MUNDO

Boris Johnson: Putin não usará armas nucleares

Por: AFP

Publicado em: 19/01/2023 13:30 | Atualizado em: 19/01/2023 14:26

"Bobagem. Não vai usar armas nucleares. Ele é como o menino gordo de Dickens. Ele quer nos dar arrepios", acrescentou o ex-primeiro-ministro britânico (Crédito: AFP)
"Bobagem. Não vai usar armas nucleares. Ele é como o menino gordo de Dickens. Ele quer nos dar arrepios", acrescentou o ex-primeiro-ministro britânico (Crédito: AFP)
O ex-primeiro-ministro britânico Boris Johnson opinou, nesta quinta-feira (19), que o presidente russo, Vladimir Putin, "não usará armas nucleares", porque isso causaria uma "paralisia" econômica e pediu aos países ocidentais que forneçam mais armas para as tropas ucranianas.

Johnson, que participa do Fórum Econômico Mundial de Davos (Suíça), disse que Putin busca apresentar a guerra na Ucrânia como um "confronto nuclear entre a Otan e a Rússia".

"Bobagem. Não vai usar armas nucleares. Ele é como o menino gordo de Dickens. Ele quer nos dar arrepios", acrescentou.

"O menino gordo" é um personagem do primeiro romance de Charles Dickens, "The Posthumous Papers of the Pickwick Club", de 1837, que se diverte, assustando uma senhora. A edição em português se chama "As aventuras do Sr. Pickwick".

Boris Johnson argumentou que Putin nunca usaria armas nucleares, porque isso provocaria uma "paralisia completa" da economia. Além disso, acrescentou, levaria China e Índia a se voltarem contra Moscou.

O agora ex-premiê, que renunciou em julho após uma série de escândalos, foi um grande aliado da Ucrânia durante seu mandato.

Ainda sobre este tema, Johnson pediu às nações ocidentais que parem de se concentrar no chefe do Kremlin e forneçam mais armas para que a Ucrânia possa se defender.

"Eles vão vencer. Devemos ajudá-los a vencer o mais rápido possível", insistiu, referindo-se às tropas ucranianas.

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.