Crime Tiroteio deixa passageiro morto e vigilante ferido no Terminal Pelópidas Silveira

Publicado em: 28/06/2019 19:11 Atualizado em: 29/06/2019 11:48

Terminal estava cheio no momento do ocorrido. Foto: Diogo Cavalcante/DP
Terminal estava cheio no momento do ocorrido. Foto: Diogo Cavalcante/DP

Um tiroteio no Terminal Integrado Pelópidas Silveira, na cidade do Paulista, deixou um passageiro morto e um vigilante ferido, por volta das 17h desta sexta-feira (28), horário de grande movimentação no TI. O passageiro Cristiano Amorim, 45 anos, foi vítima de uma bala perdida depois que um ambulante e um segurança do terminal tiveram uma discussão.

De acordo com informações de testemunhas, um gestor do Grande Recife Consórcio de Transportes (GRCT), que comanda o terminal, teria ido abordar um ambulante que estava comercializando no local. Neste momento, o rapaz teria agredido o gestor com empurrões. A confusão se estendeu até as imediações do posto da Celpe dentro do TI. O gestor conseguiu sair da briga, porém ela continuou, com o vigilante do local.

Outros ambulantes teriam tentado dar uma rasteira no vigilante e roubar a arma dele, iniciando o tiroteio. O tiro que atingiu Cristiano, que estava nas proximidades do posto da Celpe, teria partido de um ambulante, com a arma do vigilante. O segurança teria caído no chão e batido a cabeça. POpulares afirmaram à reportagem que o profissional teria sido atingido com dois tiros na coxa. O terminal estava cheio no momento do ocorrido. O passageiro morreu no local. O vigilante foi levado para o Hospital Miguel Arraes (HMA).

Em nota, o Grande Recife Consórcio chamou de incidente o homicídio dentro do Terminal Integrado (TI). "As informações dão conta de que um ambulante durante uma discussão com o vigilante pegou a arma do profissional. Durante a confusão, o vigilante caiu batendo a cabeça no chão e um usuário foi baleado por disparos executados pelo ambulante. A Policia Militar foi acionada. O ambulante fugiu do local e tanto o vigilante quanto o usuário foram socorridos. Contudo o passageiro Cristiano Amorim, 45 anos, foi socorrido para o Hospital Miguel Arraes, mas veio a óbito", disse a nota.

Ainda segundo o Grande Recife, o regulamento do Sistema de Transporte Público de Passageiro proíbe completamente o comércio informal dentro dos Terminais Integrados do Recife e Região Metropolitana, bem como dentro dos ônibus e Estações de BRT. "Para evitá-lo, o Grande Recife conta com o trabalho da empresa terceirizada BBC, que atua sob a coordenação da Gerência de Segurança Institucional do Consórcio. Esse departamento foi criado em 2015 e trabalha em parceria com a Dircon, apreendendo mercadorias comercializadas nesses espaços. A atividade conta com uma equipe volante de segurança que visita os 26 Terminais em operação", continuou a nota do consórcio, que possui 42 estações sob sua administração.
 
A Polícia Militar de Pernambuco informou que enviou equipes do 17º Batalhão da Polícia Militar (BPM) ao Terminal Pelópidas Silveira e realiza incursões na área à procura do ambulante que efetuou os disparos contra as duas vítimas. Já a Polícia Civil de Pernambuco afirmou que até o fim do expediente desta sexta-feira (28), nenhuma ocorrência havia chegado para as equipes do órgão.  

Vítima

Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Reprodução/Instagram


Nas redes sociais, os parentes de Cristiano se mostram arrasados com sua partida. "Devastada com a morte do meu cunhado @cristianoledson vitima da violência urbana. Quanta tristeza no meu peito. Uma família sofrendo com um crime bárbaro de um homem honesto, trabalhador, marido e pai virtuoso. Vai em paz meu querido. Aqui a gente vai cuidar da sua familia @mamaede_6 . Deus te recebe com glórias. #rip", escreveu a cunhada, a jornalista Jaimar Chedid.

O velório do farmacêutico será neste sábado às 13h, na Igreja de Paratibe II, no Paulista. Já o enterro acontece às 16h, no Cemitério de Paulista. Cristiano deixa a esposa e quatro filhos.

 
Com informações de Diogo Cavalcante 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas