Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

CANTATA DE NATAL

Cantata 'Bandeira do Divino' faz apresentações no Recife neste final de semana

Publicado em: 14/12/2022 13:40 | Atualizado em: 14/12/2022 14:14

 (Crédito: Divulgação)
Crédito: Divulgação
“Os devotos do Divino vão abrir sua morada pra bandeira do Menino ser bem-vinda, ser louvada...” Após três anos de interrupção, os versos da música de Ivan Lins serão entoados novamente pelo Coral Infantil do Conservatório Pernambucano de Música no Teatro de Santa Isabel. A cantata natalina “Bandeira do Divino” resgata toda a tradição da natividade no Brasil. Traz um repertório formado por pastoril, cavalo marinho, boi-bumbá e reisado, executado pela Orquestra de Câmara de Pernambuco e o grupo SaGrama. A temporada 2022 do espetáculo será neste sábado (17) e domingo, às 19h e às 17h, respectivamente. 

“Estamos muito felizes com o fato de poder remontar este espetáculo tão bonito, que é a “Bandeira do Divino”, após três anos. O último foi em 2019; nos anos seguintes, não conseguimos fazer por causa da pandemia, que exigia o isolamento social. Foi uma fase difícil, principalmente para quem vive de música, pela perda do contato com o público, tão importante. Trazer o espetáculo de volta agora significa trazer a plateia de volta, resgatar esta integração e também festejar que estamos juntos, estamos bem, com saúde. A montagem é uma celebração à vida”, destaca a gerente do Conservatório, Rose Hazin. 

Durante uma hora e 15 minutos, cerca de 150 pessoas - incluindo 80 crianças, 30 músicos da orquestra e 11 no time do SaGrama, mais equipe de produção - sobem ao palco para dar vida a esta história que fala de “paz, amor e fraternidade”, como salienta a gestora da escola de música.

“O espetáculo é muito bonito e traz uma visão completamente diferente do Natal, ao mesmo tempo em que se mantém como uma celebração. As crianças estão eufóricas, vivendo um misto de emoções e sentimentos, por pisar ao palco e pela oportunidade de participar de um espetáculo de verdade. Muitas delas jamais entraram num teatro e essa experiência estimula a participação deles na vida acadêmica, dá vontade de estudar mais, de se igualar àqueles artistas que estão no palco.”
 
 (Crédito: Divulgação)
Crédito: Divulgação
 
O maestro José Renato Accioly, que divide a direção artística com Quiercles Santana, reforça a importância deste encontro. “É uma vivência única que as crianças de iniciação musical experimentam ao participar deste espetáculo musical profissional, com uma orquestra. Elas ganham a oportunidade de entender como funciona uma produção como a “Bandeira”, e de contribuir para a produção; têm a chance de acompanhar tudo funcionando, participam dos ensaios e observam toda a disciplina que envolve uma montagem profissional”, salienta José Renato.

O repertório inclui 20 músicas, que receberam arranjos para coro e orquestra criados por Sérgio Campello, líder do SaGrama. São peças do cancioneiro musical, como “Vinde, vinde, moços e velhos”; “Linda Borboleta”, “Queima da Lapinha” e “Meu Bom José”, que aparecem ao lado de obras de Dimas Sedícias (“Boi Babá” e “Novena”) e Lourival Oliveira (“Carnavá na Roça”), além da faixa que dá nome ao musical. O diretor do SaGrama também assina algumas composições, a exemplo de “Guerreiro do Além-Mar” e “Severino”. 

Ao longo do musical, dez crianças se intercalam em cena como solistas, nos papéis de Diana, Mestra, Contramestra, Borboletas, Pastores, Camponesa, Ave Maria e Estrelas. A Cia. Perna de Palco, dirigida por Anna Miranda, resgata a dança e os personagens clássicos da cultural popular. 

“A ideia é fazer com que esse repertório seja incorporado na vida de todos os que participam e suas famílias. As crianças vão para o ensaio e levam para casa as músicas para continuar ensaiando, e assim os pais acabam entrando também neste espírito. Na outra edição, a plateia cantava praticamente todas as músicas porque este repertório era incluído no dia a dia, na rotina da família. Dessa forma, conseguimos manter estas músicas vivas, reintroduzimos elas na vida das pessoas, perpetuando este cancioneiro natalino”, diz o maestro.

Além de ensaiar com os pequenos e (re)aprender o repertório, parte dos pais também atuam como voluntários na produção. “Temos toda a logística de receber os meninos e, ao fim da apresentação, devolver aos pais. Imagine que são 80 crianças! É um superexercício de produção manter tudo isto funcionando também nos bastidores”, acrescenta a produtora Carla Navarro, que rege essa “orquestra” formada por familiares e equipe de produção nas coxias do teatro. 

Serviço: 
Cantata Natalina “Bandeira do Divino” 
Onde: Teatro de Santa Isabel (Praça da República, s/n, Santo Antônio)  
Quando: sábado (dia 17 de dezembro), 19h; domingo (18 de dezembro), 17h 
Quanto: Entrada gratuita. Ingressos devem ser retirados na bilheteria do teatro, uma hora antes do espetáculo
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Van Gogh Live 8K: exposição chega ao Recife e encanta público
Manhã na Clube: entrevista com Rodrigo Coutinho, secretário de esportes do Recife
Manhã na Clube: entrevista com Priscila Lapa, cientista política
Manhã na Clube: entrevista com Everaldo Silva e  Ney Araújo
Grupo Diario de Pernambuco