Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

MÚSICA

'Nos vemos em breve', escreve banda Foo Fighters em postagem

Publicado em: 02/01/2023 12:00

 (Crédito: Valerie Macon)
Crédito: Valerie Macon
Ainda reservados e um tanto enigmáticos após a morte do baterista Taylor Hawkins, a banda Foo Fighters fez uma postagem de fim de ano nas redes sociais em que deixa nas entrelinhas que deve voltar a fazer shows. Em comunicado, assinado pela banda completa, eles afirmaram que se reencontraram com os fãs “em breve”.
 
 
“Enquanto damos adeus ao ano mais difícil e trágico que a nossa banda passou, nos lembramos o quão gratos nós somos por ter as pessoas que amamos e estimamos, e pelos amados que não estão mais conosco”, inicia a banda no comunicado. A referência é clara a Taylor, que morreu 25 de março de 2022, em um hotel em Bogotá, vítima de uma overdose. A banda tocaria dois dias depois no Lollapalooza Brasil, em São Paulo e teve o show cancelado e uma homenagem montade por artistas brasileiros como Emicida, Rael, Mano Brown, Drik Barbosa, Planet Hemp e Ego Kill Talent.

No texto, a banda menciona o baterista, alegando que não será a mesma depois desta perda. Porém, adianta que, mesmo sem ele, vai reencontrar os fãs que os acompanharam nos últimos 27 anos. “Nós também sabemos que vocês, os fãs, significavam tanto para o Taylor quanto ele significava para vocês. Nós sabemos que quando nos virmos novamente - e nos veremos em breve - ele estará em espírito conosco todas as noites”, escreveu a banda.

Vale lembrar que o Foo Fighters é o segundo grande projeto de Dave Grohl, que começa devido a perda de um grande amigo, Kurt Cobain, vocalista do Nirvana que se matou em 1994. Grohl era o baterista da banda que marcou o mundo com guitarras distorcidas e um visual que ficou conhecido como Grunge. Em 1995, ele começa essa nova banda que ficou para sempre na história. Foo Fighters inclusive entrou para o Hall da Fama do Rock n’ Roll em 2021.

A música como instrumento para lidar com o luto da perda também foi citada no texto para as redes sociais. “O Foo Fighters se formou há 27 anos para representar o poder curativo da música e a continuidade da vida”, afirmam. “Durante os últimos 27 anos, nossos fãs criaram uma comunidade mundial, um sistema de apoio dedicado que nos ajudou a passar pelos tempos mais sombrios juntos. Um lugar para compartilhar alegria e dor, nossas esperanças e medos, e para se juntar a nós nesse coro da vida por meio da música”, acrescentam.

Tributo a Taylor Hawkins
As notícias atuais veem poucos meses depois de um show que o Foo Fighters fez em tributo ao baterista. Em setembro eles se juntaram para duas apresentações, uma em Londres, na Inglaterra, e uma em Los Angeles, nos Estados Unidos, em que tocaram os principais sucessos da banda e receberam convidados especiais, entre eles o próprio filho de Hawkins, Shane Hawkins.
 

Dave Grohl ainda fez mais duas aparições públicas de destaque em shows. Ele subiu ao palco do eterno Beatle Paul McCartney ao lado de Bruce Springsteen para que juntos tocassem um cover da música Band on the run da banda Wings no festival Glastonbury em junho deste ano na Inglaterra. Mais recentemente, em dezembro, ele tocou My Hero a convite de Billie Eilish, em um show em Los Angeles. Esta canção, inclusive, ficou marcada como tema das homenagens a Taylor Hawkins devido ao refrãoo em que Dave entoa: “Lá se vai o meu herói/assista enquanto ele vai”.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Van Gogh Live 8K: exposição chega ao Recife e encanta público
Manhã na Clube: entrevista com Rodrigo Coutinho, secretário de esportes do Recife
Manhã na Clube: entrevista com Priscila Lapa, cientista política
Manhã na Clube: entrevista com Everaldo Silva e  Ney Araújo
Grupo Diario de Pernambuco