Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

MÚSICA

Grammy Latino terá cerimônia de premiação separada para brasileiros

Por: AFP

Publicado em: 19/11/2020 10:57

 (Foto: Rich Fury/Getty Images/AFP)
Foto: Rich Fury/Getty Images/AFP

 

Tradicionalmente sediado em Las Vegas, o Grammy Latino transferiu a edição 2020, que será realizada nesta quinta-feira (19), para Miami, nos Estados Unidos. A cidade na Flórida será, no entanto, uma espécie de base de operações para uma cerimônia que dispensou o tapete vermelho para os artistas e a presença de público e imprensa.

 

As medidas foram adotadas, segundo a Academia Latina da Gravação, que promove o Grammy Latino, em atenção aos protocolos sanitários para evitar a disseminação do novo coronavírus. Haverá shows pré-gravados em diversas cidades do mundo e discursos de agradecimento feitos remotamente pelos premiados.

 

O anúncio dos vencedores foi dividido entre uma première, na qual se inclui o prêmio destinado à música brasileira, e um bloco principal. A porção brasileira da “festa” será conduzida pela modelo Laís Ribeiro e contará com apresentações de Emicida, que concorre nas categorias Melhor Álbum de Rock ou Música Alternativa em Português e Melhor Canção em Português, e de Marcos Valle e Melim, que interpretarão Eu feat. você, do disco de mesmo nome, indicado a Melhor Álbum Pop Contemporâneo em Português.

 

Transmitido ao vivo pela Univisión a partir das 20h em Miami (duas horas a menos no Brasil), o Grammy Latino será exibido pelo canal a cabo TNT em toda a América Latina. A chamada première na qual se insere a música brasileira poderá ser acompanhada via internet. "Fizemos uma parceria com o Facebook para apresentar esses eventos, o que permitirá que membros, indicados, artistas e amantes da música em todo o mundo participem de uma conversa em tempo real, enquanto celebramos a excelência musical", disse Gabriel Abaroa Jr., CEO da Academia Latina da Gravação.

 

A página do Grammy Latino no Facebook deverá começar a transmitir a première, ao vivo, às 17h (horário de Brasília). A cerimônia especial da première para o público brasileiro também estará disponível exclusivamente pelo Facebook a partir das 19h (horário de Brasília). Na TV, irá ao ar às 22h.

 

A premiação apresenta também nesta edição uma nova categoria para o reggaeton, após anos de protestos de seus intérpretes. Os novos concorrentes dominaram a lista de indicados: o colombiano J Balvin (13), os porto-riquenhos Bad Bunny (nove) e Ozuna (oito). O evento latino será apresentado pela atriz mexicana Yalitza Aparicio, indicada ao Oscar pelo papel da doméstica de origem indígena de uma família de classe alta da Cidade do México em Roma, de Alfonso Cuarón. Ela terá a companhia dos apresentadores Carlos Rivera e Ana Brenda Contreras.

 

Devem se apresentar o cantor de salsa porto-riquenho Marc Anthony, Bad Bunny, Pedro Capó, Alejandro Fernández, Karol G, Kany García, Los Tigres del Norte, Christian Nodal e Fito Páez, entre outros. Depois que a polêmica aumentou no ano passado sobre a ausência do reggaeton no Grammy Latino, para esta 21ª edição foram incluídas as categorias de Melhor Performance de Reggaeton, além de Melhor Música Pop/Rock e Melhor Canção Rap/Hip-Hop.

 

Protesto

Na última edição, o astro do reggaeton Daddy Yankee viralizou um X vermelho como forma de protesto pela baixa presença do gênero entre os nomeados, o que, segundo ele, não refletia a realidade do que se ouve nas rádios e discotecas. J Balvin concorre nas categorias Melhor Performance Urbana (por Azul) e Melhor Performance Reggaeton (por Morado e por Loco contigo). Ele disputa o Álbum do Ano com duas indicações, uma para Colores e outra para Oasis, esta última disputada com Bad Bunny.

