determinação judicial Nova decisão da Lava Jato bloqueia 78 milhões em bens de Lula

Por: Danielle Santana - DP

Publicado em: 27/06/2019 08:54 Atualizado em:

Arquivo/Agência Brasil
Arquivo/Agência Brasil
A pedido do Ministério Público Federal, o juiz Luiz Antonio Bonat, responsável pelos processos da Operação Lava Jato em primeira instância em Curitiba, determinou o bloqueio de 77,9 milhões de reais em bens do ex-presidente Lula, no dia 18 de junho. 

Lula responde pela acusação de ter recebido 12,4 milhões de reais em propina da Odebrecht através de dois imóveis. O valor determinado pelo juiz se baseia nos 75,4 milhões de reias que teriam sido pagos em propina pela construtora ao Partido dos Trabalhadores a partir dos oito contratos da Petrobras que a Operação Lava Jato investiga.

Para chegar ao valor de quase 78 milhões, o juiz Luiz Antonio Bonat descontou R$ 504.000 que teriam sido pagos pela Odebrecht pela cobertura vizinha à de Lula em São Bernardo do Campo, além de diminuir em 10 milhões o valor da multa estimada pelos procuradores. 

A defesa do ex-presidente entrou com recurso no Supremo Tribunal Federal na última segunda-feira, 24.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas