Notícias, Esporte, Pernambuco, Política, Tecnologia, Vídeos, Fotos, Mundo, Divirta-se

Diario de Pernambuco Assine o Diario Central de assinantes
Pernambuco.com

Recife, 25/NOV/2014
32º/ 21º
outras regiões
 
crescente


Um fim de semana no Recife

Praia de Boa Viagem

Praia de Boa Viagem. Crédito: Inês Campelo/DP/D.A. Press

Foto do prato 'Tacho de frutos do mar', do Biruta Bar

Prato Tacho de frutos do mar, do Biruta Bar. Crédito: Bernardo Dantas/Esp. Aqui PE/D.A. Press

Sob o sol de uma sexta-feira, se instale em um dos hotéis do bairro turístico de Boa Viagem e vá ao encontro do mar. A praia de Boa Viagem é a principal da cidade do Recife e possui cerca de 7 km de extensão. Com quiosques revitalizados, calçadão e ciclovia, você pode petiscar, fazer uma caminhada ou andar de bicicleta. Fique atento às placas que sinalizam as áreas indicadas para banho, escolha um trecho da praia e mergulhe para se refrescar. O almoço pode ser em um dos bares da orla. Se quiser conhecer o Biruta Bar, não pense duas vezes. O restaurante, localizado nas areias da praia, fica em Brasília Teimosa, bairro litorâneo próximo a Boa Viagem.

A Oficina Brennand reúne cerca de 2 mil peças de um dos principais artistas plásticos de Pernambuco, em 15 mil m² de área construída

Peças da Oficina Brennand Peça da Oficina Brennand

Peças da Oficina Brennand. Crédito: Lais Telles/Esp. DP/D.A. Press

À tarde, não perca a chance de conhecer a Oficina Francisco Brennand, um espaço único dedicado a cerâmica e pintura de um dos principais artistas plásticos de Pernambuco. Situado no bairro da Várzea, Zona Oeste, a oficina reúne cerca de 2 mil peças nos 15 mil m² de área construída. Surgida das ruínas da antiga fábrica de cerâmica São João, conta com pátios, praças, alamedas e galerias de arte. Há, ainda, a opção de fazer um lanche no Brennand Café.

No turno da noite, desbrave a programação cultural da cidade. Recife é considerada a capital cultural do Nordeste, por suas manifestações artísticas (do frevo, maracatu e coco ao manguebeat de Chico Science) e por sua habilidade de agregar o que vem de fora. De olho no roteiro do Pernambuco.com, você encontra de festas alternativas no Roof Tebas, Vapor 48 (normalmente organizadas pelos coletivos Golarrolê, Superingosto e Altos Brotos), Bar Chef ou Estelita a shows de MPB ou atrações internacionais no Chevrolet Hall, Teatro Guararapes ou Teatro da UFPE. Escolha o que mais lhe agrada.

No segundo dia em solo pernambucano, conheça o rico artesanato local. No centro do Recife, o Mercado de São José (Praça Dom Vital, s/n, São José; fone: (81) 3355-3399), inaugurado em 1875, é uma das primeiras construções do Brasil que possui toda a sua estrutura em ferro. Carro-chefe dos mercados, ele oferece ao turista peças em barro, madeira, palha e fibra, além de iguarias gastronômicas. Para complementar as compras, estique até a Casa da Cultura, antiga casa de detenção que, desde 1975, funciona como centro comercial. Os boxes de artesanato, inclusive, estão instalados dentro das celas dos presidiários. A visita vale, até porque, perto dali, funciona o mais antigo restaurante em atividade do Brasil, o Leite. Fundado em 1882, o estabelecimento já serviu Assis Chateaubriand, Juscelino Kubitschek, João Goulart, Carlos Pena Filho, João Câmara, entre outros nomes importantes da política e cultura nacionais. A cartola, sobremesa típica de Pernambuco, é considerada a melhor da cidade. Experimente.

Artesanato local

O Mercado de São José e a Casa da Cultura oferecem ao turista peças em barro, madeira, palha e fibra. Na foto, trabalho de Roberto Vital, de Igarassu. Crédito: Hugo Acioly/Secretaria de Turismo de Pernambuco

Às 16h, dá partida a embarcação da Catamaran Tours, então, corra para o Cais de Santa Rita e faça seu check-in. O passeio "Rio Capibaribe e suas pontes" dura, em média, 70 minutos, e custa R$ 35 por pessoa. O trajeto margeia a Rua da Aurora, e passa em frente ao Palácio do Campo das Princesas, à Câmara de Vereadores e ao Teatro de Santa Isabel, percorrendo as três ilhas do centro: a do Recife, de Santo Antônio e da Boa Vista.