 

Bad Bunny, um dos líderes do movimento que levou à renúncia do governador de Porto Rico no ano passado, tem outra indicação de Álbum do Ano por YHLQMDLG, além de concorrer à Gravação do Ano por Vete e Melhor Performance de Reggaeton por Yo perreo sola, entre outros. Ozuna também concorre ao prêmio de Gravação do Ano por China e disputa Melhor canção "urban" com Rosalía por Yo X Ti, Tu por Mí, além de duas indicações na nova categoria de Melhor Performance de Reggaeton.

 

Além de J Balvin e Bad Bunny, também disputam o Álbum do Ano Camilo (Por primera vez), Kany García (Mesa para dois), Jesse & Joy (Aire), Natalia Lafourcade (Un canto Por México), Ricky Martin (Pausa), Fito Páez (La conquista del espacio) e Carlos Vives (Cumbiana). 

 

Veja a lista de indicados nas categorias de língua portuguesa

 

Melhor Álbum de Pop Contemporâneo em Língua Portuguesa

•N – AnaVitória

•Enquanto estamos distantes – As Bahias e a Cozinha Mineira

•Apká! – Céu

•Guaia – Marcelo Jeneci

•Eu ft. você – Melim

 

Melhor Álbum de Rock ou de Música Alternativa em Língua Portuguesa

•AmarElo – Emicida

•Little electric chicken heart – Ana Frango Elétrico

•Letrux aos prantos – Letrux

•Universo do canto falado – Rapadura

•Na mão as flores – Suricato 

 

Melhor Álbum de Samba/Pagode

•Mangueira – A menina dos meus olhos – Maria Bethânia

•Martinho 8.0 – Bandeira da fé: Um concerto pop-clássico (ao vivo) – Martinho da Vila

•Samba jazz de raiz, Cláudio Jorge 70 – Cláudio Jorge

•Fazendo samba – Moacyr Luz e Samba do Trabalhador

•Mais feliz – Zeca Pagodinho

 

Melhor Álbum de Música Popular Brasileira

•O amor no caos volume 2 – Zeca Baleiro

•Belo Horizonte – Toninho Horta & Orquestra Fantasma

•Bloco na rua – Ney Matogrosso

•Planeta fome – Elza Soares

•Caetano Veloso & Ivan Sacerdote – Caetano Veloso & Ivan Sacerdote

 

Melhor Álbum de Música Sertaneja

•#Isso é churrasco (ao vivo) – Fernando & Sorocaba

•Origens (ao vivo em Sete Lagoas) – Paula Fernandes

•Livre vol. 1 – Lauana Prado

•Churrasco do Teló vol. 2 – Michel Teló

•Por mais beijos ao vivo (ao vivo) – Zé Neto & Cristiano

 

Melhor Álbum de Música de Raízes em Língua Portuguesa

•Veia nordestina – Mariana Aydar

•Aqui está-se sossegado – Camané & Mário Laginha

•Acaso casa (ao vivo) – Mariene de Castro e Almério

•Targino sem limites – Targino Gondim

•Obatalá – Uma homenagem a Mãe Carmen – Grupo Ofa

•Autêntica – Margareth Menezes

 

Melhor Canção em Língua Portuguesa

•A tal canção pra lua (Microfonado) – escrita por Vitor Kley (interpretada por Vitor Kley e Samuel Rosa)

•Abricó-de-macaco – escrita por Francisco Bosco e João Bosco (interpretada por João Bosco)

•AmarElo – escrita por Dj Duh, Emicida e Felipe Vassão (interpretada por Emicida, Majur e Pabllo Vittar)

•Libertação – escrita por Russo Passapusso (interpretada por Elza Soares, BaianaSystem e Virgínia Rodrigues)

•Pardo – escrita por Caetano Veloso (interpretada por Céu) 

TAGS: brasileiro | latino | grammy |
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Teatro do Parque: a volta à vida de um gigante centenário
Enem para todos com o professor Fernandinho Beltrão ##275 Mono e dicotiledôneas
Rhaldney Santos entrevista Dr Dimas Antunes
Argentina chora perda de Maradona
Grupo Diario de Pernambuco