Prévia

IPCA-15: Inflação aumenta 0,71% e Recife segue tendência

Publicado em: 23/01/2020 19:07

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) mostrou uma evolução de 0,71% entre a segunda quinzena de dezembro passado e a primeira de janeiro. Divulgado ontem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o IPCA-15 é uma prévia da inflação mensal e, embora tenha caído 0,34% em relação à taxa de 1,05% de dezembro, foi o maior resultado registrado no mês de janeiro desde 2016. Em 12 meses, o IPCA-15 acumula alta de 4,34.

A pesquisa, realizada em onze regiões metropolitanas do país, apontou que o grupo de Alimentação e Bebidas teve uma variação de 1,83%, a maior entre os demais grupos de produtos e serviços. As carnes deram a maior contribuição, com alta de 4,83%, bem menor que a de 17,71% do mês anterior. Transportes veio em segundo lugar, com aumento de 0,92%, muito próximo dos 0,90% de dezembro. Houve queda no grupo Habitação (-0,14%).

Brasília apresentou a menor alta (0,29%), enquanto Belém registrou a maior (1,13%). Acompanhando o resultado nacional, Recife teve um aumento de 0,78%, entre dezembro e janeiro e de 4,00% nos últimos 12 meses. De acordo com a gerente de Planejamento e Gestão do IBGE em Pernambuco, Fernanda Estelita Lins, a inflação do Grande Recife também foi puxada pelo grupo Alimentação e Bebidas, com alta de 2,36% e destaque para Alimentação no Domicilio (2,05%), impactada pelo aumento de 10,18% da carne bovina e de 3,82% em carnes e peixes industrializados.

Para contrabalançar, a pesquisa no Recife mostrou queda de 0,58% em Habitação, com variação negativa de -0,42% em aluguéis residenciais e de -0,41% nas despesas com condomínio, reparos e manutenção dos lares. “O Recife reflete a problemática da carne que já está tendo uma desaceleração do ritmo de preço. É provável que o efeito seja menor no IPCA cheio, de todo o mês de janeiro”, analisa o professor de Economia da Universidade Federal de Pernambuco, Ecio Costa. Segundo ele, o impacto do aumento do preço da gasolina no grupo de Transportes do IPCA-15 pode ser atenuado com a redução do preço nas refinarias, anunciada ontem pela Petrobras, refletindo queda no mercado internacional de petróleo.
TAGS: ipca | previa | recife | inflacao |
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Mais lidas

Últimas