Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

CULTURA

Secult-PE recebeu quase 2,7 mil propostas culturais para editais da Lei Aldir Blanc

Publicado em: 12/11/2020 19:21

 (Foto: Fernando Figueroa/Secult PE - Fundarpe
)
Foto: Fernando Figueroa/Secult PE - Fundarpe

O secretário de Cultura de Pernambuco, Gilberto Freyre Neto, participou nesta quinta-feira (12), da coletiva de imprensa do governo do estado, apresentando um balanço das propostas enviadas pelos profissionais da área em todas as regiões do Estado para os editais promovidos com recursos da Lei Aldir Blanc de auxílio aos trabalhadores de cultura. De acordo com o secretário, já existe um número considerável, de quase 2,7 mil projetos apresentados, que vão passar por um processo de julgamento por diversas comissões técnicas, instituídas para classificá-los.

"Na sequência, nós vamos iniciar o processo de contratação e pagamento dessa política de fomento, que foi estabelecida para que as atividades culturais sejam realizadas dentro desse modelo possível de convivência com a pandemia", afirmou Freyre Neto. O período de análises se estende até o dia 20/11, com o resultado preliminar publicado nos dias 22 e 23 do mesmo mês. O resultado final será divulgado entre os dias 3 e 7 de dezembro. As propostas selecionadas deverão ser executadas até o dia 31 de março de 2021, e os proponentes deverão entregar o Relatório de Execução das Ações até o dia 30 de abril de 2021.

Seis dos sete editais promovidos pela Secretaria de Cultura de Pernambuco (Secult-PE) com recursos da Lei Aldir Blanc tiveram suas inscrições encerradas nos últimos dias, contando com ampla participação da sociedade civil. Ao todo, 2.681 propostas foram enviadas por profissionais da cultura de todas as regiões do Estado para os editais de “Criação, Fruição e Difusão” (1.342); “Formação e Pesquisa” (648); “Festivais” (138); “Prêmio de Salvaguarda e Registro Audiovisual de Saberes Tradicionais e da Cultura Popular” Eixo I (277) e Eixo II (100); “Aquisição de Bens e Contratação de Serviços Culturais – LAB (168)”, e “Propostas Artísticas e Culturais do Arquipélago de Fernando de Noronha – LAB PE” (8).

"A Secult-PE promoveu uma série de ações com o objetivo de atingir o maior número de pessoas nos editais da Lei Aldir Blanc, e esse conjunto de iniciativas foi fundamental para que tivéssemos o resultado obtido", ressalta Silvana Meireles, secretária-executiva de Cultura de Pernambuco.

Até o momento, quase 21 mil agentes culturais estão inscritos no Mapa Cultural de Pernambuco. Os sete editais emergenciais da Lei Aldir Blanc destinarão R$ 22,3 milhões para o financiamento de projetos culturais oriundos de produtores de todos os segmentos da cultura, no Estado.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Teatro do Parque: a volta à vida de um gigante centenário
Enem para todos com o professor Fernandinho Beltrão ##275 Mono e dicotiledôneas
Rhaldney Santos entrevista Dr Dimas Antunes
Argentina chora perda de Maradona
Grupo Diario de Pernambuco