Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

CINEMA

Novo Cine PE terá exibições na TV e na internet. Confira a programação

Publicado em: 09/11/2020 16:05 | Atualizado em: 09/11/2020 16:16

Foto: Felipe Souto Maior/Divulgação (Ninive Caldas apresentará festival diretamente do Cinema Sa%u0303o Luiz)
Foto: Felipe Souto Maior/Divulgação (Ninive Caldas apresentará festival diretamente do Cinema Sa%u0303o Luiz)

O Cine PE - Festival do Audiovisual anunciou, nesta segunda-feira (9), os detalhes de sua 24ª edição, que se chamará Novo Cine PE em razão do formato adotado no contexto da pandemia do coronavírus. O evento será realizado de 23 a 25 de novembro pelo Canal Brasil e pela TV Pernambuco na televisão e por meio da plataforma de streaming Canais Globo na internet. O horário nobre da programação, a partir das 18h, será destinado aos principais longas-metragens da mostra competitiva. Os 31 curtas escolhidos ficarão disponíveis online, para assinantes da plataforma Canais Globo, durante os três dias de festival, o que possibilita que o público assista em horários livres. Confira a programação completa no final da matéria.

As mostras competitivas de curtas ainda serão exibidas na TV Pernambuco, mas com data a ser definida. Apesar de formato online, a produção do festival transmitirá uma cerimônia gravada no Cinema São Luiz, que será exibida antes dos longas. A apresentação será da atriz pernambucana Nínive Caldas, pelo segundo ano consecutivo.

Programação
Foram 941 filmes inscritos para as mostras competitivas. De acordo com o festival, esse número que representa um crescimento de discretos 5,37% em relação ao número de 2019 (que foi de 892 filmes). Neste ano, são seis longas - sendo três na categoria ficção e três na categoria documentário - na Mostra Competitiva de Longas-Metragens, oito títulos na Mostra Competitiva de Curtas-Metragens Pernambucanos e vinte e três na Mostra Competitiva de Curtas-Metragens Nacionais.

Os seis longas nacionais selecionados para a mostra competitiva foram as ficções O Buscador (RJ), de Bernardo Barreto; Mudança (RS), de Fabiano de Souza; e Mulher Oceano (SP), de Djin Sganzerla; e os documentários Nós, que ficamos (PE), de Eduardo Monteiro; Memórias Afro-Atlânticas (BA), de Gabriela Barreto; e Ioiô de Iaiá (RJ), de Paula Braun. Para Mostra Competitiva de Curtas-Metragens Nacionais foram selecionadas 23 produções do Amazonas, Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e São Paulo.

A curadoria foi de Edu Fernandes, crítico e programador do circuito Cine Materna, e Nayara Reynaud, crítica de cinema, repórter, criadora e editora-chefe do site cultural Nervos (SP). Segundo a organização, houve um crescimento da participação de  produções pernambucanas, com mais filmes avaliados e com "alto grau de qualidade".

Troféu Calunga
O Júri Oficial de cada categoria das mostras competitivas será constituído por cineastas, críticos, pesquisadores e artistas, que serão responsáveis por indicar os vencedores para das categorias do Troféu Calunga.  De acordo com o regulamento do NOVO CINE PE, são 12 categorias de prêmios para a Mostra Competitiva de Longas-Metragens.

Além da premiação oficial, o Canal Brasil oferece o Prêmio Canal Brasil de Curtas, que tem como objetivo estimular a nova geração de cineastas, contemplando os vencedores na categoria curta-metragem dos mais representativos festivais de cinema do país. Um júri convidado pelo Canal Brasil e composto por jornalistas especializados em cinema escolhe o melhor curta da Mostra Nacional em competição que recebe o troféu Canal Brasil e um prêmio no valor de R$ 15 mil. A Abraccine - Associação Brasileira de Críticos de Cinema também reunirá um time de críticos para eleger o melhor filme de cada uma das três categorias no prêmio Júri da Crítica.

Confira a programação complera:

Mostra Competitiva Longa Metragem 
Nós, que ficamos (PE) – Documentário de Eduardo Monteiro
O Buscador (RJ) – Ficção de Bernardo Barreto
Memórias Afro-Atlânticas (BA) – Documentário de Gabriela Barreto
Ioiô de Iaiá (RJ) – Documentário de Paula Braun
Mudança (RS) – Ficção de Fabiano de Souza
Mulher Oceano (SP) – Ficção de Djin Sganzerla

Mostra Competitiva Curtas Metragens Pernambucanos
O Menino que Morava no Som (ficção), de  Felipe Soares
Presente de Deus (documentário), de  Daniel Barros
Nimbus (animação), Marcos Buccini
Mata (documentário), de Coletivo Documentando/Marlom Meirelles
Cozinheiras de Terreiro (documentário), de Tauana Uchôa
O Quarto Negro, de Carlos Kamara 
O mundo de Clara (animação), de Ayodê França
Perdidos (ficção), de Eduardo Santos e Renata Malta

Mostra Competitiva Curtas Metragens Nacionais
Manaus Hot City (AM) - Ficção de Rafael Ramos
Vai Melhorar (RN) – Ficção de Pedro Fiuza
Ex-Humanos (PE) – Ficção de Mariana Porto
Eu.tempo (PE) – Documentário de Thaíse Moura
Vigia - Um Olhar Para a Morte (BA) – Ficção de Victor Marinho
Ta Foda (RS) – Animação de Aline Golart, Denis Souza, Fernanda Maciel, Icaro Castello, Ligia Torres e Victoria Sugar.
O Homem das Gavetas (SP) – Animação de Duda Rodrigues
Neguinho (RJ) – Ficção de Marçal Vianna
O Sentinela da Frágil Fortaleza (CE) – Documentário de Alexandre Vale
“Taoquei?” (BA) – Documentário de Klaus Hastenreiter, Chris Mariani e Clara Ballena
Cidade Natal (SP) – Documentário de Ana Luísa Mariquito 
A casa e o Medo (SP) – Animação de Eduardo Aliberti, Henrique Truffi e Valentina Salvestrini
Duda (PR) – Ficção de Eugenia Castello e William Biagioli
O Que pode um corpo? (RS) – Documentário de Victor Di Marco e Márcio Picoli
"Baixas Lendas da Classe Média Alta I:Janaína-sem-cabeça" (MG) – Ficção de Bruna Schelb Corrêa
Metroréquiem (PE) – Documentário de Adalberto Oliveira
Estação Aquarius (AL) – Documentário de Fernando Brandão, Flávia Correia, Jairis Meldrado, Levy Paz, Rayane Góes e Ticiane Simões
Céu da boca (SP) – Animação de amanda treze
Celular (PE) – Ficção de amanda treze
Reagente (RJ) – Ficção de Paulo Copioba
Bonde (SP) – Ficção de Asaph Luccas
Cronofobia (GO) –Ficção de Luis Calil

SERVIÇO
Onde: Canal Brasil na televisão, na internet (plataforma de streaming Canais Globo) e TV Pernambuco. 
Quando: de 23 a 25 de novembro
Quanto: Gratuito

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Enem para todos com o professor Fernandinho Beltrão ##275 Mono e dicotiledôneas
Rhaldney Santos entrevista Dr Dimas Antunes
Argentina chora perda de Maradona
Jogadores se despedem de Maradona
Grupo Diario de Pernambuco