Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

CINEMA

Estreias aguardadas no cinema vão das continuações ao infantil

Publicado em: 05/01/2023 09:22

 (Foto: Reprodução/Youtube Warner Bros. Pictures Brasil)
Foto: Reprodução/Youtube Warner Bros. Pictures Brasil
Como esperado, depois dos filmes que vão alavancar a temporada de premiações em cinema, vide Os Fabelmans (de Steven Spielberg) e A baleia (de Darren Aronofsky), o cinema, em 2023, embarca numa viagem rumo à coleta de bilheteria, com uma corrente interminável de continuações para antigos êxitos, num calendário que contempla o sétimo Missão Impossível, Pânico 6, Velozes & Furiosos 10, Creed III, John Wick 4 e Rambo 6.

Até novembro, quando aporta Duna: Parte 2 (de Denis Villeneuve), um dos mais esperados filmes de 2023, recheado de tramoias problemáticas e do espírito de vingança do protagonista Paul Atreides (papel de Timothée Chalamet), e com elenco incrementado por Austin Butler (Elvis), Christopher Walken e Léa Seydoux, o caminho dos cinéfilos é longo, quase interminável. Inclui, novamente outro filme com Chalamet: Wonka, um prequel musical, inspirado pela literatura de Roald Dahl, e estrelado ainda por Olivia Colman e Sally Hawkins, no qual o icônico Willy Wonka encontra os famosos Oompa-Loompas.

Numa linha também fantasiosa, A Pequena Sereia, em maio imprimirá história, com a primeira atriz negra escalada como princesa da Disney. No filme de Rob Marshall (Chicago), Halle Bailey desponta como Ariel, cantando músicas inéditas criadas por Lin-Manuel Miranda. Para além do remake, o cinema praticamente, meio século depois do estrondo de O exorcista, verá o demônio Pazuzu novamente em ação. Com roteiro coescrito por Peter Sattler, o diretor David Gordon Green (que recalibrou a franquia Halloween) reaviva dramas outrora vividos pela pequena Regan (Linda Blair). Na nova trama, que tem Leslie Odom Jr. e chega em outubro, a dama do cinema norte-americano Ellen Burstyn volta ao papel de Chris McNeil (a mãe da possuída Regan). Confira ainda outras apostas em cinema empacotadas para o sucesso.

Haja imaginação  

Para além das meras sequências, o ano ainda abraçará tramas em que personagens se multiplicam em versões de si mesmos e ainda habitando multiversos. Em julho, entra em cartaz o filme-evento Barbie, com roteiro do casal Greta Gerwig e Noah Baumbach. Nele, Margot Robbie e Ryan Gosling vivem Barbie e Ken, num mundo coabitado por versões a cargo dos atores Simu Liu e Simer Nef, entre outros. Em junho, Transformers: O despertar das feras trará três variações dos robôs, num passado da era terrestre, disputando salas de cinema com versões animadas, a serem vistas em Homem-Aranha: Através do Aranhaverso.

Jogando com a sorte 

Um clima de disputa se estabelece com a adaptação do enredo de videogame a ser vista em Super Mario Bros. A animação (prevista para abril) traz o encanador Mario (Chris Pratt), penando para resgatar o irmão Luigi, num reino que tem entre habitantes a princesa Peach (Anya Taylor-Joy) e o irascível rei Bowser (Jack Black). Também saído de jogo (mas de RPG), Dungeons & Dragons: honra entre rebeldes (atração de meados de abril) alinha feitiços e bárbaros à caça de uma poderosa relíquia. No filme, atores como Chris Pine, Hugh Grant e Michelle Rodriguez. Sem Jennifer Lawrence, novembro trará esperado prequel: The Hunger Games: The ballad of songbirds and snakes.

