Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Turismo

Sertão

Conheça a Casa Grande das Almas, em Triunfo

O casarão reflete a alma do cidadão triunfense, visto que enaltece as artes e valoriza a história sertaneja

Publicado em: 16/04/2019 09:00 | Atualizado em: 17/04/2019 20:42

O casarão conta a história da cidade. Foto: Chico Andrade/ SeturPE
A Casa Grande das Almas fica a 2km do centro de Triunfo e conta a história do município. Ela faz divisa entre os estados de Pernambuco e Paraíba e é palco de muitos enlaces matrimoniais. O lugar hospedou diversas personalidades importantes, entre elas o venerado e temido Virgulino Ferreira da Silva, o Lampião (1897-1938). 

 
Parte externa da Casa Grande das Almas. Foto: Chico Andrade/ SeturPE

O cangaceiro chegou a se esconder várias vezes na propriedade enquanto fugia das volantes dos dois estados. Segundo o pesquisador Leydson Santos, da Triunfo Turismo, as passagens dele na região foram pacíficas. “As fotos que temos aqui no acervo sempre mostra o Lampião sem o chapéu. Esse gesto simboliza respeito na época”, elucida. 

Capela dedicada à Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Foto: Chico Andrade/SeturPE

Na área externa, toda ela localizada na Paraíba, existe uma capela em homenagem à Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Ao lado dela, há um mausoléu com seis catacumbas pertencentes aos antigos donos. “Em cada catacumba existem símbolos feitos no estilo bizantino e pequenos monumentos inspirados nas grandes edificações da história”, explica Laydson. A área verde no entorno dela é deslumbrante e rende boas fotografias. A cozinha da casa também está localizada na parte externa, separada do imóvel. 

Mural de fotos no salão da Casa Grande das Almas. Foto: Chico Andrade/SeturPE

O casarão foi construído entre os anos de 1886 e 1889. Ele tem 15 cômodos e está sob o domínio de Consuelo Timóteo, que faz parte da quinta geração de donos. A mãe dela, Dona Socorro Timóteo, de 82 anos, é quem sempre abre as portas da mansão para apresentar o acervo histórico aos visitantes.  A casa contém várias peças antigas como por exemplo, vitrolas, luminárias, pianos, pratarias, conjuntos de porcelanas, talheres, livros e obras de artes.

Socorro Timóteo, mãe da proprietária da casa. Foto: Chico Andrade/SeturPE

O mural de fotografias na sala chama bastante atenção. E para cada retrato, uma longa e empolgada explicação de Dona Socorro, que tem bastante orgulho da história de sua família. “Eu e minha filha não esperávamos herdar essa casa e ficamos emocionadas. Cada canto deste imóvel tem um significado para a família e eu faço questão de contar cada um deles”, relata a senhora que comercializa também um licor especial feito com cachaça e frutas. 

Biblioteca do casarão. Foto: Chico Andrade/SeturPE

A casa tem um grande valor cultural. Ela reflete a alma do cidadão triunfense, visto que enaltece as artes e valoriza a história. Os quadros, a mobília e todo o acervo existente nela transportam o visitante para outras dimensões. O lugar funciona de domingo a domingo, das 8h às 12h e das 14h às 17h. A entrada custa R$ 5,00. Para mais informações, o visitante pode ligar para os números 87 3846.1090 ou agendar uma visitar através da Triunfo Turismo pelo número 87 99951.3076.  

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Primeira Pessoa com Sam Nóbrega
O esforço de Guilherme e a rede de solidariedade que surgiu
Sobre Vidas: Natanael Ramos e Gil Sormany
Salão de Tóquio: Mitsubishi 2020
Grupo Diario de Pernambuco