Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

MODA

Alessandro Michele deixa a Gucci e causa comoção no mundo da moda

Publicado em: 25/11/2022 17:49

Estilista Alessandro Michele estava no cargo de diretor criativo da grife italiana Gucci por sete anos (Crédito: Reprodução/Instagram @ alessandro_michele)
Estilista Alessandro Michele estava no cargo de diretor criativo da grife italiana Gucci por sete anos (Crédito: Reprodução/Instagram @ alessandro_michele)
A grife italiana Gucci anunciou nesta quarta-feira (23) que o estilista Alessandro Michele deixou o cargo de diretor criativo da marca, após sete anos.

Em um comunicado oficial, o grupo Kering informou a saída e reforçou que o estilista desempenhou um “papel fundamental para fazer da Gucci o que é hoje, graças à sua criatividade revolucionária e sempre em conformidade com os códigos da marca”.

Em uma publicação no Instagram, Alessandro Michele falou sobre o caso. “Há momentos em que os caminhos se separam devido às diferentes perspectivas que cada um de nós pode ter. Hoje termina para mim uma jornada extraordinária, que durou mais de 20 anos, dentro de uma empresa na qual dediquei incansavelmente todo o meu amor e minha paixão criativa”, iniciou.

Segundo o estilista, durante este “longo período, a Gucci foi meu lar, minha família adotiva”. “A esta família alargada, a todas as pessoas que cuidaram e apoiaram, os meus sinceros agradecimentos, o meu maior e mais comovente abraço”, acrescentou.

“Junto com eles desejei, sonhei, imaginei. Sem eles, nada do que eu construí teria sido possível. A eles, portanto, meu mais sincero desejo: que continuem se alimentando de seus sonhos, matéria sutil e impalpável que faz valer a pena viver. Que continuem se alimentando de imaginários poéticos e inclusivos, permanecendo fiéis a seus valores. Que vocês vivam sempre de suas paixões, soprada pelo vento da liberdade”, finalizou o designer.

Segundo a nota, a equipe de design da Gucci continuará a direção criativa até o anúncio de uma nova organização.

Marco Bizzarri, presidente e CEO da Gucci, ressaltou que teve “sorte de conhecer Alessandro no final de 2014″ e, desde então, teve “o prazer de trabalhar lado a lado, enquanto a Gucci traçava o seu caminho para o sucesso”.

“Quero agradecer a Alessandro por seu compromisso de 20 anos com a Gucci e, por sua visão, dedicação e amor incondicional por esta Maison única ao longo dos anos como diretor criativo”, pontuou

François-Henri Pinault, presidente e CEO da Kering, afirmou que “o caminho que Gucci e Alessandro percorreram juntos nos últimos anos é único e continuará sendo um momento excepcional na história desta Maison”.

“Sou grato a Alessandro por trazer tanto dele mesmo nesta aventura. Sua paixão, imaginação, engenhosidade e cultura colocaram a Gucci no centro do palco, no lugar que ela merece. Desejo a ele tudo de bom no próximo capítulo de sua jornada criativa”, concluiu François-Henri.

O cantor Elton John também usou as redes sociais para lamentar a saída do amigo estilista da Gucci. "Devastado ao saber que Alessandro está deixando a Gucci. Ele é meu querido amigo e inspiração. O que quer que ele faça a seguir, estarei lá para ele porque o amo e adoro", escreveu o músico.


Alessandro Michele já trabalhou com a grife Fendi e foi contratado pela Gucci em 2002, assumindo o cargo de diretor criativo da marca em 21 de janeiro de 2015 para substituir Frida Giannini. A estreia do estilista aconteceu durante a semana de moda de Milão de inverno, realizada em fevereiro do mesmo ano.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Van Gogh Live 8K: exposição chega ao Recife e encanta público
Manhã na Clube: entrevista com Rodrigo Coutinho, secretário de esportes do Recife
Manhã na Clube: entrevista com Priscila Lapa, cientista política
Manhã na Clube: entrevista com Everaldo Silva e  Ney Araújo
Grupo Diario de Pernambuco