demanda energética Começa o leilão de energia nova A-4

Por: Agência Estado

Publicado em: 28/06/2019 10:45 Atualizado em:

Reprodução/Pixabay
Reprodução/Pixabay
Começou na manhã desta sexta-feira, 28, o Leilão de Energia A-4, que tem por objetivo contratar energia proveniente de novos empreendimentos de geração de fontes hidrelétrica, eólica, solar fotovoltaica e termelétrica a biomassa, com início do suprimento a partir de janeiro de 2023.

A expectativa é baixa contratação. As estimativas de mercado para o volume de energia a ser contratado amanhã oscilam de 150 MW médios a 300 MW médios, mas os projetos viabilizados podem ter uma capacidade para atender volume superior a esse, já que os investidores têm buscado desenvolver empreendimentos que vendem energia simultaneamente para o mercado regulado - cuja contratação se dá nos leilões governamentais - e para o mercado livre, no qual a comercialização se dá de forma bilateral.

Diante da baixa demanda por energia e do grande número de empreendimentos interessados, a tendência é de forte competição.

Foram cadastrados 1.581 projetos para o leilão, todos de fontes renováveis, somando 51,2 GW de capacidade instalada. A fonte solar fotovoltaica responde pela maior parcela, com 751 projetos com capacidade instalada total de 26,2 GW, superando os 23,1 GW da energia eólica, também com 751 projetos.

Serão comercializados no leilão Contratos de Comercialização em Ambiente Regulado (CCEARs) por quantidade, com prazo de suprimento de 30 anos, para empreendimentos hidrelétricos, com preço inicial de R$ 288,00/MWh; contratos por disponibilidade, com prazo de suprimento de 20 anos, para usinas a biomassa, com preço inicial de R$ 311,00/MWh; e contratos por quantidade, com prazo de 20 anos, diferenciados por fontes, para empreendimentos a partir das fontes eólica e solar fotovoltaica, com preços iniciais de R$ 208,00/MWh e R$ 276,00/MWh, respectivamente.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas