onde: Galeria Janete Costa (Parque Dona Lindu, Rua Setúbal, 1023, Boa Viagem). Quanto: Gratuito. Informações: 3355-9825.
O JOGO DA BOLA
Os fotógrafos Iezu Kaeru e Eustáquio Neves transformam o local de exposição numa grande plataforma física de interação entre o futebol de rua pernambucano e a fotografia. A mostra envolve também diversos recursos artísticos e sensoriais que abrangem segmentos das artes e tecnologia, como audiovisual, percepção sonora, performances e instalações.Quando: 10 de fevereiro a 19 de março. Terça a sexta-feira, das 10h às 17h; sábados, das 15h às 18h; e domingos, das 15h às 19h. Onde: Torre Malakoff (Praça do Arsenal, s/n, Recife Antigo). Quanto: Gratuito.
O TEMPO DA TORRE
A exposição conta a história da Torre Malakoff dentro do contexto histórico do Recife Antigo. Composta por fotografias cedidas por várias instituições e por estudantes da rede estadual de ensino. Quando: Permanente. Terça a sexta, das 10h às 17h; sábados, das 15h às 18h; e domingos,das 15 às 19h. Onde: Torre Malakoff (Praça do Arsenal, s/n, Recife Antigo). Quanto: Gratuito. Informações: 3184-3180.
OUTROS PENSAM
Exposição de Alfredo Jaar traz a tona as prioridades dos meios de comunicação e seus discursos hegemônicos ao apresentar duas linhas do tempo. Quando: 4 de dezembro de 2016 a 26 de fevereiro de 2017. Terça a sexta-feira, das 8h30 às 17h; sábados, domingos e feriados, das 14h às 18h. Onde: Galeria Massangana (Avenida 17 de Agosto, 2187, Casa Forte). Quanto: Gratuito. Informações: 3073-6220.
ONDE ESTÃO AS MINHAS OBRAS
Bruno Faria lança um olhar sobre a história e memória da própria instituição, Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães (MAMAM), que antes de ser museu era uma galeria de arte. Quando: 20 de janeiro a 5 de março. Segunda a sexta, das 12h às 18h; sábados e domingos, das 13h às 17h. Onde: Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães (Rua da Aurora, 265, Boa Vista). Quanto: Gratuito. Informações: 3355-6870 e 3355-687.
PAÇO DO FREVO
Centro de referência de ações, projetos e atividades de documentação, transmissão, salvaguarda e valorização de uma das principais tradições culturais brasileiras, reconhecida como Patrimônio Imaterial da Humanidade pela Unesco: o frevo. Quando: Permanente. Terças, quartas e sextas, das 9h às 18h; sábados e domingos, das 12h às 19h. Onde: Praça do Aresenal. Quanto: R$ 6. Informações: 3355-9500.
PINTURAS DE LEONARDO DA VINCI
Exposição é composta de reproduções das pinturas do famoso artista italiano Leonardo da Vinci. Durante a mostra é possível assistir documentário sobre o artista, além de consultar livros e outras publicações de Leonardo. Quando: de 1º de março de 2016 até 30 de dezembro de 2018. Terça a sexta-feira, das 9h às 21h e sábado, das 9h às13h. Onde: Instituto de Cultura Brasil - Itália (Rua Marques Amorim, 46, Boa Vista). Quanto: Gratuito. Informações: 3221-4112.
PRÁTICAS DE MERGULHO-VÔO
Exposição concebida pelos integrantes da banda Oto Gris (Davi Serrena, Jonas Gomes e Victor Bluhm) junto com artistas plásticos. São 20 obras inspiradas no álbum de estreia Avôa. Quando: A partir de 28 de janeiro. De quinta-feira a domingo, das 16h à 1h. Onde: A Casa do Cachorro Preto (Rua Treze de Maio, 99, Carmo, Olinda). Quanto: Gratuito. Informações: 98200-1399.
RECIFE SENTIDO, SENTIDO RECIFE
