Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Tecnologia
Fake news Entenda em cinco pontos o que muda com as novas regras do WhatsApp

Por: Correio Braziliense

Publicado em: 21/01/2019 20:35 Atualizado em:

Foto: Reprodução/Pixabay
Foto: Reprodução/Pixabay
O serviço de mensagens instantâneas WhatsApp anunciou nesta segunda-feira (21) que vai limitar o número de contatos para quem os usuários da plataforma podem encaminhar uma mensagem. O número, que antes era 20, passará a ser apenas cinco a partir da próxima atualização, prevista para ser disponibilizada já nesta segunda, primeiro para os aparelhos Android e, em seguida, para iPhones. Abaixo, você fica sabendo, em cinco pontos, o que a mudança representa na prática.

Para quantas pessoas poderei encaminhar uma mensagem?
Com a mudança, será possível encaminhar mensagens para apenas cinco contatos por vez. É possível, porém, encaminhar uma mensagem para cinco pessoas, depois para mais cinco e assim sucessivamente.

O que muda nos grupos?
Será possível continuar enviando mensagens para grupos. Porém, cada grupo conta como um contato. Ou seja: será possível encaminhar uma mensagem para cinco grupos (ou para um grupo e quatro contatos, por exemplo).

Quando a mudança começa a valer?
A partir da próxima atualização. A previsão da empresa que administra o WhatsApp era de que a nova versão fosse disponibilizada para usuários Android ainda nesta segunda. A do iOS deve vir nos próximos dias. Se alguém ainda estiver conseguindo compartilhar mensagens para mais de cinco pessoas é porque não está usando a versão mais nova do app.

Quem será afetado?
Todos os mais de 1,3 bilhão usuários de do WhatsApp do mundo. Independente do sistema operacional ou do país.

O que motivou essa mudança?
O objetivo da atualização é conter a disseminação de fake news. Antes, o limite de encaminhamentos era 20. Contudo, desde julho a empresa vem testando o novo limite. A mudança aconteceu primeiro na Índia — onde, segundo o WhatsApp, as pessoas mais encaminham mensagens, fotos e vídeos. Passados seis meses, a equipe do mensageiro disse ter avaliado o teste "criteriosamente" e tomado a decisão de estender a medida para o mundo todo: "Continuaremos avaliando os feedbacks dos usuários sobre a experiência deles e buscando novas formas de lidar com conteúdo viral", disse a empresa, em nota.
 
Antes mesmo do teste, também em julho, o app já informava os usuários quando eles recebiam uma mensagem encaminhada. Tais mudanças servem, segundo a empresa, para "manter o WhatsApp dentro do princípio em que ele foi desenvolvido: um aplicativo de mensagens privadas".



Primeira Pessoa com Sam Nóbrega
O esforço de Guilherme e a rede de solidariedade que surgiu
Sobre Vidas: Natanael Ramos e Gil Sormany
Salão de Tóquio: Mitsubishi 2020
Grupo Diario de Pernambuco