Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

EXPOSIÇÃO

Exposição no Paço do Frevo imerge no universo de Lia de Itamaracá

Publicado em: 21/03/2023 11:49

 (Crédito: Ytallo Barreto)
Crédito: Ytallo Barreto
A vida e obra de Lia de Itamaracá serão projetadas em exposição inédita no Recife. Ocupação Lia de Itamaracá - Paço do Frevo apresenta todo o universo de uma das maiores artistas da música popular brasileira. A mostra chega ao Paço nesta quarta-feira (21) e fica em cartaz até 21 de junho. Trata-se de um tributo e um reconhecimento à trajetória da Rainha da Ciranda que, além de impactar diferentes gerações, fortalece a identidade do povo pernambucano a partir da cultura popular. Com acesso gratuito, a abertura da mostra, às 18h, contará com o show Ciranda do Mundo, da mestra cirandeira.

Idealizada pelo Itaú Cultural, a Ocupação Lia de Itamaracá estreou em São Paulo, em abril de 2022, e permaneceu em cartaz até julho. A exposição segue nessa primeira itinerância e, realizando um desejo da artista, chega a Pernambuco. Após o término da temporada paulistana, o Itaú Cultural doou parte do acervo - composto por fotografias e mobiliários - para a mestra cirandeira. 

A Ocupação Lia de Itamaracá - Paço do Frevo será composta por documentos, figurinos, objetos pessoais, fotografias, mobiliários e diversos recursos audiovisuais, como videoclipes e imagens recentes de apresentações da artista pelo mundo. A exposição irá contar, também, com materiais exclusivos como uma entrevista e um ensaio fotográfico inédito, com autoria de Ytallo Barreto. 

As canções de Lia, como parte de um cancioneiro popular que aborda as questões mais simples e cotidianas do povo, como o amor, o trabalho e as brincadeiras, também ganham o devido destaque na mostra. Será possível perceber os sons de Lia com os ouvidos, com os olhos e com a pele. 

Mais do que celebrar os quase 80 anos da mestra cirandeira Lia de Itamaracá, a Ocupação no Paço do Frevo, centro de referência em salvaguarda da cultura popular, busca preservar e difundir saberes inerentes à cultura popular pernambucana e à criação dos seus fazedores e detentores - como é considerada Lia de Itamaracá -, registrando-os para além das memórias afetivas de quem os vive.

No Recife, a mostra está recebendo a coordenação geral de Beto Hees, empresário e produtor da artista, e produção de Marcos Paulo, também da equipe de Lia. A curadoria é de Michelle de Assumpção, biógrafa da cantora, que fez parte da equipe curatorial da primeira mostra, em São Paulo, e atualmente é assessora de imprensa da pernambucana. Também assinam a mostra Lia Letícia, artista visual responsável pelo projeto expográfico e que já trabalhou com Lia em mostras realizadas anteriormente; Ytallo Barreto, fotógrafo que assina o projeto audiovisual, e Lili Barreto, design responsável pela identidade visual da exposição. 

SHOW CIRANDA DO MUNDO E SOM NA RURAL 
Na abertura da Ocupação, Lia de Itamaracá presenteia o público com o show Ciranda do Mundo. A apresentação faz uma mescla do repertório tradicional da artista, composto por  cirandas, cocos e maracatus, boleros e canções mais contemporâneas do disco Ciranda sem Fim (2019), no qual Lia flerta com outras batidas sonoras. A banda de Lia também se renova para o novo formato, ganhando o reforço de bateria e guitarra, que se somam aos tradicionais caixa, percussão, bumbo e trompete. O show acontece no palco do Som na Rural, que estaciona em frente ao Paço do Frevo, na Praça do Arsenal, exclusivamente para a estreia da Ocupação Lia de Itamaracá - Paço do Frevo.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Para Luciana Santos, reindustrialização brasileira necessita do apoio da China
Wellington Dias: Brasil coopera com a China para criar aliança global contra fome e pobreza no G20
Embaixador Eduardo Saboia: Brasil e China obtêm safras de parceria em várias áreas
Conheca o Desbravador das relacoes diplomaticas entre o Brasil e a China
Grupo Diario de Pernambuco