Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

Show

Incansável voz do frevo

Aberto ao público, Claudionor Germano - 90 Carnavais celebra a vida do maior intérprete do frevo com diversos convidados e manifestações culturais

Publicado em: 27/01/2024 06:00

 (Rômulo Chico / DP Foto)
Rômulo Chico / DP Foto

Engana-se quem pensa que a composição do frevo está limitada à percussão efervescente e à plasticidade da coreografia. Além da dança e ritmo, há mais de 70 anos, a folia se manifesta na voz elegante e personalíssima de Claudionor Germano. Frevar também é dançar Claudionor, e vice-versa. Não à toa, o maior intérprete do gênero é um dos homenageados no Carnaval de Pernambuco e está no epicentro do espetáculo Claudionor Germano - 90 Carnavais. O show gratuito reúne diversos convidados e expressões artísticas neste sábado, às 19h30, no Parque Dona Lindu, para brindar os 90 anos do cantor.

 

 

Apelidos como “Mister Frevo”, “Bom do Carnaval” e muitos outros refletem como Claudionor se tornou indissociável ao carnaval pernambucano, sendo reconhecido Patrimônio Vivo do estado em 2017. No entanto, de acordo com ele, sua voz não foi responsável pelas canções se tornarem clássicas. “Não fui eu, foi Capiba acima de tudo”, disse ao Viver. Mais de 170 artistas cantaram composições do mestre Capiba, mas somente Claudionor lhe conquistou a ponto de gravar 132 músicas, figurando como primeiro da lista. “Entre os cantores brasileiros, sou um dos que mais gravaram do mesmo compositor”. Essa vantagem tende a crescer, já que há planos de gravar nove faixas românticas de Capiba neste ano.

 

A favor da renovação do repertório carnavalesco, o veterano pede reconhecimento à altura aos novos artistas e relembra as dificuldades do início da carreira. “O incentivo maior é o reconhecimento ao trabalho dos artistas e que seja bem recompensado. Eu comecei a cantar muito cedo e, ao mesmo tempo, trabalhei noutra atividade para garantir o pão do meu primeiro filho”. Ele realizou sua estreia solo no Teatro Santa Isabel em 1947, no momento em que ainda não se dedicava integralmente à carreira musical. “Essa nova geração merece toda a ajuda”, complementa.

 

Cheio de energia durante toda a entrevista, Claudionor abriu um largo sorriso ao ser perguntado sobre o significado do carnaval em sua vida. “Carnaval significa tudo, porque é a grande festa do povo, com a qual a gente se encontra, se abraça e se vê depois de um ano separados”, exalta. Atualmente, Claudionor enfrenta alguns problemas de saúde, mas

está determinado a superá-los e celebrar seu centenário em 2032. “Espero chegar a mais dez carnavais. Vou chegar à idade de Barbosa Lima Sobrinho (ex-governador de Pernambuco) e de Vinícius de Moraes”.

 

Claudionor Germano - 90 carnavais

Ao longo do show, será relembrada a trajetória artística de Claudionor, desde os primórdios na Rádio Clube de Pernambuco até suas colaborações com a Orquestra de Nelson Ferreira. O evento busca integrar diversas expressões artísticas como dança e a cultura popular, contando com a participação de renomados artistas como Almir Rouche, André Rio, Maestro Ademir Araújo, Maestro Duda, Maestro Forró, Maestro Spok, Nena Queiroga, Nonô Germano, Paulo da Hora, Gerlane Lopes, além de blocos Líricos e outras atrações. A concepção artística é do seu filho Nonô, a produção geral de Pedro Castro e realização da P Castro Produções.

 

“Vai ser uma festa bonita porque o povo gosta de Carnaval, de mim e dos cantores que vão se apresentar. Tudo que é de gosto do povo vai estar lá”, destaca o ícone carnavalesco. Além da apresentação no Parque Dona Lindu, está sendo planejada outra no Paço do Frevo. Feliz pelo reconhecimento, Claudionor também agradece a Alceu Valença por elogiar sua versão de Tropicana. “Recebi um aceno muito, muito simpático de Alceu. Ele disse: ‘Não viram esse arranjo de Tropicana? O melhor que tem é do Claudionor Germano’. Eu vou tomar até às pressas para agradecer”, revela.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Consulado da RPCh no Recife tem nova cônsul-geral
Mergulho no Brasil é uma possibilidade para os turistas chineses
Cenas da China aparecem em meio ao barroco brasileiro e intrigam pesquisadores
Ao vivo no Marco Zero 09/02 - Carnaval do Recife 2024
Grupo Diario de Pernambuco