Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

EVENTO

Cais do Sertão abre as portas para a exposição ART-PE com arte moderna e contemporânea

Publicado em: 07/12/2022 11:49

 (Foto: Blenda Souto Maior / Arquivo DP)
Foto: Blenda Souto Maior / Arquivo DP
A Feira de Arte Contemporânea de Pernambuco (ART-PE) acontece de 9 a 11 de dezembro, das 14h às 21h, no segundo pavimento do Cais do Sertão, no Bairro do Recife. O evento é um  encontro de galerias de arte, galeristas, marchands e colecionadores de arte moderna e contemporânea. A entrada é  gratuita e aberta ao público e vai contar vai contar com a participação de 16 espaços de arte, entre eles 11 galerias de arte de Pernambuco, uma plataforma de arte online, uma galeria de João Pessoa, outra de Fortaleza, além de uma da região do Agreste e dois espaços com projetos de arte e impacto social. A feira conta com o patrocínio da Iquine e BTG Pactual; e apoio da Vivix Vidros Planos; Galeria Marco Zero; do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Turismo e Lazer; Empetur e Cais do Sertão. 

De acordo com Diogo Viana, idealizador da feira, que está em sua primeira edição, o objetivo é fomentar o mercado local de artes visuais. “É uma necessidade do Recife. A cidade é um celeiro de artistas, mas é tudo muito pulverizado, é preciso unir forças”, afirma. “Além disso, o próprio público comprador não conhece muitas galerias, no geral frequenta apenas uma ou duas. Então também é uma forma de ampliar o leque de opções para quem consome arte”.

A ART-PE conta com a participação das galerias Amparo 60, Garrido Galeria, Número Galeria, Spotart, RedigArt, Nuvem Galeria, Arte Plural, Ceci Galeria, Casa Antica Escritório de Arte, Christal Galeria, Cave Galeria – CE, Casa Balea Galeria, Espaço Arte Brasil, BOI Galeria e Mau Mau Galeria com Gráfica Lenta. O evento terá também um bistrot do Café Borsoi, que traz um menu exclusivo; um wine bar assinado pelo Wine Concept; a Livraria da Praça, com materiais de belas artes e livros sobre arte e design; e o Sebo Baleia, com diversas obras literárias de arte usadas e raras, com edições esgotadas.

“Ficamos muito felizes de ter o Cais do Sertão, um dos equipamentos mais importantes e especiais do Governo do Estado, recebendo uma feira de arte contemporânea como a ART-PE. Esperamos que, nestes três dias de evento, possam florescer novas ideias e outras formas de pensar o meio artístico em Pernambuco. É muito importante para um centro cultural como o Cais apoiar e se inserir dentro deste movimento”, destaca a secretária de Turismo e Lazer, Milu Megale.

O evento dá espaço também para duas galerias de impacto social: a ONG Paratodos e o projeto Veneza Teimosa. A Paratodos é uma instituição sem fins lucrativos que leva projetos sociais para pessoas em vulnerabilidade social há mais de 20 anos. É uma ONG que tem projetos financiados essencialmente pela Arte. Os valores angariados nos leilões são investidos integralmente nos projetos apoiados pela instituição e distribuídos em frentes de atuação como: Assistência, Alimentos, Arte, Arquitetura, Educação, Cultura, Saúde e Esportes.

Já o projeto Veneza Teimosa é idealizado pelo curador de arte, Aslan Cabral, e pela historiadora da arte, Mônica Bouqvar. Ele reúne obras de artistas periféricos da capital pernambucana que fazem parte do projeto social e cultural que busca, incentiva e promove talentos periféricos a desenvolverem suas expressões culturais.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Van Gogh Live 8K: exposição chega ao Recife e encanta público
Manhã na Clube: entrevista com Rodrigo Coutinho, secretário de esportes do Recife
Manhã na Clube: entrevista com Priscila Lapa, cientista política
Manhã na Clube: entrevista com Everaldo Silva e  Ney Araújo
Grupo Diario de Pernambuco