Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

PATRIMONIO

Fechado há 40 anos, Cine Olinda pode retornar com gestão da Fundaj

Publicado em: 05/11/2020 13:28 | Atualizado em: 05/11/2020 16:04

O Cine Olinda fica no bairro do Carmo, no Sítio Histórico de Olinda (Foto: André Dib/Divulgação)
O Cine Olinda fica no bairro do Carmo, no Sítio Histórico de Olinda (Foto: André Dib/Divulgação)


A Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj) informou, nesta quinta-feira (5), que deu o primeiro passo para reativar um importante cinema de rua pernambucano, o Cine Olinda, localizado no bairro do Carmo. Em ofício enviado à Prefeitura de Olinda nesta quinta, o presidente da Fundaj, Antônio Campos, colocou à instituição à disposição para gerir o equipamento cultural, que está fechado há mais de 40 anos.

Um ofício foi endereçado ao prefeito Professor Lupércio (Solidariedade), que faz campanha pela reeleição, e ao secretário de Patrimônio e Cultura, João Luis da Silva Júnior. O documento esclarece que, havendo interesse da gestão municipal olindense, a Fundaj iniciará de imediato os estudos técnicos e financeiros para viabilizar um projeto, mediante a  assinatura de protocolo de cessão para a gestão do espaço.

"A Fundaj tem tradição de 20 anos de gestão de cinema, com dois em funcionamento e tendo assumido, recentemente, o Cinema do Porto Digital, que abrirá ao público em dezembro. Temos equipe especializada para assumir esse desafio", afirmou Antônio Campos, em nota divulgada à imprensa.

Para a diretora do Cinema da Fundação, Ana Farache, o retorno do cinema seria a concretização de um projeto antigo para cidade de Olinda. "É um passo muito grande que Fundação estaria dando pra incrementar o audiovisual em Pernambuco. Morei por anos em Olinda, entre 1976 e 1991. Nessa época participei de diversos movimentos para reabrir o cinema. Seria chamado Cine Bajado, em homenagem a ao artista que contribuiu muito pra ele. Colocar ele pra funcionar seria a realização de um sonho".

Segundo ela, primeiro a Prefeitura precisa acatar o pedido para gestão da Fundação, em seguida, a instituição coordenaria a avaliação de questão do estado da estrutura, além de mobiliar e garantir os equipamentos do funcionamento do cinema. Além da proposta do Cine Olinda, a Fundaj anunciou recentemente que irá gerir o Cinema do Porto Digital. A sala localizada no Bairro do Recife ainda não tem data para receber público, mas já foi inaugurada em evento restrito, realizado na última terça-feira (3).

UMA BREVE HISTÓRIA
O Cine Olinda foi inaugurado em 1911, na época com o nome Cine Theatro de Variedades. Na década seguinte, adquiriu o atual nome com a administração do Coronel Victor José Fernandes. Em 1932, o artista plástico olindense Bajado foi contratado para pintar cartazes do cinema, sendo logo promovido a gerente. A relação de Bajado com o espaço durou até 1965.

Após esse período, o equipamento cultural deixou de ser usado como cinema para funcionar como depósito de açúcar, boliche e alojamento para desabrigados. Ele para de funcionar totalmente na década de 1970. A área foi desapropriada pelo então prefeito Germano Coelho, em 1979. Nos anos 1980, a gestão municipal chegou a "ensaiar" uma retomada com o nome de Cine Bajado, uma homenagem ao artista que outrora atuou no espaço. O movimento não andou e o cinema segue sem atividade.

Cine Olinda foi ocupado em setembro de 2016. (Foto: Roberto Ramos/DP )
Cine Olinda foi ocupado em setembro de 2016. (Foto: Roberto Ramos/DP )


Há quatro anos, surgiu o movimento #OcupeCineOlinda. Com feira de arte e cerveja artesanal, o evento tinha como objetivo discutir propostas concretas para a recuperação do estabelecimento, o que não aconteceu. Um dos objetivos foi a criação de um comitê gestor compartilhado para viabilizar sessões continuadas e acompanhamento da reforma. Em 30 de setembro de 2016, cerca de cem pessoas arrancaram os tapumes e invadiram o espaço, mas foram retirados pela Guarda Municipal.
TAGS: cine olinda | fundaj |
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
De 1 a 5: Novembro Azul chega ao fim, mas prevenção do câncer de próstata precisa ser permanente
Enem para todos com o professor Fernandinho Beltrão #276 Propagação vegetativa em plantas
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 30/11
Segundo turno em PE: João Campos é eleito prefeito do Recife
Grupo Diario de Pernambuco