Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

ENTRETENIMENTO

Joe Exotic fala da prisão em 'Tiger King 2' enquanto Netflix enfrenta ação judicial

Por: AFP

Publicado em: 16/11/2021 21:33 | Atualizado em: 16/11/2021 21:36

 (Foto: Netflix US / AFP
)
Foto: Netflix US / AFP
Joe Exotic está atrás das grades, mas a Netflix segue em frente com "Tiger King 2", continuação do fenômeno televisivo lançado no início da pandemia, que gerou uma batalha judicial antes mesmo do seu lançamento, previsto para esta quarta-feira (17).

A sequência da série se atualiza por telefone com um ofendido Exotic, excêntrico dono de um zoológico e aficcionado por grandes felinos, preso após ser declarado culpado pela tentativa de assassinato de Carole Baskin, proprietária de um santuário de animais. “Há um homem inocente na prisão”, afirma Exotic no trailer. "Todos do zoológico estão ganhando dinheiro e eu estou pagando o preço por cada uma dessas pessoas."

Embora a sentença de 22 anos de Exotic tenha sido anulada em julho, ele continua condenado por conspiração de assassinato por encomenda e violações da lei federal de vida selvagem, e aguarda uma nova sentença.

Mas "Tiger King 2" também foca na subtrama, possivelmente mais controversa, do original: o desaparecimento do primeiro marido de Carole, Don Lewis, que, de acordo com afirmações infundadas de Exotic, teria sido servido como alimento para os tigres do santuário.

Carole, que nega qualquer conexão com o desaparecimento de seu marido, descartou os pedidos de participação na sequência e processou a Netflix por considerar a primeira temporada "dura e injusta".

Um tribunal da Flórida, porém, negou a solicitação de Carole Baskin por uma ordem de restrição temporária. Segundo relatos, a Netflix respondeu com documentos legais que respaldam seu direito de usar imagens de Carole na sequência.

A Netflix não respondeu a um pedido de comentário sobre o processo, embora tenha liberado imagens da entrevista de "Tiger King 2", em que se comentam os supostos vínculos de Don Lewis com "homens realmente ruins".

A série original foi assistida em 64 milhões de lares nas primeiras quatro semanas após o seu lançamento, em março de 2020.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Bruno Becker, da chapa Náutico Sustentável, divulga projetos para o Timbu
Unicap continua com as inscrições abertas para Vestibular 2022
Manhã na Clube: entrevista com o deputado estadual Romero Sales Filho (PTB)
Variante ômicron representa risco elevado para o planeta
Grupo Diario de Pernambuco