ENFERMAGEM

Coren-PE tem regularização cadastral neste sábado

Publicado em: 21/01/2023 08:00 | Atualizado em: 21/01/2023 08:48

Ação viabiliza inscrição, renovação de carteira e pedido de segunda via do registro sem agendamento (Fábio Cadengue - AI Coren-PE)
Ação viabiliza inscrição, renovação de carteira e pedido de segunda via do registro sem agendamento (Fábio Cadengue - AI Coren-PE)
Profissionais de enfermagem que necessitam acessar serviços de atendimento presencial poderão fazer isso neste sábado, sem necessidade de agendamento. O Conselho Regional de Enfermagem de Pernambuco (Coren-PE) anunciou a realização da primeira edição deste ano do que chama de Mutirão de Regularização Cadastral, justamente para atender, sem necessidade de agendamento, profissionais que precisam solicitar, com urgência, qualquer dos serviços oferecidos pela autarquia que só podem ser realizados de maneira presencial.

Segundo informe do Coren-PE, serão distribuídas cem fichas para serviços como primeira inscrição, renovação de carteira, solicitações para emissão de segunda via do registro, de inscrição secundária e de transferência, além de cancelamento e suspensão da inscrição. O atendimento excepcional vai ser realizado exclusivamente na sede da instituição, na Avenida Conde da Boa Vista, 800, 9º andar, bairro Boa Vista, Região Centro do Recife, mediante distribuição de fichas entre 8 e 9 horas. O atendimento propriamente dito está programado para ocorrer das 9 às 15 horas. A relação completa dos documentos necessários para a realização de cada um dos serviços está disponível no endereço do Coren-PE na Internet (clique aqui).

Mutirões
Esta é a 7ª edição do Mutirão de Regularização Cadastral do Coren-PE. Em 2022, o Conselho realizou quatro ações, duas no Recife e outras duas em Caruaru, onde, ao todo, cerca de 500 profissionais conseguiram ter acesso aos serviços sem a necessidade de agendamento. Os serviços oferecidos pelo Coren, como emissão de carteira, retirar segunda via, fazer uma inscrição secundária (quando já se tem registro em outro estado) ou transferência (quando se tem registro em Pernambuco e vai atuar em outro estado) só podem ser concretizados de forma presencial, mediante coleta de informações e digitais, além da foto, tirada na hora do atendimento.

O Coren-PE informa que Pernambuco tem 130 mil profissionais de enfermagem, sendo que o último levantamento registrou que 64% estavam inadimplentes, por dever anuidade ou que não renovar o registro após cinco anos. Tais profissionais não precisam passar por recadastramento anual, pois o registro vale por cinco anos, mas, expirada a validade,  precisa fazer o recadastramento. Nos demais casos é preciso apenas pagar a anuidade.

*Com informações da Assessoria de Imprensa do Coren-PE.

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.