Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Tecnologia

FINANÇAS

Pane dá prejuízo de US$ 6 bi e Zuckerberg perde posição entre os mais ricos

Publicado em: 04/10/2021 21:16 | Atualizado em: 04/10/2021 21:23

 (As ações da empresa de Zuckerberg, negociadas na Bolsa de Nasdaq, tiveram queda de 4,89%, sendo cotadas a US$ 326,23. Foto: AFP / ANDREW CABALLERO-REYNOLDS
)
As ações da empresa de Zuckerberg, negociadas na Bolsa de Nasdaq, tiveram queda de 4,89%, sendo cotadas a US$ 326,23. Foto: AFP / ANDREW CABALLERO-REYNOLDS
Esta segunda-feira (4) será um dia que Mark Zuckerberg tentará esquecer. Em poucas horas, a pane nos sistemas que derrubou o Facebook, Instagram e Whatsapp   causou prejuízo de cerca de US$ 6 bilhões ao dono das três empresas, de acordo com informações da Bloomberg.

As ações da empresa de Zuckerberg, negociadas na Bolsa de Nasdaq, tiveram queda de 4,89%, sendo cotadas a US$ 326,23.

Com a queda nas ações, o patrimônio do CEO do Facebook recuou para US$ 121,6 bilhões. Zuckerberg perdeu mais de US$ 18 bilhões desde o último dia 13 de setembro, quando acumulava uma riqueza de quase US$ 140 bilhões.

O prejuízo fez com que Zuckerberg caísse para a quarta posição na lista de homens mais ricos do mundo, sendo ultrapassado por Bill Gates, proprietário da Microsoft, na lista Bloomberg Billionaires.

Além da pane nos sistemas da empresa, Zuckerberg enfrenta um péssimo momento desde que o jornal Wall Street começou a publicar uma série de reportagens com base em documentos internos do Facebook. As histórias vazadas revelaram uma série de polêmicas minimizadas pela companhia, como a empresa ter conhecimento que o Instagram causava danos à saúde mental de adolescentes, e a rede de desinformação sobre o ataque ao Capitólio em 6 de janeiro de 2021.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Baixas na equipe de Guedes
Trump anuncia planos para lançar nova rede social
Manhã na Clube: entrevistas com Teresa Leitão (PT), Fernandes Arteiro e José Teles
CPI da Pandemia recomenda indiciamento de Bolsonaro
Grupo Diario de Pernambuco