Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Tecnologia

ENSINO

Pernambuco ganha centros tecnológicos para incentivar a inclusão digitaL

Publicado em: 17/03/2023 12:40 | Atualizado em: 17/03/2023 20:37

A partir de investimentos da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação, os primeiros Centros Tecnológicos Comunitários (CTC) começam a ser inaugurados
A Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti/PE) apoia projetos de desenvolvimento e inovação inclusiva que promovam o letramento digital, a capacitação tecnológica e a democratização do acesso à internet e às tecnologias digitais. O objetivo é enfrentar a exclusão digital em Pernambuco, que atinge 25% dos domicílios, segundo dados do Painel TIC COVID-19 (2022). O órgão, junto à Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (Facepe), investe em oito iniciativas aprovadas no edital de Inovação Inclusiva no Combate à Exclusão Digital em Pernambuco. 


Chamado de Inclui.PE Digital, o edital estimula a criação ou o fortalecimento de Centros Tecnológicos Comunitários (CTC), espaços que, de forma gratuita ou com baixo custo, oferecem serviços tecnológicos para a população de baixa renda ou com recortes de vulnerabilidade social ou econômica com o objetivo de aumentar o potencial de inovação das regiões onde o equipamento estiver situado. “O objetivo do Inclui.PE Digital é fomentar a criação de seios tecnológicos comunitários fixos ou volantes em áreas de vulnerabilidade justamente para reduzir as desigualdades sociais e promover a prevenção social primária da região”, destaca a secretária da Secti/PE, Mauricelia Montenegro.


Das oito iniciativas aprovadas em edital da Facepe, a unidade localizada na Estação Cidadania do Cabo de Santo Agostinho é a primeira a iniciar o funcionamento. Proposto pelo Campus Cabo de Santo Agostinho do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE), foi estruturada como um laboratório de informática e equipada com 12 computadores e quatro notebooks de última geração, acesso à internet, datashow e sistema de som.


De acordo com o criador da iniciativa, o professor da unidade IFPE Thiago da Câmara, na segunda etapa do projeto serão incluídos mais seis computadores e criados cursos de formação de acordo com as necessidades da comunidade. “O espaço vai ficar aberto à população de segunda a sexta, das 8h30 às 21h30, como uma espécie de lan house pública. Mas ele não vai se limitar a isso. Durante seis meses, vamos traçar o diagnóstico dos usuários e, a partir disso, vamos construir cursos de formação para dar cidadania digital e contribuir para a diminuição das desigualdades sociais, além de promover inovação e dar sustentabilidade ao Centro e às pessoas que frequentarem o espaço”, explica o docente. O Centro tem a previsão de atender mais de 1800 pessoas, público que consome os serviços ofertados pela Estação Cidadania.


NOVAS INAUGURAÇÕES
Outros sete Centros Tecnológicos Comunitários serão inaugurados ainda no primeiro semestre de 2023. As unidades ficarão localizadas nas cidades de Petrolina, Palmares, Vitória e Recife. Outros Centros, no formato volante, promoverão ações nos municípios de Arcoverde, Garanhuns, Nazaré da Mata, Petrolina, Recife e Salgueiro. 


A secretária estadual Mauricélia Montenegro explica que os CTCs volantes executam, sobretudo, a função de interiorizar a política pública chegando, principalmente, nas áreas rurais. “Nossa proposta é que as CTCs evoluam cada vez mais para se tornarem um centro de empreendedorismo e inovação inclusiva para que o potencial de inovação da região seja fomentado e haja o pensamento cada vez maior de soluções nas áreas da ciência, tecnologia e inovação", ressalta a gestora.


DADOS 
Ainda de acordo com dados do IBGE (2019), no Brasil, apenas 50% dos domicílios das classes DE possuem acesso à banda larga. Quando considerado o aspecto da conectividade significativa, apenas 70% desse grupo afirmam dispor de internet sempre que precisam ou desejam. Em relação ao dispositivo utilizado, apenas 22% deles possuem acesso via computador. 

Fotos: Saulo Aleixo / SECTI-PE

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Para Luciana Santos, reindustrialização brasileira necessita do apoio da China
Wellington Dias: Brasil coopera com a China para criar aliança global contra fome e pobreza no G20
Embaixador Eduardo Saboia: Brasil e China obtêm safras de parceria em várias áreas
Conheca o Desbravador das relacoes diplomaticas entre o Brasil e a China
Grupo Diario de Pernambuco