Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Gastronomia

Uma tábua de encher os olhos

A moda agora são as Grazing Table, uma versão dos pratos de frios, servidos com torradas e antepastos. O conceito agora é de uma apresentação mais apetitosa

Publicado em: 28/09/2019 09:00

 (TARCISO AUGUSTO / ESP. DP FOTO)
TARCISO AUGUSTO / ESP. DP FOTO

A antiga tábua de frios –  com queijos, presuntos, salames,  antepastos, torradinhas, pães e outros ingredientes – ganha novo formato com nome sofisticado: as Grazing Table. A tendência do momento, que tem como principal característica trabalhar com o conceito da fartura de alimentos, conta com uma apresentação apetitosa e moderna e vem ganhando espaço em eventos da cidade, nos buffets e mesas dos pernambucanos assinadas por chefs de cozinha.

A proposta é servir comidas semi-prontas e para consumo rápido, montadas de forma que valorizam os ingredientes, as diversas combinações de sabores e tables exploram o lado visual, apetitoso e suculento de cada iguaria. “Essa experiência de diversão nas combinações de sabores ao redor da mesa é o principal diferencial do produto”, afirma a chef Anne Aquino. O fato dos alimentos serem dispostos em cima de uma tábua, podendo ficar ali por horas, facilita a interação entre as pessoas que estão naquele ambiente. “Ninguém precisa ficar se preocupando em ter que ir à cozinha repor ou esquentar os aperitivos que vão ser servidos. É uma forma prática que faz a diferença na hora de receber convidados”, acrescenta a profissional.

Além do gosto, requinte, praticidade e beleza, é uma ótima opção como entrada para um jantar, prato de tapas (petiscos) para acompanhar uma noite de vinhos e outras variedades, já que o modelo pode ser adaptado para qualquer ocasião. Anne Aquino é responsável por assinar uma linha variada com elaborações especiais de frios, café da manhã e até versão kids, sugerindo como opção na hora de presentear. “Além de ser uma opção inovadora, eles sentem o carinho em cada detalhe”, conta a chef, uma das pioneiras no formato, que oferece serviço especial de entregas em domicílio. Trabalhando sempre com materiais de fácil manuseio, a montagem é feita em menos de uma hora. Os itens utilizados também oferecem um espaço para apostar em novas ideias e colocar a mão na massa, investindo em receitas caseiras que harmonizem com os clássicos, como é o caso das geleias de pimenta e frutas vermelhas, que agregam um sabor diferenciado aos croassant, torradinhas e stroopwaffle.

Considerado um produto “para comer com as mãos”, a grazin table chega aos eventos para substituir a mesa de frios. A chef Renata Valença, que assina um buffet especializado em casamentos e outras ocasiões especiais, aposta na produção de grazin table em diversas situações e prova que a tendência vai além dos clássicos queijos e salames. Ela explora outros ingredientes no mesmo formato de apresentação, adaptando para as exigências da clientela e o tema de cada festa. “Fazemos de acordo com a proposta do evento, inovando nos sabores e nas combinações. Recentemente fizemos uma festa infantil e servimos uma table cake e outra com hambúrguer”, explica. No buffet Renata Valença, as opções de flan de gorgonzola, tortas salgadas e as tranças folhadas, são alguns dos diferenciais que conquistam o paladar da clientela.

Além da praticidade na hora de encomendar, quem trabalha com o produto também conta com a facilidade na elaboração. As tábuas ficam prontas em poucos minutos e por isso são produzidas no dia ou na véspera da data de consumo, garantindo a qualidade e frescor dos itens utilizados. “Basta ter em mente que o importante é não deixar espaços vazios, preenchendo toda a tábua com queijos, pães, torradinhas, patês, grissinis, geleias, frutas secas, ou até completando com itens decorativos como folhas, paus de canela e futas inteiras. Mexer com volumes alternando entre itens mais altos, outros mais baixos, também é uma ótima opção”, explica Felipe Almeida, responsável pelo buffet Villa Sandino.

Comandado por Felipe e Pedro Almeida, o Villa Sandino é conhecido por sua tradicional mesa americana, que se assemelha aos conceitos da Grazing Table, apostando na fartura, brincando com volumes e priorizando o serviço de itens já cortados para o consumo. A ideia de adicionar  o novo produto surgiu dos pedidos da clientela, apostando em uma apresentação de encher os olhos e fugindo do tradicional, trabalhando com saladas e massas que combinam com opções váriadas de molhos, responsáveis por imprimir ainda mais sabor, o item virou um dos mais pedidos. “É legal porque ela pode estar presente nos mais variados tipos de evento. Casamentos, aniversários, reuniões familiares e muitos outros”, conta Pedro.

A paranaense Cristina Salluterie, da Salluterie, começou servindo os quitutes para receber visitas e viu no sucesso e elogios dos amigos uma oportunidade de empreender. Ela prepara uma versão “mini table”, que pode receber as mesmas iguarias do tamanho tradicional, e é apresentada nas versões de café da manhã, frios e doces, custando a partir de R$ 60. “Temos várias propostas e uma delas é a versão reduzida, que fica com valor mais em conta”.               

Serviço

Anne Aquino - Grazing Table & Co
Telefone: 98874-2550

Buffet Villa Sandino (Rua Nicarágua, 139, Espinheiro)
Telefone: 3031-7434

Renata Valença Buffet (Rua Desembargador Motta Júnior, 31, Casa Amarela)
Telefone: 98782-7997 / 99187-3613

Salluterie
Telefone: 98733-0697
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Primeira Pessoa com Sam Nóbrega
O esforço de Guilherme e a rede de solidariedade que surgiu
Sobre Vidas: Natanael Ramos e Gil Sormany
Salão de Tóquio: Mitsubishi 2020
Grupo Diario de Pernambuco