Evento Carlos Augusto Costa integrará debate sobre Plano Real em Brasília

Publicado em: 28/06/2019 16:44 Atualizado em:

Foto: Divulgação (Foto: Divulgação)
Foto: Divulgação
O gerente executivo da Fundação Getúlio Vargas, Carlos Augusto Costa, participará do evento "Correio Debate: 25 anos depois do Real, os desafios para o Brasil", nesta segunda (1º), às 14h, no auditório do Correio Braziliense, em Brasília. Ele complementa o painel 3, dividindo mesa com  o ex-diretor do Banco Central do Brasil Aldo Luiz Mendes e o diretor de Organização do Sistema Financeiro e de Resolução do Banco Central, João Manoel Pinho de Mello, para debater “O Brasil do futuro: um mundo novo a ser explorado, tecnologias e dinheiro”. 

Exatamente na segunda-feira (1º), o Plano Real - o programa de estabilidade econômica mais duradouro do país - completa 25 anos. Foi através desse projeto que o Brasil conseguiu criar uma rede de proteção social e conscientizar a população quanto à importância da estabilidade de preços. Assim, com o consequente fim da hiperinflação, mais de 50 milhões de pessoas conseguiram ascender à classe média. Entretanto, mesmo com todos os avanços históricos, o país não ainda não alcançou a consolidação de um ritmo sustentado do crescimento econômico. Sem a participação significativa do Produto Interno Bruto (PIB) por um período extenso, conseguir superar todos os problemas que atormentam a população fica mais difícil. Os ganhos proporcionados pelo Real são bastante significantes, mas o Brasil ainda é um dos países mais desiguais do mundo.

“Avaliar e comemorar os índices econômicos é fundamental para que a gente consiga garantir que a trajetória vai ser continuada de uma economia estável, uma inflação sob controle, com crescimento econômico e com isso vamos poder gerar mais emprego e renda para a população. Vários avanços foram feitos, mas o Brasil precisa urgentemente voltar a crescer. Só com crescimento econômico você consegue incluir pessoas e distribuir renda”, destacou Carlos Augusto Costa.

Além de Carlos Augusto, também participam do evento Fernando Henrique Cardoso (ex-presidente da República), Persio Arida (ex-presidente do Banco Central), Carlos von Doellinger (presidente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), Gustavo Loyola (ex-presidente do Banco Central do Brasil), João Manoel Pinho de Mello (diretor de Organização do Sistema Financeiro e de Resolução do Banco Central), Rodrigo Spada (vice-presidente da Febrafite), Claudio Adilson (sócio-diretor da MCM Consultores), José Luis Oreiro (professor adjunto do departamento de economia da Universidade de Brasília), Roberto Padovani (economista-chefe do banco Votorantim), Fernando Honorato (economista-chefe do Bradesco), Tony Volpon (economista-chefe do Banco UBS), Aldo Luiz Mendes (ex-diretor do Banco Central do Brasil).



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas