Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

HISTÓRIA

Há 170 anos, era fundado o Gabinete Português de Leitura de Pernambuco

Publicado em: 03/11/2020 12:41

 (Foto: Henrique Araujo/Divulgação)
Foto: Henrique Araujo/Divulgação

Há exatos 170 anos, em 3 de novembro de 1850, os portugueses residentes em Pernambuco passaram a contar com um espaço para reuniões especiais e comemoração de datas importantes da terra natal. O Gabinete Português de Leitura de Pernambuco (GPL-PE) completa aniversário nesta terça-feira (3) com cerimônia comemorativa, a partir das 19h30, com transmissão no canal da instituição no YouTube (Gabinete Português de Leitura PE).

Devido ao momento de pandemia, o evento presencial será restrito ao corpo diretivo do Gabinete, conselheiros e algumas autoridades, seguindo todos os protocolos de segurança. A solenidade será realizada na sede da instituição, que está localizada na Rua do Imperador Dom Pedro II, no bairro de Santo Antônio.

Para o presidente do GPL-PE, Celso Stamford Gaspar, a comemoração dos 170 anos da instituição celebra sobretudo as conquistas no desafio de tornar o Gabinete mais atrativo para os visitantes e associados, além de mais moderno. "Tudo isso se reflete também em nossos projetos editoriais, na preservação e nas inúmeras melhorias feitas em nossa sede e agora também em nossos prédios na Rua do Diário que em breve receberá 60 vagas de estacionamento e 10 salas corporativas. E por fim, mais uma iniciativa que tanto nos orgulha. Recentemente foi aprovado pela Lei de Incentivo à Cultura, o projeto "Conhecer é Preciso", que compreende o tratamento do acervo bibliográfico e do patrimônio arquitetônico a serviço da história e da cultura das duas pátrias: Brasil e Portugal”, destaca.

A solenidade terá um momento de louvor e agradecimento pelos 170 anos de história do  GPL-PE, com as bençãos de um sacerdote. Em seguida, haverá a apresentação teatral do Grupo Literatrupe, seguido do número musical do maestro Lúcio Azevedo, acompanhado da cantora Kátia Guedes.

A história do Gabinete
Em 1850, havia um grande número de portugueses residentes em Pernambuco. Estes, por sua vez, não possuíam um local adequado onde pudessem se reunir para cultuar sua pátria e comemorar datas importantes para o seu país. Procurando uma solução, o Comendador Miguel José Alves, na época, Chanceler do consulado de Portugal no estado, foi o primeiro a pensar na possibilidade de fundar o Gabinete Português de Leitura em Pernambuco.

Porém, se ao Comendador cabe o mérito da elaboração da ideia, coube ao cirurgião e jornalista João Vicente Martins a honra de fundar, em 3 de novembro de 1850, constituir a primeira diretoria, reunir os primeiros associados e viabilizar a instalação, em 15 de agosto de 1851, do Gabinete Português de Leitura de Pernambuco, em seu primeiro endereço, na Rua da Cadeia Velha, atual Avenida Marquês de Olinda, no Bairro do Recife.

Desde 1921, instalado em sede própria, no coração do Recife, o edifício de três andares, que começou a ser construído no início de 1909, oferece aos pernambucanos e à comunidade portuguesa intensas experiências de troca de conhecimento e de cultura, além de estreitar os laços de amizade entre Portugal e Brasil.

O Gabinete Português de Leitura de Pernambuco promove a realização de solenidades, comemorações, seminários, conferências, exposição de livros, fotografias, pinturas, cursos e projeções cinematográficas portuguesas. Sua biblioteca possui um acervo superior a 50 mil volumes. Toda a bibliografia está permanentemente à disposição do público, em sua maioria estudantes brasileiros.

Inúmeras pessoas frequentam o Gabinete diariamente para pesquisar e estudar todas as obras que desejam, sendo este serviço oferecido gratuitamente. O espaço dispõe, ainda, de uma sala de estudos aberta ao público com capacidade para cerca de 50 pessoas. Climatizada e com internet wifi liberada, a biblioteca conta ainda com as edições diárias de jornais de Pernambuco e Portugal.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Teatro do Parque: a volta à vida de um gigante centenário
Enem para todos com o professor Fernandinho Beltrão ##275 Mono e dicotiledôneas
Rhaldney Santos entrevista Dr Dimas Antunes
Argentina chora perda de Maradona
Grupo Diario de Pernambuco