Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

HOMENAGEM

Marcos Valle e Joyce Moreno lançam single composto para Gal Costa

Publicado em: 29/12/2022 09:25

 (Foto: Arthur Berbat/Divulgação)
Foto: Arthur Berbat/Divulgação
Desde que a música popular brasileira perdeu Gal Costa, em novembro último, a memória da cantora baiana vem sendo reverenciada por meio de textos jornalísticos, programas radiofônicos e especiais televisivos. As canções gravadas pela  musa da Tropicália se mantêm vivas na memória afetiva dos fãs.

Gal acaba de receber uma nova homenagem, agora feita por dois companheiros de ofício. Ainda emocionados pelo impacto da perda, Marcos Valle  e Joyce Moreno compuseram e gravaram uma canção para celebrá-la. Registrada num single A chuva sem Gal, acaba de ser lançado nas plataformas digitais pela Biscoito Fino.

O tema foi composto por Marcos Valle ao piano, tão logo soube da morte, na manhã de 9 de novembro. Por saber da ligação afetiva de Joyce e Gal, o músico mandou a melodia para a parceira escrever uma letra. "Quando eu recebi a notícia, bateu aquela emoção. Como não sabia como canalizar o que estava sentindo, fui para o terraço da minha casa e fiquei, sozinho, olhando chuva que caía. Aí, me veio essa melodia, que chegou com uma certa leveza, apesar de triste",conta

Joyce, por sua vez, se emocionou com a melodia, na primeira audição. "Eu estava mexidíssima. Foi como se um pedaço do coração do Brasil tivesse parado de bater naquele momento. Aí recebi essa linda melodia do Marcos. Escrevi a letra chorando muito. Achei que não conseguiria, mas ela saiu, na emoção da hora".

Além dos parceiros, que se revezam nos vocais (Marcos também ao piano), a gravação do single A chuva sem Gal contou com Tutty Moreno (bateria), Jorge Helder (baixo) e Jessé Sadoc (flugelhorn). A capa do single leva a assinatura do artista plástico Omar Salomão, que havia criado a arte dos singles e do álbum Nenhuma dor, que Gal Costa lançou em fevereiro de 2021.

O verso inicial da letra de A chuva sem Gal diz: "Havia um cristal nas asas do vento/ Trazendo um alento assim natural/ Tudo em qualquer pensamento/ Pintando de azul o cinzento/ Que mudava de forma naquele momento..." Não custa lembrar que uma das canções de maior sucesso gravada por Gal Costa foi Chuva de prata, composta por Ed Wilson e Ronaldo Bastos — uma das faixas do LP Profana.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Van Gogh Live 8K: exposição chega ao Recife e encanta público
Manhã na Clube: entrevista com Rodrigo Coutinho, secretário de esportes do Recife
Manhã na Clube: entrevista com Priscila Lapa, cientista política
Manhã na Clube: entrevista com Everaldo Silva e  Ney Araújo
Grupo Diario de Pernambuco