Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

MÚSICA

Marcello Rangel faz show-homenagem ao histórico álbum 'Transa', de Caetano Veloso

Publicado em: 02/12/2022 12:38

 (Foto: Sidarta/divulgação.)
Foto: Sidarta/divulgação.
Comemorando o cinquentenário do álbum "Transa", de Caetano Veloso, o cantor e compositor Marcello Rangel chega neste sábado (3) ao Terra Café, no bairro da Boa Vista, para show-homenagem que se debruço sobre as faixas do disco, considerado um dos mais relevantes e cultuados da música poupular brasileira. “Devo muito ao estudo dessa obra, e outras tantas, à minha desenvoltura como compositor, músico e artista”, reverencia o artista. 

O repertório busca desvelar as influências que Caetano e “Transa” exercem sobre o artista pernambucano. Estão no setlist várias canções do clássico álbum de 1972, como “You don’t know me”, “Triste Bahia”, “Mora na filosofia” e  “It’s a long way”, músicas pinçadas de outras fases da trajetória, a exemplo de “Deusa urbana” e “Mamãe natureza”, e as autorais “Futuro nacional”, “Solar”, “Não” e “Estrada”. 

Ele divide o palco com Angelo Mongiovi (guitarra), Miguel Mendes (baixo e sintetizador) e Rostan Junior (bateria e percussão), em meio ao clima de improviso e experimentação presente no icônico e cinquentão “Transa” e característica marcante do quarteto, que começou a tocar junto desde em 2022.

O cantor, compositor e intérprete Marcello Rangel comemora o cinquentenário do álbum “Transa”, de Caetano Veloso, em show neste sábado (3) no Terra Café (Boa Vista). O disco é um dos mais relevantes e cultuados da música popular brasileira. Lançado em maio de 1972, está marcado na história fonográfica ao mesmo tempo como um registro atemporal e um icônico retrato de Caetano, do país e do mundo à época.

Na reta final de 2022, Marcello Rangel está em processo de finalização do novo álbum, sucessor de “Quanto mais eu vou, eu fico”, previsto para ser lançado no primeiro semestre do próximo ano. Integrante da Mostra Reverbo, ele se destaca como um dos principais nomes da cena atual, com músicas sobre anseios existenciais, temas sociais e reflexões sobre os constantes movimentos da vida.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Van Gogh Live 8K: exposição chega ao Recife e encanta público
Manhã na Clube: entrevista com Rodrigo Coutinho, secretário de esportes do Recife
Manhã na Clube: entrevista com Priscila Lapa, cientista política
Manhã na Clube: entrevista com Everaldo Silva e  Ney Araújo
Grupo Diario de Pernambuco