Na estante da DC 

Mesmo com toda a demora e tumulto em torno do ator Ezra Miller, The Flash está escalado para chegar aos cinemas em junho. Ainda sob a marca do universo da DC, em março, é a vez de Shazam! Fúria dos deuses, com os astros Zachary Levi, Lucy Liu e Helen Mirren incorporando figuras ventrais no enredo em que os poderes chegam ao grupo de órfãos que cercam o personagem de Asher Angel. A DC atacará ainda nas telas com o longa Besouro Azul, que ressalta o personagem latino Jaime Reyes (a cargo de Xolo Maridueña, da série Cobra Kai). O contato com um escaravelho nada comum transforma o rumo de Jaime e do filme do porto-riquenho Angel Manuel Soto. No filme, previsto para agosto, Bruna Marquezine vive Penny, amada por Jaime, e Susan Sarandon será uma vilã.

Realidade remodelada

Junho e julho, respectivamente, trarão Indiana Jones e o chamado do destino e Oppenheimer, ambos com exploração de fundamentais fatos no curso da humanidade. Ainda sob produção executiva de Steven Spielberg, Indiana Jones trata, já nos anos de 1960, da corrida espacial, com papéis de destaque para Harrison Ford, Mads Mikkelsen e Antonio Banderas. Baseado na vida de J. Robert Oppenheimer, norte-americano que um dos criadores da bomba atômica, Oppenheimer é a mais nova estripulia de Christopher Nolan (Tenet). Tendo por protagonista Cillian Murphy, o longa ainda destaca Matt Damon, Emily Blunt e Robert Downey Jr.

Na onda do suspense

Uma série de mistérios deslanchará, a partir de maio, quando o mais novo filme de Martin Scorsese, Assassinos da lua das flores, atingir as telas, encabeçado por Leonardo DiCaprio e Robert De Niro. Crimes que envolvem riqueza material e integrantes da nação indígena Osage aumentam o interesse. Setembro trará A haunting in Venice, terceira aventura do inspetor Hercule Poirot (Kenneth Branagh) e que investe na adaptação de Hallowe'en Party da britânica Agatha Christie. Riccardo Scamarico, Tina Fey e Jamie Dornan se destacam no elenco. Na linha amena de terror e suspense, Haunted mansion (atração de agosto) traz a direção de Justin Simien (Cara gente branca). No exemplar de mero entretenimento da Walt Disney, Rosario Dawson interpreta Gabbie que parte com o filho (papel de Chase Dillon) para um habitat nada seguro. Ambos contarão com a ajuda de um padre, uma paranormal e um historiador para se livrarem de sustos dentro de uma mansão animada por forças sobrenaturais. Um elenco de luxo trará Jared Leto, Jamie Lee Curtis, Winona Ryder, Tiffany Haddish, Danny DeVito e Owen Wilson.

Para os marveletes

O mês de fevereiro demarcará a entrada em cena da quinta fase do universo Marvel, com a estreia de Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania, no qual Kang, o Conquistador (Jonathan Majors) passa a atormentar o Reino Quântico em que se metem várias personalidades dos quadrinhos, entre as quais as de Evangeline Lily e Paul Rudd. Para maio, Guardiões da galáxia Vol. 3 trará o fim de James Gunn (atual co-CEO da DC, ao lado de Peter Safran). Em pauta estará a origem de Rocky Racum e o esperado retorno de Gamora (Zoe Saldaña). Mulheres pra lá de poderosas estarão no filme de Nia DaCosta (A lenda de Candyman, de 2021): As Marvels, atração de julho. Monica Rambeau (Teyonah Parris), na trama, se junta à Capitã Marvel (Brie Larson) e Ms. Marvel (Iman Vellani). Sobrepondo poderes, elas se revezam na aventura em que também comparece Nick Fury (Samuel L. Jackson).
TAGS: estreias | cinema |
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Van Gogh Live 8K: exposição chega ao Recife e encanta público
Manhã na Clube: entrevista com Rodrigo Coutinho, secretário de esportes do Recife
Manhã na Clube: entrevista com Priscila Lapa, cientista política
Manhã na Clube: entrevista com Everaldo Silva e  Ney Araújo
Grupo Diario de Pernambuco