Programa

CUFA distribui benefícios para mulheres da comunidade Jardim Brasil II

Publicado em: 04/12/2020 19:00

Fintech Superdigital vai abrir contas digitais e beneficiadas vão receber cartão com crédito. (Foto: Cufa/Divulgação)
Fintech Superdigital vai abrir contas digitais e beneficiadas vão receber cartão com crédito. (Foto: Cufa/Divulgação)

A Central Única de Favelas (CUFA) vai distribuir um benefício para 20 mil mulheres por meio da fintech Superdigital, depois de arrecadar R$ 7,2 milhões na Semana Santander. As beneficiadas, através do Programa Mães da Favela, vão receber os recursos em uma conta digital, que pode ser movimentada por aplicativo ou com o uso do cartão pré-pago. Em Pernambuco, 650 mulheres da comunidade Jardim Brasil II, em Olinda, serão contempladas. A Superdigital já iniciou o processo de abertura das contas e a CUFA vai distribuir os cartões com o crédito da primeira de duas parcelas de R$ 120, referentes a duas cestas básicas. 

Os recursos do benefício poderão ser usados para fazer compras em qualquer estabelecimento, seja físico ou digital, com o cartão, pagar boletos bancários ou sacar em caixas eletrônicos da Rede 24 horas sem a cobrança de taxas. O envolvimento da Superdigital permite que as mulheres gerenciem o dinheiro de forma simples e segura e com autonomia.

"Elas poderão controlar melhor seu orçamento e movimentar a conta digitalmente. Vemos também como oportunidade de inseri-las no universo bancário e oferecer educação financeira, já que muitas são autônomas e recebem pagamentos no mercado de trabalho informal", afirma Luciana Godoy, CEO da Superdigital no Brasil.

É importante ressaltar que as mães cadastradas no projeto não precisam ir ao banco, já que a movimentação bancária será feita pelo aplicativo no celular. Elas também terão acesso ao conteúdo do Blog Superdigital, que oferece dicas sobre educação financeira. 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Mais lidas

Últimas