Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

LITERATURA

Jornalista Fernando Rêgo Barros relata trajetória do título mundial de 58 em livro

Publicado em: 25/11/2022 11:40

 (Crédito: Arquivo Pessoal)
Crédito: Arquivo Pessoal
Em plena época da Copa do Mundo, à margem do hexa, os brasileiros podem ter um motivo na estante para aumentar a esperança do título no Catar. O jornalista Fernando Rêgo Barros lança o livro 1958: Como Ganhamos a Copa da Suécia, onde relata bastidores e a caminhada rumo à primeira das cinco estrelas no peito. O lançamento acontecerá na próxima quarta-feira (30), às 21h, na Livraria Leitura do Shopping RioMar. 

O leitor mergulha no passado em pouco mais de 200 páginas, sendo introduzido aos principais acontecimentos da época, como o conflito bilateral da Guerra Fria e o governo de Juscelino Kubitschek. Além disso, são narradas histórias inéditas da trajetória. Rêgo Barros entrevistou os campeões Pepe, Zito, Dino Sani e Zagallo. Imagens da época e de gravações originais das partidas foram inseridas para ilustrar os eventos, inclusive da decisão Brasil x Suécia. 

Ao contrário da empolgação irrestrita atual dos torcedores com Tite e companhia, a relação entre o país e seleção era conturbada no período. A tragédia do ‘Maracanazo’, em 1950, e a eliminação para a Hungria nas quartas de final, em 54, deixou os brasileiros desconfiados para a Copa sediada na Suécia. 

“Muita gente não acreditava mais que o Brasil pudesse ser campeão. Mas o Nelson Rodrigues, por exemplo, acreditava e dizia que o Brasil tinha que superar o 'complexo de vira-lata' por não acreditar em si próprio e diminuir a sua autenticidade diante do passado no futebol”, explicou o jornalista.
.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Van Gogh Live 8K: exposição chega ao Recife e encanta público
Manhã na Clube: entrevista com Rodrigo Coutinho, secretário de esportes do Recife
Manhã na Clube: entrevista com Priscila Lapa, cientista política
Manhã na Clube: entrevista com Everaldo Silva e  Ney Araújo
Grupo Diario de Pernambuco