No Bairro do Recife (ou Recife Antigo, como os recifenses o chamam comumente), circule pelas ruas de paralelepípedo, como a Rua do Bom Jesus. Caminhe em direção à Praça do Marco Zero da cidade e observe, do outro lado da Bacia do Pina, o Parque das Esculturas Francisco Brennand, o mesmo da oficina visitada na véspera. Após o passeio, uma ótima opção é conhecer a Caixa Cultural Recife, espaço para exposições e pocket shows, também no Marco Zero.

Caiu a noite e você quer se divertir? Se ainda estiver no Bairro do Recife, tire partido da Rua da Moeda, Rua do Bom Jesus, Rua Vigário Tenório e Rua Tomazina - todas elas com bares e casas de show com preços acessíveis. Ainda no centro da cidade, a Rua Mamede Simões reúne boêmios no bar Central (número 144, Santo Amaro; fone: (81) 3222-7622), reduto de jornalistas, fotógrafos, designers e artistas, e nos bares de seu entorno - mais simples, mas nem por isso menos disputados. O clima é descontraído, a cerveja é barata e a conversa não tem hora para terminar. No bairro do Pina, Zona Sul, a Galeria Joana D'Arc oferece comes e bebes em um atmosfera semelhante, mas com preços um pouco mais salgados. Tem creperia, pizzaria e bar mexicano para relaxar durante a madrugada.

Querendo mais sofisticação, invista nos restaurantes, bares e boates de Boa Viagem, ainda na região sul da cidade. Por ser um bairro turístico, oferece vida noturna aos hóspedes que recebe. Jante no japonês Kojima, no italiano Pomodoro Café ou no francês Wiella Bistrô, beba no Cia do Chopp, Guaiamum Gigante ou Avenida do Chopp, e dance até de manhã no UK Pub ou Pink Elephant. Mas não vá perder a hora ao acordar no terceiro e último dia de viagem.

Gastronomia e piscinas naturais de Porto de Galinhas

No alto, pratos dos restaurantes Evoke e Marangatu, destaques da gastronomia de Porto de Galinhas. Crédito: Blenda Souto Maior/DP/D.A. Press. Embaixo, as piscinas naturais da mais famosa praia de Pernambuco. Crédito: Ministério do Turismo

A praia de Porto de Galinhas, em Ipojuca, foi eleita
por dez vezes a mais bonita do Brasil

No domingo, as pedidas são fora do Recife. Pela manhã, pegue um ônibus até o município de Ipojuca - bilhetes variando de R$ 5,70 a R$ 10,40. É lá que você vai encontrar a praia de Porto de Galinhas, eleita por dez vezes a mais bonita do Brasil. Localizada a 60 km do Recife, o balneário sabe receber seus turistas, com variadas opções de hospedagem, alimentação e lazer. Circule pela Vila, centrinho local, e mergulhe nas piscinas naturais de águas mornas. Você não vai se arrepender.

Vista do Alto da Sé

Vista do Alto da Sé. Crédito: Jaqueline Maia/DP/D. A. Press

Enquanto prestigia o pôr-do-sol no Alto da Sé, em Olinda, experimente a mais famosa tapioca de Pernambuco

De volta à Região Metropolitana do Recife, ainda há tempo de visitar Olinda, cidade vizinha ao Recife, a 6 km de distância. Patrimônio Histórico e Cultural da Unesco, o município de ladeiras íngremes merece um visita estendida. Mas se estiver apressado para pegar a estrada ou o voo de volta à sua cidade de origem, escolha conhecer o Alto da Sé: visite a Catedral da Arquidiocese de Olinda e Recife, coma uma tapioca preparada na hora e se despeça de Pernambuco com a vista deslumbrante da Cidade Alta.

Igreja da Sé

Igreja da Sé. Crédito: Lucas Oliveira /Esp DP/D. A. Press

Artesanato comercializado no Alto da Sé

Artesanato comercializado no Alto da Sé. Crédito: Ádria de Souza/Prefeitura de Olinda



  • Conheça as belezas do Pantanal brasileiro

  • Petrolina é a capital do Sertão de Pernambuco

  • Descubra as belezas do Litoral Sul pernambucano

  • Descubra as belezas do Litoral Norte pernambucano

  • Conheça o Centro de Artesanato de Pernambuco

  • História de Pernambuco preservada no Museu do Estado

  • Visite o Parque dois Irmãos

  • Fernando de Noronha é o Paraíso Pernambucano

  • Descubra a arte de Francisco Brennand

Saiba todos os filmes em cartaz, os shows agendados, as peças de teatro e exposições que fazem de Pernambuco um dos estados culturalmente mais ricos do Brasil. Tem opções para todos os gostos. É só se programar!

Quem experimenta as delícias da culinária regional pernambucana geralmente pede mais. Da macaxeira com charque ao bolo de rolo, a cozinha por aqui é lugar sagrado e o estado está cheio de opções de bares e restaurantes para vocês experimentar!







SIGA

Facebook

Google+

Twitter

Rss

[X Fechar]