Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Tecnologia

APLICATIVOS

WhatsApp vai deixar de funcionar em celulares mais antigos; veja lista

Publicado em: 09/09/2021 11:21

 (Foto: Lionel Bonaventure/AFP)
Foto: Lionel Bonaventure/AFP
O WhatsApp divulgou uma lista com os modelos de smartphone que deixarão de ter acesso ao aplicativo a partir de 1° de novembro. Isso irá ocorrer porque os modelos já são antigos e não irão mais suportar o app de mensagens.

De acordo com o comunicado, celulares com versões do Android mais antigas que a 4.1, que o iOS 10 e que o KaiOS 2.5.1 não terão mais acesso ao app.

Para saber se o seu celular ainda será compatível com o aplicativo basta acessar as Informações do software, disponível em configurações.

Veja a lista dos modelos 
Apple: caso o iPhone não suporte mais atualização para o iOS 10 ou superior

Samsung: Galaxy Trend Lite, Galaxy Trend II, Galaxy S2, Galaxy S3 mini, Galaxy Xcover 2, Galaxy Core e Galaxy Ace 2

LG: LG Lucid 2, Optimus F7, Optimus F5, Optimus L3 II Dual, Optimus F5, Optimus L5, Optimus L5 II, Optimus L5 Dual, Optimus L3 II, Optimus L7, Optimus L7 II Dual, Optimus L7 II, Optimus F6, Enact, Optimus L4 II Dual, Optimus F3, Optimus L4 II, Optimus L2 II, Optimus Nitro HD and 4X HD, e Optimus F3Q

ZTE: ZTE Grand S Flex, ZTE V956, Grand X Quad V987 e Grand Memo
 
Huawei: Huawei Ascend G740, Ascend Mate, Ascend D Quad XL, Ascend D1 Quad XL, Ascend P1 S e Ascend D2

Sony: Sony Xperia Miro, Sony Xperia Neo L e Xperia Arc S

Outros: Alcatel One Touch Evo 7, Archos 53 Platinum, HTC Desire 500, Caterpillar Cat B15, Wiko Cink Five, Wiko Darknight, Lenovo A820, UMi X2, Faea F1 e THL W8.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
As mães em plena pandemia: casal paulista adota cinco irmãos de Serra Talhada
Bolsonaro aumenta IOF para custear novo Bolsa Família
Surto de Covid-19 obriga Presidente da Rússia a ficar em isolamento
Manhã na Clube: entrevistas com o deputado Eduardo da Fonte (PP), Elias Paim e Diego Martins
Grupo Diario de Pernambuco