Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Tecnologia

INOVAÇÃO

Cabo de Santo Agostinho: de "cidade da morte" para "cidade da tecnologia"

Governo municipal se uniu ao estadual para implementar medidas rígidas de segurança com amplo suporte tecnológico

Publicado em: 26/11/2022 08:00 | Atualizado em: 23/11/2022 10:01

 (Foto: Léo Domingos)
Foto: Léo Domingos
O município do Cabo de Santo Agostinho tem histórico marcado por cenas criminosas. A insegurança e o medo se tornaram sentimentos comuns aos munícipes em anos anteriores, já que em todos os dias as manchetes dos jornais anunciavam homicídios e outros crimes em terras cabenses. A gestão atual adotou nova conduta e o contexto da segurança pública do Cabo passou a ser responsabilidade do município junto ao Governo de Pernambuco. A prefeitura vem investindo amplamente em profissionais, equipamentos e em recursos tecnológicos para a área de segurança, que já vêm apresentando importantes resultados na prevenção e no combate aos crimes. Por exemplo, os casos de homicídio na cidade caíram 53% em setembro e 39% em outubro de 2022. Os roubos também tiveram queda expressiva de 44% em setembro e 47% em outubro deste ano.

Para chegar a estes índices de melhoria, um dos principais pontos é que o município passou a integrar o Programa Nacional de Fortalecimento da Gestão Municipal de Segurança Pública (CidadeSusp) e foi escolhido para a implementação do Sistema Susp, que é um portal de inteligência artificial, cuja finalidade é analisar mais de 130 indicadores. Ele prevê, além do compartilhamento de dados, operações e colaborações nas estruturas federal, estadual e municipal. Com as novas regras, os órgãos de segurança pública, como as polícias civis, militares e Federal, as secretarias de Segurança e as guardas municipais serão integrados para atuar de forma cooperativa, sistêmica e harmônica. Em Cabo de Santo Agostinho, o intuito foi compor um diagnóstico e um plano de operações que visem, sobretudo, o cuidado aos grupos vulneráveis à prevenção dos delitos e a geração de informações operacionais para o combate direto ao crime. O CidadeSusp tem algoritmos online de geoprocessamento, análise preditiva, despacho operacional, integração de informações e formação de bancos de boas práticas. Esses, permitirão ao município um nível de informação muito detalhado. A implementação deste novo sistema foi possível, assertivamente, após os mobilizações da atual gestão municipal.
 
 (Foto: Divulgação
)
Foto: Divulgação
 
 
Em âmbito local, outras melhorias foram implementadas no aparato tecnológico, a exemplo do aumento de 45 para 160 câmeras de videomonitoramento. Em relação à proteção social, a prefeitura aumentou em 200% o número de guardas que atuam nas ruas diariamente, durante 24h, e realizou aquisição de pistolas 9 mm e espingardas calibre 12 de última geração para a tropa, bem como armamentos não letais. A equipe de segurança realizou curso de formação de 860 horas aula, um dos mais completos do Brasil, que inclui armamento, tiro e trânsito.

Em conjunto a essas medidas, foi criado o Centro Municipal de Ensino e Pesquisa de Defesa Social do Cabo e vale ressaltar o papel da Defesa Civil nas escolas, que realiza palestras de prevenção para estudantes e professores. Na cidade, existe o Fundo Municipal de Defesa Social, que obteve aumento de 300% na assistência às mulheres vítimas de violência.
 
 (Foto: Divulgação)
Foto: Divulgação
 
 
Visando a prevenção de acidentes e o cuidado com os banhistas do litoral cabense, a atual gestão investiu no aumento de 100% do efetivo do GSMAR, contando ainda com modernização e aquisição de novos veículos terrestres e aquáticos, além de novos equipamentos para o trabalho. No quesito de trânsito, em breve será implementada a Zona Azul. Com tais medidas, que seguem em constante evolução, a prefeitura e o Governo do Estado acreditam em um novo tempo para a cidade, com objetivo de perder o estigma de “cidade da morte”, a transformando na “cidade da tecnologia” e da segurança.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube: entrevista com Maria Arraes (Solidariedade), deputada federal
Van Gogh Live 8K: exposição chega ao Recife e encanta público
Manhã na Clube: entrevista com Rodrigo Coutinho, secretário de esportes do Recife
Manhã na Clube: entrevista com Priscila Lapa, cientista política
Grupo Diario de Pernambuco