Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

NAMOROS FAKES

De novo? Brasileira acha que namora músico grego e perde R$ 880 mil

Publicado em: 02/12/2021 17:28

 (crédito: AMER HILABI)
crédito: AMER HILABI
Um homem nigeriano foi denunciado pelo Ministério Público de São Paulo sob acusação de se apropriar de cerca de R$ 880 mil de uma mulher brasileira de 59 anos que pensava estar namorando o músico grego Yanni.

A vítima do estelionatário conheceu o "Yanni fake" pelas redes sociais e começou a conversar pelo Whatsapp. Posteriormente, eles decidiram se casar e a brasileira acabou efetuando inúmeras transferências bancárias para o nigeriano, que mora no Brasil. A polícia foi procurada pela família da vítima após ela procurar o pai, desesperada, pedindo R$ 10 milhões para pagamento de resgate de um suposto sequestro do músico. As informações são do colunista Rogério Gentile, do portal Uol.

Segundo o Ministério Público, o criminoso faz parte de uma quadrilha internacional conhecida como “Yahoo Boys” e tem mais de 200 membros no Brasil. De origem nigeriana, o grupo é especializado em praticar o assim chamado estelionato sentimental. A organização se aproxima de pessoas por meio de perfis falsos nas redes sociais.

A polícia já contabilizou mais de 400 vítimas em todo o país, considerando apenas aquelas que registraram ocorrência. A estimativa é de que 2 mil pessoas tenham sido enganadas no Brasil. O caso se assemelha ao do jogador de vôlei italiano Roberto Cazzaniga, que foi enganado durante 15 anos por uma mulher que se passava pela modelo brasileira Alessandra Ambrósio. O atleta chegou a transferir cerca de 700 mil euros para a golpista.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Supervacinada: Rafaela inaugura a fase da imunização de crianças contra a Covid no Recife
ONG acusa Bolsonaro de ameaçar a democracia no Brasil
Primeiro lote de vacinas pediátricas chega ao Brasil
Manhã na Clube: entrevista com a psicóloga Renata Sales
Grupo Diario de Pernambuco