São Pedro Praça do Arsenal terá três dias de festa neste ciclo junino

Publicado em: 26/06/2019 16:32 Atualizado em: 26/06/2019 17:33

Foto: Andrea Rego Barros/PCR
Foto: Andrea Rego Barros/PCR

A Praça do Arsenal vai virar a praça do arraial nesta terceira semana de programação do São João do Recife. Desta quinta-feira (27) até o dia 29, vai ter festa todo dia no centro histórico da cidade. A Caminhada do Forró abre caminho nesta quinta (27). O passeio na roça segue, no dia 28, com o Forró de PE, espetáculo preparado para celebrar os vários sotaques que o forró ganha nas diversas regiões do Estado, com atrações do Sertão do Agreste, da Mata Norte, Mata Sul e Região Metropolitana do Recife. No dia 29, a Frei Caneca FM celebra seu primeiro aniversário, em programação montada com curadoria e chancela da rádio.

Forró de PE

Nesta sexta-feira (28), forrozeiros de todas as regiões do estado voltam a se encontrar na Praça do Arsenal no espetáculo Forró de PE. A partir das 19h, vários artistas que beberam na fonte de Gonzaga celebram o forró em todos os seus sotaques. O espetáculo começa pela Região Metropolitana, que será representada pela Bandinha Junina Veneno e por Toinho do Baião. Depois deles, Zequinha dos Oito Baixos canta a Mata Sul e o Forró de Matulão desfila as tradições da Mata Norte. O Agreste será cantado pelo Trio Lagoa Grande, do Sítio Mocotó, localizado na cidade de Surubim. O espetáculo será apresentado no encerramento do Desfile das Bandeiras Juninas.

Palco Frei Caneca

A celebração do mês de aniversário da rádio pública do Recife será convidando os ouvintes para curtirem a segunda edição do Palco Frei Caneca FM, neste sábado (29), na Praça do Arsenal, no Bairro do Recife. O evento, que inicia às 19h, terá shows dos pernambucanos do projeto Reverbo, Zeca do Rolete e uma roda de samba em homenagem aos 100 anos de Jackson do Pandeiro.

As apresentações começam pelo tributo aos 100 anos de nascimento do paraibano de Alagoa Grande, Jackson do Pandeiro, que teve sua carreira profissional iniciada no Recife, justamente em uma emissora de rádio. Mais conhecido por suas vertentes de coco e forró, a obra de samba de Jackson ainda é pouco visitada, mas foi dele a responsabilidade de introduzir a sanfona no samba. No espetáculo, um time de bambas do ritmo irá se reunir para reproduzir 13 canções do mestre como ‘A ordem é samba’, ‘Chiclete com banana’ e ‘Samba do Ziriguidum’, entre outras.

No palco, músicos como o maestro Deneil Laranjeiras irão se unir às vozes de Lucinha Guerra, Nanau Nascimento e ao puxador de samba-enredo da Gigante do Samba Jamelão que, ao lado de nomes como Rafa Almeida (Cordel do Fogo Encantado), Elias Paulino (Grupo Terra) e outros, irá percorrer a obra do Rei do Ritmo.

Em seguida, o projeto Reverbo apresenta a cena autoral contemporânea, representada por Agda Moura, Almério, Gabi da Pele Preta, Isabela Moraes, Joana Terra, Jr Black, Juliano Holanda, Luiza Fitipaldi, Marcello Rangel e Vinícius Barros. Para encerrar a noite, o público vai brincar na pisada do coco, com o mestre Zeca do Rolete. Com 75 anos e mais de 60 dedicados à cultura popular, o coquista irá apresentar músicas próprias e cocos do cancioneiro popular.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas