PRISÃO

Preso na Espanha suspeito de enviar cartas-bomba à embaixada ucraniana e a Pedro Sánchez

Por: AFP

Publicado em: 25/01/2023 09:03

 (Foto: JAVIER SORIANO/AFP)
Foto: JAVIER SORIANO/AFP
O suposto autor de uma série de cartas-bomba enviadas no final do ano passado à embaixada da Ucrânia em Madri e ao presidente do Governo espanhol, Pedro Sánchez, foi preso nesta quarta-feira (25) — informou o Ministério do Interior.

O homem de nacionalidade espanhola — um aposentado de 74 anos, segundo uma fonte policial — foi detido em Miranda de Ebro (norte), "como o suposto autor do envio das seis cartas com material explosivo que foram enviadas no final de novembro e início de dezembro", disse o ministério em nota à imprensa.

"A operação (...) continua aberta, e buscas estão sendo feitas na casa do detido", acrescentou o ministério. As embaixadas da Ucrânia, dos Estados Unidos e o presidente do governo espanhol foram os destinatários das seis cartas com material explosivo, enviadas deste mesmo país, conforme os investigadores.

Também foram enviadas para a ministra da Defesa, para uma fábrica de armas que produzia lançadores de granadas enviados por Madri para a Ucrânia, assim como para uma base militar, de onde saíam voos com ajuda para o país invadido pelas tropas russas.

Em quase todos os casos, os envelopes foram interceptados antes de chegarem ao destinatário. A Justiça espanhola abriu uma investigação por um possível crime de terrorismo, enquanto Kiev ordenou o reforço da segurança das suas embaixadas.


COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.