Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

REALITY SHOW

Conheça os quatro candidatos ao BBB23 que estão confinados na Casa de Vidro

Publicado em: 10/01/2023 15:22

Os quatro candidatos a entrar no BBB23 estão confinados na estrutura instalada no Via Parque Shopping, na Barra da Tijuca (RJ), para conquistar o público e garantir duas vagas na Casa oficial (Crédito: Montagem/Divulgação/Gshow)
Os quatro candidatos a entrar no BBB23 estão confinados na estrutura instalada no Via Parque Shopping, na Barra da Tijuca (RJ), para conquistar o público e garantir duas vagas na Casa oficial (Crédito: Montagem/Divulgação/Gshow)
Está na hora de dar aquela espiadinha! O Big Brother Brasil 23 estreia oficialmente na próxima segunda-feira (16), mas o jogo já começou. Nesta terça-feira (10), foi inaugurada a Casa de Vidro da temporada e o público já pode conhecer os quatro candidatos a entrar na casa mais vigiada do país.

Os quatro candidatos a brothers e sisters estão confinados na estrutura instalada no Via Parque Shopping, na Barra da Tijuca (RJ), para conquistar o público e garantir uma vaga na Casa oficial. No fim da votação, dois serão escolhidos, um homem e uma mulher.

O dia a dia dos candidatos serão transmitidos, lance a lance, pelo Globoplay. As demais informações sobre como será a votação será dada nos próximos dias. Essa é a primeira vez que a Casa de Vidro é inaugurada antes do início do programa.

Conheça os quatro concorrentes da Casa de Vidro:

Gabriel

O administrador de 24 anos é natural de Ribeirão Preto, interior de São Paulo, mas vive em Florianópolis. Em 2021, começou a migrar para a carreira de modelo, o que lhe rendeu relações com famosas como Anitta, Luísa Sonza e Gabi Lopes.

Hoje, no entanto, tem como principal fonte de renda o estágio em uma construtora da família: “Tem vezes que eu fico dois, três meses sem fazer nada, é muito volátil, não tem como você se bancar na fase em que estou”.

Giovanna


A empresária do ramo de produtos de beleza, de 25 anos, nasceu em Campinas, interior de São Paulo, mas mora no Rio de Janeiro desde os 17 anos. Foi emancipada aos 16 anos para abrir uma empresa para vender kits de alongamento de unhas após passar por uma crise financeira na família.


“Minha relação com meus pais hoje em dia é muito boa. Mas só chegou nesse ponto porque eu estabeleci muitos limites. Eu comecei a tratá-los como se eles fossem filhos. Falava: ‘Se vocês brigarem eu vou expulsar um de casa’. Eu sustento a minha família”, conta.

Solteira, ela passou por um relacionamento abusivo, mas garante: “Não pretendo namorar na casa, mas pretendo dar uns beijinhos, porque ninguém é de ferro. Tem pessoa que tem um dedo podre, eu tenho duas mãos podres. Se digo: ‘aí, eu gostei dessa pessoa’. Você pode ter certeza que essa pessoa é problemática. Só dou bola fora”.

Giovanna curte moda, é gamer e se considera nerd: “Eu gosto de jogar League Of Legends. Você olha para minha cara e nunca vai imaginar que eu sou jogadora”.

Manoel

O psiquiatra cuiabano de 32 anos vive um amor livre há 11 anos com Raphael. 

“A coisa mais difícil vai ser ficar longe dele porque a gente acorda, trabalha junto, malha junto. A gente morou separado três anos e o relacionamento ainda era fechado. Quando fomos morar juntos, a gente estava num nível de tanta confiança que passamos a não ver mais sentido desse pacto de exclusividade. Podemos nos relacionar com outras pessoas. E a gente conta tudo um para outro. Nunca conseguimos engatar um ‘trisal’, porque o povo é resistente", relata sobre seu relacionamento.

Manoel decidiu se tornar psiquiatra no meio da faculdade de medicina por se considerar um bom analista de comportamento. 

“Me considero bom para analisar situações complexas, consigo me conectar bem com as pessoas, entender o sentimento das pessoas, fui para psiquiatria porque vi nesse lugar da Medicina que conseguia me conectar com as pessoas e ouvir histórias de vida, isso faria por hobby, mas tornei minha profissão. Me inspiro na superação dos pacientes", explica.

No BBB, ele afirma que seu trunfo será “o equilíbrio mental e saber ler as pessoas.”

Paula

A biomédica de 28 anos é moradora de Jacudá, interior do Pará e filha de pais nordestinos: “Sou funcionária pública há oito anos. Comecei a pagar a faculdade do meu irmão; ele começou a trabalhar. Eu e ele viramos o pai e a mãe. E, hoje, quem sustenta minha mãe sou eu.”

A paraense já teve um cargo de liderança no movimento jovem da igreja, mas acabou se distanciando por conta da vontade de entrar para o BBB. 

“Eu digo que, eu indo para o BBB, essa é a minha virada de chave. Por isso, o Big Brother é a minha salvação. É para mim e para a minha família. É o prêmio que eu quero. Se a fama vier, é a cereja do bolo. Mas eu quero dinheiro", garante.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Van Gogh Live 8K: exposição chega ao Recife e encanta público
Manhã na Clube: entrevista com Rodrigo Coutinho, secretário de esportes do Recife
Manhã na Clube: entrevista com Priscila Lapa, cientista política
Manhã na Clube: entrevista com Everaldo Silva e  Ney Araújo
Grupo Diario de Pernambuco