Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Tecnologia

FOTOS

FaceApp: aplicativo que muda gênero foi suspeito de usar dados ilegalmente

Publicado em: 15/06/2020 21:50

A apresentadora Maísa Silva foi uma das pessoas que compartilharam o resultado do filtro do app (Foto: Faceapp/reprodução)
A apresentadora Maísa Silva foi uma das pessoas que compartilharam o resultado do filtro do app (Foto: Faceapp/reprodução)
As redes sociais ficaram tomadas por fotos de pessoas com o gênero oposto durante o fim de semana. O FaceApp, aplicativo para celular que aplica filtros em fotos, caiu novamente nas graças de famosos e anônimos, e a brincadeira chegou a ser o assunto mais comentado do Twitter.

No entanto, vale lembrar que o dispositivo já foi relacionado a muitas controvérsias no passado, quando se levantaram suspeitas sobre a obtenção indevida de dados pessoais dos usuários. Em 2019, a app chegou a ser alvo de investigações do FBI em um inquérito sobre ciberespionagem.

Na época, a criadora do FaceApp, uma empresa russa, negou o uso indevido de dados dos usuários. E as brechas contestadas pela polícia norte-americana e encontradas na política de privacidade do app continuam do mesmo jeito.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Pantanal: o pior incêndio da história
Resumo da semana: escolas seguem fechadas, incêndio no Pantanal e mais leitos de UTI pediátrica
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão #Aulão: tudo sobre botânica
Rhaldney Santos entrevista a oftalmologista Larissa Ventura
Grupo Diario de Pernambuco