turquia Milhares de pessoas comemoram a posse do novo prefeito de Istambul

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 27/06/2019 14:43 Atualizado em:

Foto: BULENT KILIC / AFP
Foto: BULENT KILIC / AFP
Milhares de pessoas se reuniram para saudar o novo prefeito de Istambul, Ekrem Imamoglu, durante a posse do cargo nesta quinta-feira (27), dias depois de ter feito o partido do presidente turco Recep Tayyip Erdogan sofrer uma dura derrota. 

"Todos juntos repararemos os danos causados à democracia", declarou ele diante dos seguidores.

"O povo de Istambul confirmou sua fé na República e na democracia. Eu amo todos vocês!", afirmou ainda. 

Há apenas algns meses, Imamoglu era um desconhecido, mas conseguiu congregar uma oposição incapaz durante muito tempo de medir forças com Erdogan, castigando o partido no poder com não apenas uma, mas duas derrotas em Istambul. 

Ele venceu nas eleições municipais de março, mas a votação foi anulada por Erdogan, que denunciou irregularidades.

No domingo passado, as eleições foram repetidas e Imamoglu voltou a ganhar com 54% dos votos. 

A perda de Istambul, capital econômica e cultural do país, onde vivem mais de 15 milhões de pessoas, é um revés simbólico importante para Erdogan, que foi prefeito dessa localidade nos 1990. 

"Vencer em Istambul é vencer na Turquia", costumava dizer.

No entanto, seu partido, o AKP (islamâmico-conservador), governo 25 dos 39 distritos que compõem a cidade e tem uma maioria cômoda no conselho municipal. Portanto, poderá bloquear as ações de Imamoglu se assim desejar.

Ciente da relação de forças entre as duas partes, Imamoglu se declarou disposto a trabalhar em "harmonia" com Erdogan, em seu primeiro discurso após sua vitória no domingo. 

Segundo a mídia turca, o governo publicou recentemente uma circular na qual indica que a partir de agora caberá ao conselho militar, e não ao prefeito, fazer as nomeações nas empresas municipais. 

Nas eleições municipais de março, o AKP também foi derrotado na capital do país, Ancara.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas