Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

OFICINA

Com abordagem antirracista, oficina ensina técnicas do audiovisual para estudantes

Publicado em: 27/04/2023 15:39 | Atualizado em: 27/04/2023 16:18

 (Crédito: Divulgação)
Crédito: Divulgação
Erê Sankofa realiza a sua primeira oficina de produção audiovisual, no Centro Cultural Grupo Bongar (Rua Severina Paraíso da Silva, 5330, atrás do TI Xambá), para a formação técnica e artística, com prioridade para estudantes da rede pública, pessoas negras e das comunidades. O projeto, que começou oficialmente no dia 14 de abril, tem duração até o mês de julho de 2023. 

As oficinas trazem, além das técnicas de produção de vídeo, o manuseio de equipamentos, a filmagem e a edição, o contato com a história, a ancestralidade e a cultura do Quilombo da Nação Xambá. Entre as temáticas estão o empoderamento, o pertencimento, a beleza, defendendo a pauta antirracista. 

“O projeto parte da ideia da utilização do celular, ferramenta que diariamente está nas nossas mãos. A partir disso, é fazer com que a gente registre memórias, usando o equipamento a nosso favor. Partindo desse princípio, trago a oficina ‘Erê Sankofa’ para sabermos da nossa trajetória, da nossa árvore genealógica e quem somos”, explica Thúlio Xambá, idealizador do projeto, arte-educador, músico e multiartista. 

O projeto tem incentivo da Fundarpe (Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco), Secult-PE (Secretaria de Cultura de Pernambuco) e Governo de Pernambuco. O símbolo do Erê Sankofa foi criado pelo artista visual pernambucano Adelson Boris, arte-educador, ilustrador e grafiteiro. Ivich e Rennan Peixe, ambos na coordenação pedagógica, Marcelo Pedroso (consultor pedagógico) e Danielle Valentin (produção executiva) também integram o time.

Thúlio Xambá revela também que a ideia surgiu por meio de uma vivência com o eterno cantor e compositor Guitinho da Xambá (Olinda/PE). “Erê Sankofa vem de um pensamento de um tempo, de uma memória, do ‘Preto na Tela’, idealizado por Guitinho. À época, participei dessa formação audiovisual e agora estou plantando, dando e multiplicando as sementes. A comunidade da Xambá é a minha universidade e de todo o movimento que é e foi construído dentro e fora do nosso território”, ressalta. 

Os encontros ficam sob condução de Rayanne Layssa (produtora de distribuição, curadora e programadora de cinema), Marileide Alves, (produtora, jornalista e escritora), Thiago das Mercês (ator, produtor e realizador audiovisual), Bruna Leite (realizadora audiovisual e arteterapeuta em formação), José Carbonel (realizador audiovisual e grafiteiro) e Biarritzzz (artista visual das imagens em movimento, hackeamento de linguagens, pesquisadora de culturas da internet e memes, montadora e editora de vídeo).

“O mais legal do projeto é a possibilidade de troca e de proximidade que a turma começa a ter a partir da lógica que o cinema é uma arte coletiva, tanto no modo de fazer como no modo de pensar”, define a facilitadora Rayanne Layssa. 

A programação conta com três módulos: Memória (“História das pessoas que fazem a vida e a cultura no Quilombo Xambá” - até o dia 05/05), Experiência (“Técnicas de uso dos equipamentos audiovisuais através de exercícios lúdicos que favorecem uma expansão da sensibilidade” - 09/05 a 03/06) e Criação (“Ficcionalizar e performar entre o imaginário e o real” - 06/06 a 08/07).

“Só tenho a agradecer pela oportunidade de estar participando do ‘Erê Sankofa’. O conhecimento está sendo imenso, de grande valia. Temos aprendido sobre o processo de criação, edição, foco, além das ferramentas. Tem sido de extrema importância agregar e repassar o que aprendi, somando também com o que posso acrescentar”, comenta o participante Ninho Brown. 

Inclusão
Ao todo, 48 pessoas se inscreveram no Erê Sankofa, com 25 delas dando o pontapé inicial. 

“Entendemos que o processo é para todos e todas. Esperamos que no próximo módulo o restante do pessoal inscrito chegue na oficina, além de mais pessoas. Nosso processo seletivo não é rigoroso porque sabemos das dificuldades. A gente, por exemplo, lançou um formulário de inscrição na internet, o que já dificulta a participação de algumas pessoas pela falta de acesso”, destaca Thúlio Xambá. 

O processo de seleção é totalmente inclusivo. “Estamos abertos para o nosso próximo módulo, que mais gente chegue. No fim de tudo, lutamos pela multiplicação da teia, formando pessoas que vão dar frutos. Toda essa teia vai somar com a vida de cada participante”, pontua. 

Confira abaixo as datas e horários dos módulos
17/04 a 05/05 - Memória - “História das pessoas que fazem a vida e a cultura no Quilombo Xambá”.*
Segundas e quartas - 19h às 21h
Sábados - 9h às 17h

Com as facilitadoras Rayanne Layssa (produtora de distribuição, curadora e programadora de cinema) e Marileide Alves, (produtora, jornalista e escritora);
09/05 a 03/06 - Experiência - “Técnicas de uso dos equipamentos audiovisuais através de exercícios lúdicos que favorecem uma expansão da sensibilidade”.
Terças e quartas - 19h às 21h
Sábado - 9h às 17h

Com os facilitadores Thiago das Mercês (ator, produtor e realizador audiovisual) e Bruna Leite (realizadora audiovisual e arteterapeuta em formação);
06/06 a 08/07 - Criação - “Ficcionalizar e performar entre o imaginário e o real”.*
Terças e quartas - 19h às 21h
Sábado - 9h às 17h

Com os facilitadores José Carbonel (realizador audiovisual e grafiteiro) e Biarritzzz (artista visual das imagens em movimento, hackeamento de linguagens, pesquisadora de culturas da internet e memes, montadora e editora de vídeo).
*Observação: será servido lanche nos dias de semana e almoço e lanche aos sábados.*

Serviço
Oficina Erê Sankofa
Local: Centro Cultural Grupo Bongar (Rua Severina Paraíso da Silva, 5330, atrás do TI Xambá)
Data: 17/04 a 08/07
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Para Luciana Santos, reindustrialização brasileira necessita do apoio da China
Wellington Dias: Brasil coopera com a China para criar aliança global contra fome e pobreza no G20
Embaixador Eduardo Saboia: Brasil e China obtêm safras de parceria em várias áreas
Conheca o Desbravador das relacoes diplomaticas entre o Brasil e a China
Grupo Diario de Pernambuco