Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

MÚSICA

Pernambucana Ylana lança primeiro single do novo álbum nesta sexta

''Grão de mundo inteiro'' é fruto de parceria da artista com Manuca Bandini

Publicado em: 25/01/2024 12:24 | Atualizado em: 25/01/2024 12:37

A música foi a primeira que a artista compôs para o novo álbum (Flora Negri/Divulgação)
A música foi a primeira que a artista compôs para o novo álbum (Flora Negri/Divulgação)
A cantora pernambucana Ylana lança, nesta sexta-feira (26/1), o single “Grão de mundo inteiro”. A faixa faz parte do álbum “Janga”, que chegará às plataformas digitais em março.
 
A música foi a primeira que a artista compôs para o novo álbum.

“Compor Grão de mundo inteiro em parceria com um dos meus poetas favoritos, Manuca Bandini, foi um presente. Nossa primeira composição foi também a primeira música feita na intenção desse novo álbum. Nela, contamos uma história que transcende o tempo e convida as pessoas a se conectarem com a sua verdadeira essência”, afirmou Ylana.
 
“Ouvir a nossa canção, com o arranjo lindo de Yuri, foi muito emocionante. O sentimento foi de realização e de que é possível sonhar e trabalhar em prol da beleza e da poesia”, ressaltou Bandini.  

A produção musical foi feita por Yuri Queiroga, irmão de Ylana, ganhador do Grammy Latino. 
 
A parceria musical de Ylana com Manuca Bandini vem desde "Calcanhar", canção interpretada por ela e composta por Bandini e Yuri, que está no disco de estreia da cantora e regravada recentemente por Elba Ramalho e pelo projeto Terral, formado por Yuri e Pedro Luís.
 
Recentemente, “Calcanhar” ganhou um remix, em celebração aos 10 anos de lançamento do fonograma. A nova versão teve produção assinada pelo DJ Dolores, em parceria com Yuri Queiroga.

Trajetória

Ylana começou a carreira profissional aos 4 anos, gravando seu primeiro jingle e participando de comerciais de TV. Consolidou-se como cantora em 2013 com o lançamento de seu primeiro álbum autointitulado "YLANA", ficando em 2º lugar no ranking de álbuns brasileiros no Japão. Desde então, a cantora participou de projetos variados, como a gravação da canção "Dois Corações" em parceria com Ayrton Montarroyos, indicada ao Grammy Latino.

Ao longo dos anos, Ylana expandiu sua presença artística, lançando seu segundo álbum, "Vento", em 2017, e participando de projetos como o musical feminista "A Dita Curva". Em 2020, a cantora contribuiu para o tributo a Accioly Neto, "Natureza Sonhadora", e lançou o single "Somos Ondas". Em 2022, celebrou os 30 anos do Manguebeat com um show memorável. Em 2023, Ylana apresentou uma releitura da música "Frevo e Ciranda", de Capiba, além de relançar o single "Calcanhar" em parceria com DJ Dolores e Yuri Queiroga, com uma versão Remix dançante, mas mantendo a essência poética que a projetou para o cenário nacional em 2013.

Com origem em uma família de artistas, a cantora, compositora e atriz é neta de Luiz Queiroga, radialista, autor, compositor, diretor e humorista com forte atuação a partir dos anos 1950. É também neta da cantora paraibana Meves Gama, considerada uma das mais belas vozes da era de ouro da rádio pernambucana. É filha da cantora Nena Queiroga, eleita rainha do Carnaval do Recife, e do Maestro Spok, reconhecido internacionalmente por sua orquestra de frevo.
TAGS: ylana |
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Consulado da RPCh no Recife tem nova cônsul-geral
Mergulho no Brasil é uma possibilidade para os turistas chineses
Cenas da China aparecem em meio ao barroco brasileiro e intrigam pesquisadores
Ao vivo no Marco Zero 09/02 - Carnaval do Recife 2024
Grupo Diario de Pernambuco