Números Segmento de franquias em Pernambuco apresenta crescimento no primeiro trimestre de 2019

Por: Anamaria Nascimento

Publicado em: 27/06/2019 15:16 Atualizado em: 27/06/2019 15:28

A expansão em Pernambuco foi maior do que a registrada no Nordeste. Foto: Studio F/ABF FRANCHISING 2019
A expansão em Pernambuco foi maior do que a registrada no Nordeste. Foto: Studio F/ABF FRANCHISING 2019

O segmento de franquias em Pernambuco apresentou crescimento no primeiro trimestre deste ano em relação ao mesmo período de 2018. De acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF), a receita do setor cresceu 11,6% no estado quando comparados dados de 2019 e do ano passado. A pesquisa trimestral de desempenho feita pela entidade mostrou que o faturamento passou de R$ 1,02 bilhão para R$ 1,14 bilhão. A expansão foi maior do que a registrada no Nordeste. Na região, a receita passou de R$ 5,23 bilhões para R$ 5,59 bilhões, uma variação de 7%.

Nesse período, o número de unidades passou de 2.249 para 2.550, isto é, houve um crescimento de 13%. Já o número de redes de franquias aumentou de 327 para 398, apresentando uma variação positiva de 22%. Os segmentos que mais se destacaram no estado foram saúde, beleza e bem-estar - com 28,8% de participação -; alimentação (27,3%); moda (12,4%); serviços educacionais (8,7%) e serviços (6,7%).

A expectativa de franqueadores é de mais alta em 2019, apesar da crise econômica que o país atravessa. “Quando você está em um cenário de crise, não quer arriscar. A franquia traz isso porque tem marca, processo, modelo de negócio por trás. O índice de mortalidade de franquias é de 3,5%, cinco vezes menor do que o de fechamento de negócios independentes”, pontua o presidente da ABF, André Friedheim.

Os números do setor devem ser alavancados ainda pelos novos negócios fechados na 28a edição da ABF Franchising Expo, a maior feira de franquias em número de visitantes do mundo, que acontece até este sábado em São Paulo. A expectativa é de que 60 mil pessoas circulem pelo evento, que começou ontem e reúne 400 marcas, incluindo as pernambucanas Bonaparte, Yes Comestics, Grau Técnico, Co.Wok e MBF. “Com perspectivas de crescimento do PIB e a melhora da confiança empresarial, esse ritmo de expansão deve se manter ou até acelerar um pouco, o que traz grandes oportunidades para quem deseja ingressar no sistema”, afirma Friedheim.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas