Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

LUTO

Escritor e jornalista Abdias Moura morre aos 93 anos

Publicado em: 02/06/2023 10:46 | Atualizado em: 02/06/2023 11:11

 (Crédito: Divulgação)
Crédito: Divulgação
Faleceu, na noite desta quinta-feira (1º), o jornalista, sociólogo e escritor Abdias Moura, aos 93 anos, no Real Hospital Português, onde estava internado desde abril em decorrência do tratamento da doença de Parkinson.

O acadêmico deixa a esposa, Maria Tereza Lins Tosta da Silva, dois filhos, três netos e três bisnetos. O velório será às 11h, na sede da Academia Pernambucana de Letras (APL). Às 15h seguirá um cortejo até o Cemitério Morada da Paz, em Paulista, onde ocorrerá o enterro, às 17h.

Abdias Cabral de Moura Filho era recifense e foi eleito para a APL em 2005, tomando posse para ocupar a Cadeira n° 32 da APL, cujo patrono é o advogado, jornalista, historiador e político, Francisco Augusto Pereira da Costa. 

Em nota, a APL manifestou "profundo pesar" pelo falecimento do ex-membro. “Abdias sempre foi muito participativo nas atividades da Academia e fará muita falta ao nosso convívio. Deixa uma contribuição com sua vasta obra, que inclui até mesmo livros publicados em outras línguas”, declara o acadêmico e 2º vice-presidente da APL, José Mário Rodrigues.
 
Com mais de 10 obras publicadas, destaca-se em sua produção o livro ‘O sumidouro do São Francisco’, lançado em 1985, que possui três edições no Rio de Janeiro e uma em Buenos Aires. Também publicou ‘A descoberta da harpa’ (1988); ‘O evangelho do subdesenvolvimento’ (1990); ‘Os desamores de Benedicto’ (1992); ‘O segredo da ilha de pedra’(2008); ‘As sociedades no planeta terra’ (1997); ‘Memórias do Século XX’ (2003); ‘As quatro estações do amor’ (2004); ’12 autores em tempos diversos’ (2007); ‘Sexo, nação e cor’ (2008); ‘Como a guerra chegou à Floresta Amazônica’ (2009); ‘O Recife dos romancistas’ (2010); ‘A sociologia reconstruída’ (2012); ‘Minha amiguinha Beatriz’ (2013) e ‘Geometria de uma vida plena’ (2014).

Trajetória 
Aos 10 anos, escrevia poesias publicadas num jornalzinho escolar. Formouse em Ciências Jurídicas e Sociais, na Faculdade de Direito do Recife, e em Sociologia, na Universidade Católica de Pernambuco. Atuou como jornalista, chefiando a equipe de reportagem do Jornal do Commercio; trabalhou em revistas, no Rio de Janeiro e atuou como editor até a sua aposentadoria. Trabalhou durante 30 anos na Sudene, integrando a Comissão de Desenvolvimento de Pernambuco. Também foi professor de Sociologia da Universidade Federal de Pernambuco.
 
Em entrevista à uma publicação da APL, Abdias Moura deixou a seguinte mensagem às futuras gerações: “Sigam seus impulsos vitais, mas tratem de se precaver de atitudes que provoquem danos irremediáveis aos semelhantes, aos animais e à natureza”.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Embaixador Eduardo Saboia: Brasil e China obtêm safras de parceria em várias áreas
Conheca o Desbravador das relacoes diplomaticas entre o Brasil e a China
Consulado da RPCh no Recife tem nova cônsul-geral
Mergulho no Brasil é uma possibilidade para os turistas chineses
Grupo Diario de Pernambuco