MÓVEIS

Brasil leva produtos de alto padrão para feira de móveis nos EUA

Publicado em: 24/05/2022 20:50

 (Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
Um dos maiores importadores da produção moveleira do Brasil, os Estados Unidos receberam 65 empresas brasileiras no evento Casa Brasil em Nova York, que terminou hoje (25). A ação foi promovida pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex Brasil), em paralelo à Contemporary Furniture Fair (ICFF) – maior feira da América do Norte de design de móveis contemporâneos.

Com cerca de 23% de participação no mercado de móveis brasileiros e responsável pelo consumo de 40% da produção nacional, os Estados Unidos são os maiores parceiros do Brasil no setor nos últimos 5 anos, informou a gerente de Indústria e Serviços da Apex Brasil, Maria Paula Veloso, durante entrevista ao programa A Voz do Brasil.

“A Apex atua por meio de parcerias com entidades dos principais setores brasileiros. Atualmente, temos 50 projetos em execução com acordos de cooperação técnica e financeira com duração de 24 meses e ações previstas para promoção em diversos mercados. São eventos internacionais, rodadas de negócios, ações de comunicação e etc.”, informou.

Segundo dados apresentados por Maria Paula, o Brasil teve um aumento de 51% nas exportações no período entre 2020 e 2021. Para 2022, seguindo as projeções, o aumento deve seguir a tendência e apresentar alta de 42%, explicou.

“De fato, a indústria brasileira tem como atender esse mercado porque tem uma diversidade muito grande de produtos para diferentes classes sociais norte-americanas: desde móveis mais simples até móveis com alto valor e design diferenciado”, disse Maria Paula.

Assista ao programa:
 
 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Mais lidas

Últimas