Medida ICMBio começa a nomear policiais para chefiar unidades de conservação

Por: Agência Estado

Publicado em: 01/07/2019 20:02 Atualizado em:

O comandante da Polícia Militar Ambiental de São Paulo, coronel Homero de Giorge Cerqueira, assumiu a presidência do ICMBio em abril. Foto: Divulgação (Foto: Divulgação)
O comandante da Polícia Militar Ambiental de São Paulo, coronel Homero de Giorge Cerqueira, assumiu a presidência do ICMBio em abril. Foto: Divulgação
Depois de ter as suas chefias repassadas para oficiais da Polícia Militar nos últimos três meses, o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) começa agora a ter as coordenações de suas unidades de conservação comandadas por policiais.

O comandante da Polícia Militar Ambiental de São Paulo, coronel Homero de Giorge Cerqueira, que assumiu a presidência do ICMBio em abril, nomeou o 2º tenente da PM do Maranhão Antonio Victor Moreira Gonçalves para ocupar o cargo de chefe do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, um dos principais alvos do governo para que seja concedido à iniciativa privada.

Outra nomeação feita pela presidência do ICMBio é a de Marledo Egídio Costa, policial militar em Santa Catarina. No caso de Costa, o PM não assumirá apenas uma unidade, mas 41 florestas protegidas. Como chefe da coordenação regional do ICMBio em Florianópolis, ele passa a ser responsável por todas as unidades de conservação federais da região Sul do País, além de uma outra situada na divisa entre os Estados do Paraná e Mato Grosso do Sul.

Desde que assumiu o Ministério de Meio Ambiente, Ricardo Salles tem nomeado oficiais da Polícia Militar e Defesa para ocupar cargos de chefia na pasta, no Ibama e no ICMBio. As informações divulgadas pelos órgãos foram centralizadas no MMA e, antes de qualquer divulgação, devem ser “validadas” pelo ministério. Internamente, o MMA também passou a tratar informações rotineiras como algo sigiloso, fechando o acesso de servidores a dados comuns e administrativos executados pela pasta.

O Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses faz parte da lista de 20 unidades de conservação que o governo pretende leiloar. Outras três prioridades são os parque nacionais de Jericoacoara (CE), Chapada dos Guimarães (MT) e Aparados da Serra (RS). Hoje, 100% da gestão desses parques é feita pelo ICMBio.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas