Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

REDES SOCIAIS

Guilherme de Pádua exclui perfil após anúncio de série sobre Daniella Perez

Publicado em: 16/11/2021 21:47

 (Foto: Reprodução/Redes sociais)
Foto: Reprodução/Redes sociais
Guilherme de Pádua desapareceu das redes sociais após o anúncio de que a HBO Max prepara uma série documental de cinco episódios sobre a vida e o assassinato de Daniella Perez (1970 - 1992). 

Condenado pelo crime, hoje ele é pastor numa igreja evangélica de Belo Horizonte , em Minas Gerais . O ex-ator deletou o perfil que tinha no Instagram com 40 mil seguidores. No lugar, criou um perfil privado com 600, mas também excluiu.

O assassino também excluiu o seu canal no YouTube , criado há dois anos, no qual vinha publicando vídeos sobre sua conversão religiosa. Num deles, a maquiadora Juliana Lacerda , com quem ele se casou em 2017 , dá um depoimento sobre seu casamento e rebate críticas que o marido recebia pelo crime.

"Pensei em dissuadi-la a não mexer com isto, mas já apanhei da imprensa e não quero apanhar da patroa também", escreveu ele na descrição do vídeo. 

Documentário
A obra terá direção de Tatiana Issa ( Dzi Croquettes ) e Guto Barra ( Yves Saint-Laurent: My Marrakesh ), e também terá depoimentos da mãe da atriz, a autora de telenovelas Glória Perez . O elenco contará com o viúvo da atriz, Raul Gazolla , e amigos como Fabio Assunção , Claudia Raia , Cristiana Oliveira , Maurício Mattar , Wolf Maya e Eri Johnson .

Além disso, autoridades e advogados também serão ouvidos, de acordo com as informações da colunista Patrícia Kogut , do jornal O Globo .

Além de lembrar o plano que culminou no assassinato de Daniella , aos 22 anos, no auge de sua carreira, a produção vai mostrar a luta de Glória por justiça.

Por iniciativa da novelista, foram colhidas mais de 1 milhão de assinaturas num abaixo-assinado fazendo com que, por emenda de caráter popular, os homicídios qualificados passassem a ser considerados crimes hediondos, não sendo permitido o pagamento de fianças.

A estreia acontecerá em 2022 , quando o crime que chocou o Brasil e abalou a TV brasileira completa 30 anos.

Relembre o caso
Daniella Perez , que na época estrelava a novela De corpo e alma ( 1992 ), escrita por sua mãe, foi assassinada a tesouradas por Guilherme de Pádua , ator com quem fazia par romântico na trama, e por Paula Thomaz , esposa do artista na época.

O corpo da atriz foi encontrado num matagal a poucos metros de distância dos estúdios da TV Globo , na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro , perfurado com dezoito golpes fatais. O motivo do assassinato teria sido a redução do tempo de tela de Pádua no folhetim.

Guilherme e Paula foram condenados em júri popular por homicídio duplamente qualificado: por motivo torpe e impossibilidade de defesa da vítima.

Ambos cumpriram seis dos 19 anos, 18 meses e 6 meses de regime fechado — ao qual foram sentenciados. 

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Bruno Becker, da chapa Náutico Sustentável, divulga projetos para o Timbu
Unicap continua com as inscrições abertas para Vestibular 2022
Manhã na Clube: entrevista com o deputado estadual Romero Sales Filho (PTB)
Variante ômicron representa risco elevado para o planeta
Grupo Diario de Pernambuco