Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

ZONA DA MATA

Morre Mestre Luiz Paixão, ícone do forró de rabeca

Publicado em: 22/05/2022 09:37

A caminho do Recife, Paixão trouxe consigo a riqueza do forró, coco de roda, maracatu e ciranda. (Jose de Holanda/Reprodução)
A caminho do Recife, Paixão trouxe consigo a riqueza do forró, coco de roda, maracatu e ciranda. (Jose de Holanda/Reprodução)
O mestre rabequeiro Luiz Paixão, morreu aos 73 anos, no sábado (21). Ele estava internado desde o último mês de abril, para tratar um câncer de próstata. O artista de Aliança, na Zona da Mata pernambucana, nasceu em uma família de músicos, onde começou a aprender seu instrumento aos 8 anos de idade, mesmo tempo em que começou a trabalhar nos canaviais.

No ano passado, o artista, considerado um dos ícones da cultura nordestina, lançou o álbum “Forró de rabeca”, que mistura temas de domínio público e músicas inéditas, num repertório que abarca cocos, sambas, cirandas e cavalos-marinhos e outros gêneros musicais.

Histórico
Nos anos 90, ele emergiu do anonimato graças à ascensão do movimento Mangue Beat. A caminho do Recife, trouxe consigo a riqueza do forró, coco de roda, maracatu e ciranda, participando de muitos projetos no Brasil e no exterior.

Desde 2001, Mestre Luiz Paixão tem uma relação musical com a cantora Renata Rosa, que aprendeu com ele a arte de tocar rabeca. Ela produziu seu primeiro álbum, lançado em 2005. 

No álbum “Forró de rabeca”, Luiz Paixão toca rabeca em todas as 14 músicas e interpreta com a voz a faixa “Maria pequena”.

Homenagens
Nas redes sociais, diversos artistas fizeram homenagens ao rabequeiro.
"Já deixa um matulão de saudades. Obrigado por nos encantar por tanto tempo, e deixar o som vivo", escreveu o cantor e compositor Barro.

"Obrigado por tudo, meu mestre! Muita luiz pra você!", escreveu o artista Martins.

Obrigada pela graça de ver e ouvir tanta beleza, mestre! Um rombo no peito, do tamanho da certeza de que tudo o que você deixou tá muito vivo e vai florecer pra sempre. Obrigada!!!!", publicou a artista Karina Buhr.

Confira as músicas em ordem de reprodução do álbum "Forró de rabeca":

1. Samba da santa (Luiz Paixão)
2. Pé de lírio 
3. Forró de rabeca (Luiz Paixão)
4. Maria pequena 
5. Baião arrochado (Luiz Paixão)
6. Amor amor amor 
7. Forró do cambiteiro (Guga Santos, Stef Pai Véio e Luiz Paixão)
8. Samba das rabecas (Mina e Luiz Paixão)
9. Ciranda da macaxeira (Guga Santos e Luiz Paixão)
10. Dona Maria, o Coco é redondo (Sidraque e Luiz Paixão)
11. Menina linda (Mina e Luiz Paixão)
12. Farol de Olinda (Luiz Paixão)
13. Trupê do cavalo 
14. Urro do boi 
TAGS: rabeca | de | forró | do | ícone | paixão, | luiz | mestre | morre |
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Toalhas de Lula e Bolsonaro movimentam o comércio e dão o tom das eleições
Desemprego cai a 9,8% entre março e maio no Brasil
Manhã na Clube: entrevistas com o deputado federal Daniel Coelho e com a Dra. Magda Maruza
Registro de armas dispara no Brasil durante governo Bolsonaro
Grupo Diario de Pernambuco