MUDANÇAS CLIMÁTICAS

Brasil vai sediar Fórum Mundial de Bioeconomia pela primeira vez

Publicado em: 22/09/2021 14:56

 (crédito: Raphael Alves/AFP)
crédito: Raphael Alves/AFP
O Brasil sediará pela primeira vez o Fórum Mundial de Bioeconomia. O evento internacional ocorrerá em Belém (PA) nos dias 18, 19 e 20 de outubro e tem o intuito de reunir lideranças de vários países para debates. Nesta quarta-feira (22), organizadores esclareceram pontos que serão abordados no encontro, que acontece pela primeira vez fora da Europa.

O fundador do fórum, Jukka Kantola, disse que a escolha de Belém para sediar o evento dfoi motivada pelo fato de a região ser a entrada para a Amazônia. O finlandês ainda apontou que o intuito do encontro é fomentar o engajamento de empresas e companhias, além de criar mais ferramentas para aumentar a sustentabilidade e diminuir as mudanças climáticas. Em 2021, a agenda será baseada em quatro pilares: a bioeconomia: pessoas, planeta, políticas; líderes globais e mundo financeiro; bioprodutos ao nosso redor; e olhando para o futuro.

Teresa Presas, executiva da Navigator Company, explicou que a bioeconomia no Pará abrange basicamente produção local, como frutas e artesanato, além da produção de commodities. Ela detalhou ainda que o encontro contará com ministros, grandes investidores nacionais e internacionais, acadêmicos de quatro países diferentes, além do vice-presidente da República, Hamilton Mourão.

Ao serem questionados sobre como trazer a atenção dos investidores à temática, Teresa deu exemplos do que já acontece. “A Natura — empresa — trabalha com o povo da Amazônia como parceiro para desenvolver produtos e fomentar a produção local. Eles envolvem essas pessoas e fomentam a economia local. Um outro (investidor) é o banco Santander, que também está por trás das iniciativas na região”, comentou.  
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Mais lidas

Últimas