Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Tecnologia

TECNOLOGIA

Centro de Inovação da Algar se une à UFPE para lançar primeiro laboratório Open Lab 5G

Publicado em: 16/05/2023 09:45

 (Pixabay / Reprodução)
Pixabay / Reprodução

O Brain, centro de inovação fundado pela Algar Telecom, empresa de telecomunicações e TI do Grupo Algar, aliou-se à Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) para desenvolver soluções junto ao primeiro Open Lab 5G do Brasil. O projeto, financiado pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC), tem a coordenação do Centro de Informática (CIn) da UFPE e a participação do INES (Instituto Nacional para Engenharia de Software). 


O laboratório segue o modelo de inovação aberta e propõe parcerias com a indústria, operadoras de telecomunicações, provedores de conteúdo e serviços, empresas de equipamentos, startups e atores do setor de desenvolvimento de software. Neste primeiro momento, o foco da parceria está na indústria 4.0, na automação industrial e na integração de diferentes tecnologias com a inteligência artificial, vertical de agro e soluções que potencializem o Internet of Things (IoT).


“O Brain chega para contribuir com uma visão mercadológica e de modelagem de negócios para o projeto, além de trazer players de todas as camadas de atuação do ecossistema de inovação que possam compor e colaborar com a iniciativa, definindo casos de uso que sejam relevantes e gerem valor para a sociedade”, explica Zaima Milazzo, diretora de Inovação da Algar Telecom e presidente do Brain. "Importante destacar, ainda, que Pernambuco tem a vocação para esse mundo moderno que cada dia mais pede as soluções 5G. Nós acreditamos nesse potencial há anos, tanto que temos um escritório em Recife, um dos maiores polos tecnológicos do país”, conclui. 


Para Veronica Teichriebt, professora, pesquisadora e coordenadora de cooperação e inovação do CIn-UFPE, “a parceria do Brain e da Algar Telecom é de grande relevância não somente do ponto de vista das plataformas estruturantes para o desenvolvimento de tecnologias 5G, mas para experimentação de cases práticos que se beneficiam da conectividade 5G em diversas indústrias, como cidades inteligentes, segurança e agro, aproveitando o expertise do CIn-UFPE em áreas como engenharia de software, realidade aumentada, visão computacional e inteligência artificial”. 


A Algar Telecom foi a primeira operadora a lançar o 5G no Brasil. Em dezembro de 2021, a companhia levou a tecnologia às regiões de Uberlândia, Uberaba e Franca na frequência 2,3 GHz. Desde então, o foco é expandir o 5G para novas localidades dentro dessas áreas e ampliar a cobertura na faixa de 3,5 GHz nas cidades onde já foi liberada. 


Parcerias pela inovação


A inovação está presente nos pilares que sustentam os objetivos estratégicos da Algar Telecom, que aposta no modelo de inovação aberta desde 2017, com a fundação do Brain, para buscar parcerias que promovam o desenvolvimento de soluções disruptivas. A proposta é garantir que a inovação aconteça em colaboração com agentes externos, como startups, universidades, parceiros, colaboradores e clientes, entre outros.


Com esse foco, os programas de Open Innovation da Algar Telecom e do Brain já atraíram, nos últimos quatro anos, 1354 startups. Desse total, foram selecionadas 113 com potencial de desenvolvimento de oportunidades e 19 tiveram produtos lançados. Além disso, em 2022 a Algar Telecom lançou a Algar Venture Builder para consolidar ainda mais seu posicionamento no ecossistema de startups. Constituída como uma nova unidade de negócios, ela tem consultoria direta do Brain e, em seu primeiro ano, já prospectou mais de 450 startups – sendo que três já estão incorporadas no portfólio (BillApp, VerseX e LRM TECH). 


Sobre o Brain


O Brain é o Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT) fundado pela Algar Telecom, que possui a sua sede em Uberlândia/MG e suas filiais em São Paulo/SP, Recife/PE e Lisboa (Portugal). Por meio do modelo de inovação aberta e parcerias estratégicas, o Brain promove o desenvolvimento de soluções disruptivas com o foco em Internet of Things (IoT), Digital, 5G e Cloud/Edge Computing, para as verticais de negócios de Agronegócios e Farming, Indústria 4.0, Saúde, Small Medium Business e Smart Spaces. Os novos produtos, serviços e modelos de negócio são criados com o objetivo de simplificar o dia a dia das pessoas e empresas.


Os times de trabalho do Brain são divididos em squads e para a execução das novas soluções o Centro de Inovação utiliza o framework Scrum para implementar o desenvolvimento ágil, que possui princípios relacionados à colaboração, à auto-organização e a equipes interdisciplinares. Esse formato permite que os times tenham um desenvolvimento mais dinâmico, focado e com entregas rápidas. Além de ser um ambiente criativo, dinâmico e inspirador, o Brain também atua com foco em cultura de inovação e mudança do mindset.


Sobre a Algar Telecom


A Algar Telecom, empresa do grupo Algar, possui um amplo portfólio com soluções de Telecom e TI para atender clientes corporativos (B2B) e do varejo (B2C). A companhia oferece internet por fibra óptica em ultravelocidade, celular de qualidade, serviços de voz, dados, e TI, incluindo serviços de cloud e de segurança de redes, além de sistemas de gestão para pequenas empresas. 

Com 69 anos de mercado, possui uma moderna infraestrutura, suportada por uma rede de 122 mil km de fibra óptica que serve, atualmente, mais de 372 cidades, em 16 estados do Brasil e no Distrito Federal. Para todos esses locais, a empresa investe em um atendimento personalizado, consultivo e eficaz para entregar cada vez mais qualidade aos clientes.


Companhia aberta, não listada em bolsa desde 2007, a Algar Telecom se compromete com as melhores práticas de governança corporativa. São mais de 4,5 mil associados - como são chamados os colaboradores da empresa - comprometidos em manter um relacionamento próximo com seus clientes e alta qualidade na prestação de serviços, com práticas sustentáveis e inovadoras.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Mergulho no Brasil é uma possibilidade para os turistas chineses
Cenas da China aparecem em meio ao barroco brasileiro e intrigam pesquisadores
Ao vivo no Marco Zero 09/02 - Carnaval do Recife 2024
Trinta anos de amor de um brasileiro pelo kung fu chinês
Grupo Diario de Pernambuco