Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

PRECONCEITO

O que é capacitismo? Entenda termo discutido após falas no BBB 24

O debate sobre esse tipo de preconceito movimentou as redes sociais após a fala de Maycon para Vinicius Rodrigues no BBB 24

Publicado em: 10/01/2024 16:09


Maycon e Vinicius Rodrigues durante a primeira prova do líder no BBB 24 (foto: Reprodução/TV Globo/Globoplay)
Maycon e Vinicius Rodrigues durante a primeira prova do líder no BBB 24 (foto: Reprodução/TV Globo/Globoplay)

O termo capacitismo foi muito comentado nas redes sociais desde o início da semana, quando a 24ª edição do Big brother Brasil começou. O motivo foram falas de um dos participantes para o atleta paralímpico Vinicius Rodrigues, que faz parte do camarote do programa, durante a primeira prova do líder.

 

Um dos momentos que mais viralizou foi quando Maycon perguntou para Vinicius se poderia "apelidar" a prótese usada pelo atleta na perna de "cotinho". Nas redes sociais, vários influenciadores da causa das Pessoas com Deficiência (PcD) criticaram a fala dele.

 

 

 

Ivan Baron, influenciador e ativista da causa, foi um dos que comentou as falas capacitistas para com Vinicius. Em entrevista ao Correio, ele destacou que capacitismo é irmão do racismo, machismo, LGBTfobia e de tantos outros preconceitos, mas direcionada exclusivamente as pessoas com deficiência.

 

 

O que foi feito no BBB

 

No BBB 24, após as falas de Maycon durante a prova do líder, Vinicius foi convocado para o confessionário para conversar com o apresentador Tadeu Schmidt sobre as próteses que ele levou para o programa e sobre piadas sobre sua deficiência.

 

A conversa, em tom leve, foi elogiada por internautas nas redes sociais. Ivan, foi um dos que comentou sobre a maneira como o programa lidou com a situação.

 

"O Tadeu não fugiu da responsabilidade e conversou com o Vinicius sobre a situação que ocorreu na prova e ainda se colocou à disposição caso ele se sinta bem por algum ato capacitista que possa acontecer", publicou o influenciador no X (antigo Twitter).

 

 

 

No entanto, destacou ao Correio que outras medidas podem ser tomadas. "A principal coisa que deveria ser feita seria o apresentador aproveitar a situação constrangedora que o Vini passou e conversar com todos os participantes sobre a temática, explicar sobre capacitismo e principalmente evitar essas “brincadeiras” sem graça. Seria um serviço de extrema utilidade pública tanto para os participantes, como o público em geral", pontuou.

 

"Eu acredito que é muito importante esse tipo de representação em horário nobre, crianças e jovens vão ligar a TV e de alguma forma se sentirão representadas. Que essa diversidade não se limite apenas a 1 tipo de deficiência!"

 

Na perspectiva de mudanças, Ivan avalia que o programa precisa tomar ações afirmativas para que erros como esse não se repitam mais. "É inadmissível. O ideal seria criar um comitê de Acessibilidade com consultores especializados, as próprias pessoas com deficiência para que sugiram ideias de melhorias", completou.

 

Para Ivan, entretanto, a participação de Vinicius no BBB 24 é importante porque é uma representação em horário nobre e avalia também que pode demonstrar e dar visibilidade para atitudes que antes eram invisibilizadas pela sociedade.

 

 

 

"Com a projeção nacional e o impacto do reality show na grande massa, gera a necessidade do debate em pessoas leigas e que sequer conheciam a palavra capacitismo", afirmou.

 

 

O que diz a Legislação

 

De acordo com o Ministério da Cidadania, o capacitismo é definido como: "preconceito e a discriminação que a pessoa com deficiência vive na sociedade por ter sua existência relacionada à incapacidade e inferioridade".

 

São definidos como capacitismo ações como:

 

  • Termos ofensivos ou pejorativos;
  • Expressões inadequadas;
  • Olhares de julgamento;
  • Invasão de privacidade;
  • Ausência de pessoas com deficiência em diversos espaços
  • No Brasil, apesar de não ser citado nominalmente, o capacitismo está inserido na Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (PcD), também conhecida como Estatuto da Pessoa com Deficiência (Lei 13.146, de 2015).

 

 

O artigo 4º da Lei determina que "toda pessoa com deficiência tem direito à igualdade de oportunidades com as demais pessoas e não sofrerá nenhuma espécie de discriminação".

 

 

Confira as informações no Correio Braziliense

 

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Consulado da RPCh no Recife tem nova cônsul-geral
Mergulho no Brasil é uma possibilidade para os turistas chineses
Cenas da China aparecem em meio ao barroco brasileiro e intrigam pesquisadores
Ao vivo no Marco Zero 09/02 - Carnaval do Recife 2024
Grupo Diario de Pernambuco