Sete artistas plásticos se uniram para tentar responder, por meio da arte, a pergunta %u201CComo você imagina o Recife no ano de 2037?%u201DA mostra, com curadoria de Sandro Vasconcelos, reúne obras inéditas dos artistas plásticos Abraão Figueiredo, Alexandre Almeida, Emerson Pontes, Fabio Rafael, Marcelo Figueiredo, Paulo Regis e Romero Pontes. São 15 trabalhos distribuídas em desenho, fotografias, esculturas e pintura. Quando: 20 de janeiro a 24 de fevereiro. Terça a domingo, das 9h às 17h. Onde: Museu da Cidade do Recife (Forte das Cinco Pontes, s/n, São José). Quanto: Gratuito. Informações: 3355-9558.
ROMA
Exposição composta de imagens da cidade italiana, com monumentos e outros itens de cultural italiana. Quando: 1º de março de 2016 até 30 de dezembro de 2018. Terça a sexta-feira, das 9h às 21h, e sábado, das 9h às 13h. Onde: Instituto de Cultura Brasil - Itália (Rua Marques Amorim, 46, Boa Vista). Quanto: Gratuito. Informações: 3221-4112.
SALÃO UNIVERSITÁRIO DE ARTE CONTEMPORÂNEA
Com o tema Identidades: Territórios fluidos, a mostra mostra traz trabalhos desenvolvidos por universitários com o intuito de promover a produção artística local, além de estimular o pensamento sobre os conceitos do artista na sociedade e as questões da legitimação. Quando: 20 de outubro até fevereiro de 2017. Onde: Sesc Casa Amarela (Avenida Proessor. José dos Anjos, 1190, Casa Amarela). Informações: 3267-4400.
SALA DE JOGAR E OUTROS CAMPOS MINADOS
O artista visual Márcio Almeida, que esse ano comemora 30 anos de trabalho, traz um recorte dos últimos anos de sua produção artística. Os trabalhos foram desenvolvidos em variados suportes: desenhos, objetos, fotografias, vídeos, instalações, inclusive algumas também destinadas a intervenções urbanas. Quando: 20 de janeiro a 5 de março. Segunda a sexta, das 12h às 18h; sábados e domingos, das 13h às 17h. Onde: Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães (Rua da Aurora, 265, Boa Vista). Quanto: Gratuito. Informações: 3355-6870 e 3355-687.
UM ARTISTA DE OUTRO TEMPO
Mostra com obras do artista pernambucano Murillo La Greca. A ideia é destacá-lo como aluno, aprendiz, professor, esposo e amigo. Quando:a partir de 9 de fevereiro. Término previsto para 9 de agosto. Terça a sexta-feira, das 9h às 12h e das 14h às 17h. Onde: Museu Murillo La Greca (Rua Leonardo Bezerra Cavalcanti, 366, Parnamirim. Quanto: Gratuito. Informações: 3355-3129.
VITROCERÂMICOS: PESQUISA ARTÍSTICA
Mostra busca mostrar o resultado do trabalho de seis artistas pernambucanos (Chico Ludermir, João Lin, Daaniel Araújo, Nando Zevê, Joelson, Gomes e Hassan Santos) que estudaram os processos industriais em uma fábrica de vitrocerâmicos. Quando: 16 de fevereiro a 19 de abril. Terça a sexta-feira, das 9h às 12h e das 14h às 17h; sábado e domingo, das 13h às 17h. Onde: Museu Murillo La Greca (Rua Leonardo Bezerra Cavalcante, 366, Parnamirim). Quanto: Gratuito. Informações: 3355-3129.

  • Um ano sem o Rei do Pop

  • A festa do Oscar

  • Ivete e JLo dividem palco

  • Marisa Monte em Olinda

  • Paul McCartney no Brasil

Quem experimenta as delícias da culinária regional pernambucana geralmente pede mais. Da macaxeira com charque ao bolo de rolo, a cozinha por aqui é lugar sagrado e o estado está cheio de opções de bares e restaurantes para vocês experimentar!

Pernambuco tem nada menos do que 187 km de praias. O sol brilha no estado praticamente durante todo o ano e a agenda cultural tem opções para todos os gostos







SIGA

Facebook

Google+

Twitter

Rss

[X Fechar]